Executivo

Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 16h:53 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Estratégia

Governo disponibiliza lista das 138 escolas para 1ª etapa

  O governo já definiu o número e quais serão os estabelecimentos educacionais onde vai ser realizada a primeira das três etapas do concurso. Serão utilizadas 138 unidades escolares, incluindo três Centros de Educação de Jovens e Adultos (Cejas), em 13 polos da Seduc para adequar aos mais de 70 mil inscritos para vagas onde é exigido apenas o ensino fundamental. A maioria das escolas estão localizadas no pólo de Cuiabá. No total serão 94 escolas, das quais 33 são em Várzea Grande.

  Em Alta Floresta serão necessárias 2, em Cáceres 6, em Diamantino 4, em Juara 1, em Juína 3, em Nova Xavantina 2, em Pontes e Lacerda serão 3. Já em Rondonópolis, terceiro maior município do Estado, vão ser necessários 8 estabelecimentos educacionais, em São Felix do Araguaia e Sinop serão 3 escolas em cada município, em Tangará da Serra 5 e Vila Rica 2. A relação das escolas está disponível na Portaria Seduc n.º 08/2010, publicada no Diário Oficial em 12 de janeiro. A lista completa também pode ser encontrada no site do governo - veja aqui.

  Na primeira tentativa frustrada em realizar o concurso, em 22 de fevereiro, houve muitas reclamações por parte dos concorrentes quanto à localização das provas. Moradores do bairro Pedra 90, por exemplo, foram escalados para fazer provas em bairros afastados em Várzea Grande. Agora o governo promete ter feito um cruzamento dos dados para evitar transtornos e permitir que os concorrentes façam as provas o mais perto possível de suas residências.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Silva | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 17h10
    0
    0

    Li hoje no site Olhar Direto que o MP acusa o reitor da Unemat, Taisir Mahmudo Karim, de se negar a encaminhar imagens captadas no núcleo da Covest durante o processo de elaboração, correção e manuseio dos cadernos de prova do certame. Então, candidatos, fiquem espertos porque pode vir coisa por ai.

Lei em Cuiabá veta cortar luz e telefone

misael galvao 400 curtinha   Seguindo exemplo de outros municípios, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), rejeitou veto do prefeito Emanuel e promulgou uma lei, que proíbe empresas de gás e concessionárias de serviço público de energia elétrica, no caso a Energisa,...

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

Equipe, foco e elogios ao governador

mauro carvalho 400 curtinha   Mauro Carvalho (foto), o número 2 do Palácio Paiaguás, faz questão de destacar que o governador Mauro Mendes está fechando o 1º ano de mandato sem promover uma única mudança no quadro dos 16 secretários, incluindo os que comandam a CGE e PGE. Entende isso...

Até Galvan quer o Senado pelo agro

antonio galvan 400 curtinha   A eleição suplementar ao Senado para início de 2020 começa a despertar interesse de diferentes setores. Só dos chamados representantes do agronegócio são pelo menos quatro possíveis candidatos. Até Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja Mato...

Sem elo com a servidora denunciante

abilio 400 curtinha   Sob investigação da Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá por causa de reincidentes casos de quebra de decoro, Abílio Brunini (foto), em nota, contesta o colega Juca do Guaraná, que divulgou imagens e afirmou que o vereador do PSC esteve no Hospital São Benedito e...

Goleada na cassação no TRE e no TSE

edson fachin 400 curtinha   No TRE-MT, em abril, a juíza aposentada e senadora Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, teve o mandato cassado por unanimidade. No julgamento do recurso da parlamentar no TSE, nesta terça, o placar também foi "elástico": 6 a 1. Somente o ministro Edson Fachin (foto) votou acatando o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.