Executivo

Sexta-Feira, 24 de Janeiro de 2014, 07h:55 | Atualizado: 24/01/2014, 11h:31

Viagem ao Araguaia

Governador é recebido por índios e aplausos, mas enfrenta protesto


enviado especial a Vila Rica

vila rica

 Silval percorre região do Araguaia e lança obras

Às 6h em ponto um grupo de jornalistas, juntamente com a comitiva do governador Silval Barbosa (PMDB), com uma frota com cinco aeronaves recheadas de políticos, embarcou para a região do Araguaia. Após duas horas e meia de viagem, onde a paisagem predominante era de soja, pecuária e floresta amazônica as aeronaves começam a pousar numa pista de terra. Chegamos a São José do Xingú (a 1.900 km de Cuiabá) com pouco mais de 5,3 mil habitantes. Cidade pacata e com poucas ruas asfaltadas. Silval desce da aeronave e acena ao público. O governador e seus “súditos” cumprimentam a prefeita Raquel Coelho (PSD) e demais autoridades e, logo em seguida, alguns curiosos o abordam e pedem para tirar foto com Silval, que atende satisfeito. Ali também a comitiva foi recebida por cerca de 30 índios da tribo Kayapó. Após a recepção, uma caravana com mais de 15 carros partem para o lançamento da obra MT-322 até o posto Sucupira (1º lote). A obra total é a pavimentação de 83,5 km ao custo de R$ 89,9 milhões, no prazo de 540 dias.

No discurso, no ginásio do município com cerca de 200 pessoas, Silval ressalta que é prioridade do governo levar infraestrutura ao município e que o resto vem automaticamente com o desenvolvimento. O governador também aproveitou para rebater as críticas de adversários, especialmente do senador Pedro Taques (PDT), que visitou a região recentemente. “Não vou fazer politicagem, mas as eleições vêm aí e vão aparecer os salvadores da pátria”, disse Silval exaltado. Depois, completou: “Não existe milagreiro”. Bastante aplaudido, o peemedebista encerrou o evento e foi para o Santa Cruz do Xingú (994 km de Cuiabá).

A população recebeu o governador com faixa de agradecimento pela assinatura do contrato para a execução das obras da MT-430,  entroncamento com MT-437 (em direção a Natanael) ao custo de R$ 48,1 milhões para 65,4 km. Santa Cruz do Xingú tem pouco mais de 2,1 mil habitantes e o que vem crescendo na cidade é o agronegócio. Silval, com a quadra poliesportiva Escola Estadual Santa Cruz lotada, discursou e, por várias vezes foi interrompido com aplausos da população. Na chegada para o almoço, o peemedebista foi recebido com dança dos alunos da escola. Silval, contudo, não arriscou nenhuma dança. Em seu discurso, bastante entusiasmado, enalteceu o trabalho da presidente Dilma Rousseff (PT). “Grande parceira que tem atendido a gente. Nosso lema é trabalho”. Agora em diante o nome da presidente vai se tornar rotineiro nos discursos do governo. Já que ele prometeu para a petista trabalhar para sua reeleição à presidência da República.

No mesmo discurso, Silval também justificou o motivo de ter voltado os olhos mais à Capital mato-grossense. O governador argumentou que quando recebeu o governo já estava com essa missão e não iria fazer o Estado passar vergonha. “Temos que ajudar Mato Grosso como um todo”. Logo após aconteceu ao lado do ginásio um almoço de confraternização e, em seguida, o embarque para o distrito de Santo Antônio de Fontoura, cerca de 15 minutos de avião. Lá Silval inaugurou a pavimentação de 47,5 km e  vistoriou as obras das pontes e do lote de 50 km. No total, custarão R$ 50 milhões.

O momento mais controverso para Silval foi em Vila Rica, com mais de 24 mil habitantes. Lá ele enfrentou protesto organizado pelo Sintep. Sindicalistas cobraram o pagamento retroativo ao tempo em que eles ficaram parados por causa da greve. Manifestantes acompanharam discurso de Silval no plenário da Câmara e, sem confusão, estenderam a faixa: “A educação em Mato Grosso está em luto”. Ao final do discurso, o governador justificou que não poderia efetuar o pagamento, pois o Estado ficaria em dívida e o que já foi acordado foi cumprido. “Senão parece que o governo fez terrorismo e não é verdade”. No discurso de 1h30, Silval voltou a elogiar a presidente da república e prometeu reformar o aeroporto no município.

Hoje (24), às 8h o governador visita o município de Santa Terezinha para vistoriar a obra de pavimentação da MT-413 (ligação com BR-158). Em seguida, em Porto Alegre do Norte, lançar o edital de licitação do Hospital Regional. Na última visita, o chefe do Executivo vai até Canabrava do Norte inaugurar as obras da MT-412. No discurso Silval deve ressaltar o nome de Dilmar Dal Bosco (DEM) e contrapor Taques. A comitiva volta a Cuiabá às 13h, depois do almoço no Ginásio de Esporte Escola Municipal Canaã.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • José Simplício | Sexta-Feira, 24 de Janeiro de 2014, 11h35
    0
    0

    Silval e o cara. Está enfrentando e vencendo os desafios.

Matéria(s) relacionada(s):

PS-VG e revolta por falta de médicos

marcondes curtinha 400   Principal calcanhar de Aquiles do 2º maior município do Estado, que registra hoje cerca de 200 mil habitantes, o Pronto Socorro de Várzea Grande não está recebendo pacientes ortopédicos e nem ginecológicos em sua porta de entrada. É que a unidade não tem...

Emanuel, feitos, paletó e a reeleição

emanuel pinheiro 400 curtinha   O núcleo de apoio estratégico do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) está empolgado com resultado de pesquisas realizadas tanto para avaliar como está indo a administração da Capital, pontuando pontos fracos e fortes, quanto sobre se há chance ou não de...

Deputada critica Bruno no Operário-VG

janaina riva 400 curtinha   Acostumada a enfrentar temas polêmicos, dentro e fora da seara política, Janaína Riva foi a única parlamentar a se manifestar publicamente sobre a decisão do Operário de Várzea Grande de contratar o goleiro Bruno, condenado a 20 anos por matar e ocultar o corpo da...

Espólio político de Selma que não virá

otaviano pivetta 400 curtinha   O vice-governador e pré-candidato ao Senado, Otaviano Pivetta (foto), tem encampado um equivocado entusiasmo sobre possível espólio político de Selma Arruda. Mas a tendência, se insistir nessa tese, é de amargar uma tremenda frustração. Pivetta tem dito aos...

Beto decide em maio quem vai apoiar

beto farias 400 curtinha   O prefeito barra-garcense e empresário Beto Farias (foto), que conclui neste ano o segundo mandato consecutivo, não sabe ainda quem apoiar à sucessão municipal. E só tomará uma decisão em maio, já faltando dois meses para as convenções. Até...

Lucas impõe regras pra cortar energia

luiz binotti 400 curtinha   Em Lucas do Rio Verde, a Energisa está proibida de interromper o fornecimento de energia elétrica, mesmo por inadimplência, sem informar ao consumidor, por escrito e com antecedência de 15 dias, sobre a suspensão dos serviços. O projeto aprovado pelos vereadores se transformou na...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.