Executivo

Terça-Feira, 18 de Fevereiro de 2014, 12h:44 | Atualizado: 18/02/2014, 12h:52

Governo endurece combate à dengue e multa poderá chegar a R$ 210 mil

O Governo de Mato Grosso está endurecendo o combate à dengue neste ano visando principalmente evitar epidemia da dengue no período da Copa. Somente no início deste ano, de 1º de janeiro a 13 de fevereiro, o Estado já registrou 1.399 casos, sendo que duas pessoas vieram a óbito, uma em Cuiabá outra em Sinop. 

Diante da gravidade deste quadro, o secretário de Saúde, Jorge Lafetá, editou o Decreto nº 2.155 de 14 de fevereiro de 2014 prevendo até aplicação de multa a proprietários de imóveis que tenham focos da larva do mosquito que transmite a doença. 

Isso é algo inédito no Estado, conforme o superintendente de vigilância em saúde da SES, Juliano Silva Melo. A fiscalização será feita por meio de parceria com as prefeituras e a multa a ser aplicada segue os mesmos valores da Vigilância Sanitária, previstos na Lei nº 7.110/1999. Ela pode variar de 50 UPFs (R$ 5,2 mil) até 2 mil UPFs (R$ 210,8 mil) dependendo da gravidade em que o terreno for encontrado. 

Em casos de estabelecimentos comerciais, empresariais e órgãos públicos, a portaria prevê, inclusive, a interdição do imóvel para a limpeza, suspensão do funcionamento por 30 dias e até cassação de autorização de funcionamento.  Por isso, as empresas de construção e ferros velhos, que são mais propensas ao acúmulo de água em recipientes espalhados pelo pátio, devem ficar mais atentas com a limpeza. 

Ainda dependendo da situação encontrada, a empresa ou entidade será notificada pelo agente de saúde e endemias para que monte uma Comissão Permanente de Combate a Focos de Mosquito Transmissor da Dengue (CPCD). Esta comissão deve ser formada por três funcionários ou servidores e terá acompanhamento rígido do presidente do órgão. 

O superintendente de vigilância em saúde da SES, Juliano Silva Melo, explica que a portaria foi construída para regulamentar uma questão antiga, a Lei nº 9.698 de 16 de março de 2012, e com a Copa ela se tornou mais urgente. 

Ele conta que, até então, não existia um dispositivo legal (lei, decreto, portaria) que enquadrasse e responsabilizasse efetivamente os empresários e proprietários dos imóveis pela proliferação da dengue. “Essa responsabilização era muito vaga, dependíamos muito da ação do Ministério Público e do Judiciário”, frisa. 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Adaildon E M Costa | Terça-Feira, 18 de Fevereiro de 2014, 13h19
    0
    0

    Vamos ver se vocês querem trabalhar. DENÚNCIA: denuncio os terrenos baldios no bairro Santa Rosa (especulação imobiliária) verdadeiros criadores do mosquito da dengue. Indico para iniciar a fiscalização os terrenos baldios na esquina da Rua Itália com a Rua Dinamarca estão em uma parte alagada em razão de pequeno curso de água. A água fica parada gerando um habitat propício para a criação do mosquito da dengue. O poder público deve tomar providência. É necessário fiscalização. Assina: Associação dos Moradores do Bairro Santa Rosa - AMOSANTA.

Rossato desiste; Lafin livre à reeleição

ari lafin curtinha 400 sorriso   Depois de ensaiar e travar discussões com seu grupo político, o empresário e ex-prefeito de Sorriso, a cidade conhecida como capital nacional do agronegócio, Dilceu Rossato decidiu não disputar a sucessão municipal neste ano. Com isso, o caminho fica mais livre para o...

Fazendo politicagem sobre Covid-19

rubia fernanda 400 curtinha   A tenente-coronel Rúbia Fernanda, pré-candidata ao Senado pelo Patriota, não só ignora medidas protetivas em relação à Covid-19, como isolamento social, mantendo agenda de visitas e reuniões, como passou a fazer politicagem com coisa séria. Numa...

Punição a 2 ex-presidentes da Câmara

haroldo curtinha 400   Apesar de ter julgado regulares as contas de gestão de 2016 da Câmara de Cuiabá, ano em que teve dois presidentes, o já falecido Júlio Pinheiro, entre janeiro e junho e, depois, Haroldo Kuzai (foto), de 20 de junho a 31 de dezembro, o conselheiro interino João Batista Camargo, em...

Guiratinga, frota sucateada e a farra

sinval vilela 400 curtinha   O vereador Sinval Vilela (foto), do DEM, disse que em Guiratinga, administrada por Humberto Domingos, o Bolinha, está havendo farra com dinheiro público. E lista descasos e atos de incompetência do prefeito. Conta que a prefeitura possui um caminhão pipa, mas está encostado no...

Verba a quem não tem litígio à União

emanuel pinheiro 400 curtinha   Apesar do governo estadual anunciar que está recebendo os R$ 359 milhões da União, essa verba oriunda do chamado Orçamento da Guerra (Emenda Constitucional 106) para ajuda no combate ao coronavírus só será liberada a partir do próximo dia 9 e para quem, seja...

Salgadinhos sim; caminhão pipa, não

humberto bolinha 400 curtinha   Em Guiratinga, o prefeito Humberto Domingos, o Bolinha (foto), resolveu homologar na última segunda, 1º de junho, processo licitatório para contratar uma empresa com vistas a fornecer salgadinhos nas 11 secretarias municipais. Vão ser gastos com salgados R$ 21,7 mil. No mesmo dia, Bolinha...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.