Executivo

Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 11h:59 | Atualizado: 13/12/2019, 12h:07

Imbróglio

Governador pede desculpas e adia decisão sobre VLT: já fui no pescoço dos técnicos

O governador Mauro Mendes (DEM) diz que já “foi no pescoço” de seus técnicos para que acelerem os estudos sobre o futuro do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). Sem conseguir encerrar o primeiro ano de mandato com uma solução para o modal, que está paralisado desde 2014, conforme havia prometido durante campanha eleitoral, o democrata estabeleceu um novo prazo para tomar uma decisão sobre o tema. Dessa vez, Mauro espera ter um anúncio sobre a retomada ou não das obras  até o final do primeiro semestre de 2020.

Mayke Toscano

Mauro Mendes concede entrevista � R�dio Capital

Mauro Mendes concede entrevista para Rádio Capital

“Realmente eu disse que até um ano eu daria uma solução, peço desculpas porque não foi possível. Existem verbas do Governo Federal. Houve questões no meio do caminho, tivemos que contratar um novo estudo sobre tráfego de passageiros. Não é uma questão que depende de eu acordar inspirado e resolver a situação”, disse Mauro em entrevista à Rádio Capital FM, na manhã desta sexta (13).

Mauro destaca que a questão é complexa porque ainda está judicializada, com três ações que estão em andamento. “Não vamos ficar com mentiraiada. Quero tomar essa decisão no primeiro semestre do ano que vem. Já fui no pescoço dos meus técnicos. Fiquei super irritado”, destacou o governador, que em novembro teve que contratar uma consultoria para fazer novos estudos de viabilidade do VLT, ao custo de R$ 464,3 mil.

O democrata disse ainda não fará como o ex-governador Pedro Taques (PSDB), que chegou a anunciar a retomada do VLT por cinco vezes, mas em nenhuma delas conseguiu cumprir com a promessa.

Apesar das obras paralisadas, o modal vem consumindo o dinheiro público. Durante a gestão tucana, foram pagos R$ 500 milhões em empréstimos feitos por Silval para construir o modal. Nos 10 primeiros meses da gestão Mauro, o Estado já desembolsou R$ 120 milhões com pagamento de financiamentos. Ao todo, a obra do VLT já consumiu R$ 1,6 bilhão.

No estudo de viabilidade, que foi contrato pelo governo para verificar a viabilidade de tráfego de passageiros do VLT, é avaliada a implementação do BRT, sigla em inglês para trânsito rápido de ônibus.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Ernani Camargo | Sábado, 14 de Dezembro de 2019, 19h26
    1
    0

    Facil decisão: se o custo de manutenção (só das composições) é de R$16.000.000,00, em cinco anos já foram R$960.000.000,00 (novecentos e sessenta milhões de reais). Decida pela conclusão que é melhor do que aumentar este custo... Vá sim, no pescoço dos seus assessores "especialistas"! Licite o término da obra. Peça o auxílio das bancadas estadual e federal. Faça alguma coisa, além de adiar.

  • cleber nunes rondon | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 18h32
    3
    0

    o lobi dos que querem o BRT é grande, Muita gente querendo ganhar dinheiro com isso, nao pensando realmente na população que ficaria com um transporte de primeira qualidade com o térmimo do VLT.

  • José Augusto | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 16h03
    3
    0

    Entrega essa obra para o atual prefeito e acaba com essa novela.

Arco de alianças define vice de Eliene

eliene liberato 400 curtinha   A professora e vice-prefeita de Cáceres, Eliene Liberato (foto), pré-candidata do PSB à sucessão municipal, disse que a definição do nome para vice de sua chapa só sairá na pré-convenção. Até lá, o amplo arco de alianças...

Pesquisa derruba discurso de Jayme

jayme campos 400 curtinha   O resultado da pesquisa Analisando, que traz Emanuelzinho com boa vantagem nas intenções de voto sobre todos os pré-candidatos a prefeito de Várzea Grande, está provocando uma reviravolta nos bastidores. Os dados vieram a público nesta quinta, em publicação no...

Tucano dá título a Bolsonaro em Sinop

dilmair callegaro 400 curtinha   O presidente Jair Bolsonaro, que comanda o país desde janeiro do ano passado, irá receber o título de Cidadão Sinopense, mesmo sem previsão de pisar os pés, por enquanto, ao município considerado Capital do Nortão. A homenagem partiu do vereador do PSDB Dilmair...

Ação pró-Thiago, mas Luizão resiste

carlos bezerra 400   Com uma pesquisa debaixo do braço, cujo resultado traz Thiago Silva na dianteira na corrida à Prefeitura de Rondonópolis, inclusive na frente do prefeito Zé do Pátio (SD), o MDB de Carlos Bezerra (foto) tenta convencer o empresário Luizão (PRB) a recuar para apoiar o...

Padrinho político de Fabio a prefeito

mauro mendes 400 curtinha   Após se reunir com o governador Mauro Mendes (foto) na sexta (14), o suplente de senador Fabio Garcia, presidente regional do DEM, deve oficializar sua pré-candidatura à Prefeitura de Cuiabá. Fabinho quer discutir com Mauro, que é seu padrinho político, o arco de aliança e...

4 ex-prefeitos se juntam em Chapada

gilberto mello 400 curtinha   Considerado nome mais forte da oposição, Gilberto Mello (foto), do PL, lançou sua pré-candidatura à sucessão em Chapada dos Guimarães com apoio de nada menos que três ex-prefeitos, fora ele próprio, que administrou o município entre 2005 e 2008....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.