Executivo

Quarta-Feira, 17 de Julho de 2019, 12h:27 | Atualizado: 17/07/2019, 17h:44

Desintrusão

Governo analisa medidas jurídicas em defesa das famílias do Distrito de Jarudore

Mayke Toscano

 Mauro Jarudore

Em reunião no Palácio Paiaguás, o governador Mauro Mendes determinou as  providências

O Governo do Estado está analisando as medidas jurídicas necessárias para ingressar na ação que desapropriou 4,7 mil hectares do Distrito de Jarudore, no município de Poxoréu (251 km ao Sul de Cuiabá).

O objetivo é a permanência das centenas de famílias que estão no local há 70 anos e que teriam que deixar as terras em 45 dias por conta de uma decisão judicial, dada no âmbito de uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal (MPF).

Durante reunião no Palácio Paiaguás, nesta terça (16), o governador Mauro Mendes (DEM) determinou que a Procuradoria-Geral do Estado avalie todas as questões jurídicas relativas à situação, de modo a defender os moradores da região.

Em conjunto com a Assembleia, o gestor estadual também buscará soluções políticas para resolver o impasse junto à União.

O Distrito de Jarudore foi reconhecido como terra Indígena, em 1912. No entanto, atualmente, menos de 20 índios da etnia Bororo vivem no local. O restante da área é ocupado por cerca de 1,3 mil pessoas, que vivem e exploram atividades econômicas na região.

“É um desrespeito às famílias que foram surpreendidas com essa decisão judicial, que nós respeitamos, mas não concordamos. Iremos tomar todas as medidas legais e cabíveis para que possamos garantir o direito dessas famílias. Respeitamos nossos irmãos índios, mas também queremos respeito àqueles que estão lá há mais de 70 anos”, afirmou Mauro Mendes.

O prefeito de Poxoréu, Nelson Paim (PDT), afirmou que a situação das famílias é muito grave e que a participação efetiva do Estado na ação é de suma importância.

“O desespero é geral e realmente esperávamos essa postura do governador”, comentou.

Também participaram da reunião os deputados estaduais Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), Thiago Silva (MDB) e Sebastião Rezende (MDB), além de vereadores do município de Poxoréo.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Prefeito vai ajustar também 2º escalão

francisco vuolo 400   Depois de alguns ajustes no quadro de secretários, com trocas e remanejamentos, o prefeito Emanuel Pinheiro pretende fazer mudanças no segundo escalão. Ele tem uma lista pontuando aqueles considerados mais produtivos, mas também outros sobre os quais acumulam reclamações, que...

Justino, pico de pressão alta e susto

justino_curtinha   O vereador e ex-presidente da Câmara de Cuiabá Justino Malheiros (foto) teve um pico de hipertensão na noite desta sexta (23). Ele foi levado às pressas para o Hospital Santa Rosa, na Capital, onde dormiu e passou a noite em observação. Apesar do susto, ele passa bem e já recebeu...

Fábio tenta tirar aliados do prefeito EP

fabio garcia 400 curtinha   Fábio Garcia (foto), presidente do DEM-MT, começou um movimento forte de bastidores para tentar tirar partidos que hoje estão no arco de alianças do prefeito Emanuel (MDB), mesmo o futuro do Democratas na disputa majoritária em Cuiabá ainda sendo uma incógnita. De forma...

Licitação irregular em Alto Araguaia

gustavo de melo 400 curtinha   O conselheiro-subtituto do TCE, Luiz Carlos Pereira, determinou que o prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), suspenda de imediato, devido a apontamento de irregularidades, uma licitação para contratar por R$ 2,9 milhões uma empresa com vistas a executar obras de asfaltamento tipo TSD...

Mutirão fiscal prorrogado na Capital

Emanuel Pinheiro curtinha   Levando em consideração o grande número de contribuintes interessados em negociar dívidas com o município, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) decidiu prorrogar o Mutirão de Conciliação Fiscal até 30 de agosto. Os atendimentos foram retomados na terça...

6 deputados podem tentar prefeitura

silvio favero curtinha   Pelo menos seis deputados estaduais ensaiam candidatura à prefeitura. Eles nada têm a perder, pois a legislação não exige renúncia do mandato no Legislativo para disputar vaga no Executivo.  Sílvio Fávero (foto) deve concorrer em Lucas do Rio Verde, numa...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.