Executivo

Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 08h:07 | Atualizado: 25/08/2020, 12h:55

GASTOS PÚBLICOS

Governo pagou R$ 95 mil de "auxílio-mudança" a Blairo e 2 ex-ministros de MT

Reprodução

Blairo Maggi, Neri Geller e Eumar Novacki

Blairo Maggi, Neri Geller e Eumar Novacki chefiaram o Ministério da Agricultura nos governos de Dilma Roussef e Michel Temer, até o final de 2018

O Governo Federal gastou R$ 95,2 mil com o “auxílio-mudança” pago a três ministros de Mato Grosso que estiveram no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nos últimos anos. Blairo Maggi e Neri Geller estiveram à frente da pasta nos governos de Michel Temer (MDB) e Dilma Roussef (PT), enquanto Eumar Novacki foi secretário-executivo do ministério e chegou a ocupar interinamente o cargo de ministro.

Os dados são apenas dos últimos dois anos e foram informados em pedido baseado na Lei de Acesso a Informação feito pela agência Fiquem Sabendo, especializada em transparência.

blairo maggi 680

Blairo Maggi é agricultor e deixou o governo em 2018 para voltar à atividade empresarial

O mais “caro” deles foi Novacki. Ele recebeu 42 pagamentos entre 19 de junho de 2018 e 26 de dezembro do mesmo ano que somaram R$ 51,3 mil, quando o presidente da República era Temer. Novacki esteve no Mapa entre 2016 e o final de 2018. O presidente Jair Bolsonaro assumiu o Palácio do Planalto em 1º de janeiro de 2019, colocando a ministra Tereza Cristina no cargo, e com ela outra equipe.

Antes disso, Eumar Novacki foi assessor técnico no Senado, entre 2011 e 2013, associado a Blairo, de quem também foi secretário no Governo do Estado. Além do Mapa, os pagamentos estão vinculados a outros setores ocupados por ele no Governo Federal, incluindo a Embrapa e a Conab. Coronel da Polícia Militar de Mato Grosso, ele ainda foi secretário da Casa Civil de Ibaneis Rocha (MDB) no Distrito Federal por quatro meses em 2019.

O ex-governador de Mato Grosso, ex-senador e ex-ministro Blairo Maggi recebeu pagamentos que somam R$ 27,6 mil para custear mudança de casa em Brasília. O período é praticamente o mesmo de Novacki, com diferença de poucos dias: entre 18 de junho de 2018 e 28 de novembro do mesmo ano. Todos os pagamentos estão vinculados ao Mapa. Antes de assumir o cargo de ministro em 12 de maio de 2016, Blairo já tinha casa na capital federal, pois era senador. Depois, deixou Brasília e a política, fixando residência novamente em Mato Grosso.

Para Neri Geller, o Mapa informou apenas um pagamento, de R$ 16,2 mil, em 22 de junho de 2018. O atual deputado federal, eleito em 2018, havia sido eleito em 2011 para esse mesmo cargo e em 2013 se licenciou para assumir a Secretaria de Política Agrícola do Mapa. Em 19 de março de 2014, ele assumiu o cargo de ministro por indicação da então presidente Dilma. Saiu em 2018 para disputar a eleição que o colocou no atual mandato de deputado.

Outro lado

PageFlips: Memorando Eumar Novacki devolução auxílio mud

Em contato com o , a assessoria de imprensa dos ex-ministros afirmou que os valores informados pelo Mapa estão equivocados. Novacki teria recebido R$ 78,3 mil quando foi nomeado, mas devolveu os recursos, em 2016. Não recebeu qualquer valor ao deixar a pasta, segundo a resposta.

Já Neri Geller teria recebido R$ 27,9 mil ao ser nomeado e R$ 16,2 mil quando deixou o Mapa. Blairo Maggi não teria recebido qualquer valor do ministério, além de diárias. Ele optou pela remuneração do Senado, de acordo com o informado.

PageFlips: Eumar Novacki, devolução ajuda de custo

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Moisés | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 18h17
    6
    2

    Rindo da cara dos pagadores de impostos

  • ronaldo araujo | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 15h48
    2
    0

    ronaldo araujo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Walter liz | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 15h28
    10
    0

    haja oleo de peroba, realmente a democracia no Brasil é para poucos, muito poucos

  • lincoln | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 13h53
    13
    0

    Agro é a riqueza do Brasil... O Agro é pop !

  • jose alves silva | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 13h38
    13
    1

    esses da nova politica ta na palma da mão deveria ter vergonha e respeitar o dinheiro publico

  • jose alves silva | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 13h36
    14
    1

    esses 3 são uma vergonha para mato grosso

  • pedro vasconcelos | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 09h19
    15
    3

    esse pessoal do agro na politica não dá certo, ficamos 8 anos com blairo no governo e o que ele fez pra cuiaba? ele fez para ele. acabou com a policia comprou gol mil pra policia faze rondas, ja pensaram? como empresario blza, como politico interesseiro, foi puxar saco de bolsonaro, levou um chega pra la...

  • Reginaldo | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 09h05
    20
    1

    São esses da velha política (inclusive Júlio Campos com sua coleção de aposentadoria, vale lembrar ...dentro da lei) que disputam nosso voto para melhorar nossa vida desde a proclamação da República. Eu digo não a todos esses que se aconchavam na calada da noite para continuarem donos do poder. Mas mesmo tudo dentro da lei, por que na propuseram lei para mudar a lei? Sabe por que? Porque isso é bom para eles e ruim para nós que pagamos.

  • Janio carlos | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 09h05
    20
    0

    Esse nosso Brasil não tem jeito, é muita mordomia para político e judiciário.

  • marta | Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 08h58
    17
    0

    ai depois a turma do agro, não quer que diz nada, nem o pessoal ligado ao agro, esse blairo maggi, como empresario blza, mas como politico uma mercadoria, tranqueira, esse novack é outro oportunista, essa turma do agro não vai ter meu voto.

Rejeição a Abílio sobe e cai a de EP

abilio junior 400 curtinha   Nos últimos 15 dias, o candidato a prefeito da Capital, Abílio Júnior (foto), do Podemos, viu a rejeição aumentar 12 pontos percentuais, quase um por dia, saindo de 19% para 31%, de acordo com a nova rodada da pesquisa Ibope, divulgada nesta sexta pela TV Centro América....

Fávaro deixa governador em saia-justa

carlos favaro 400 curtinha   O senador interino do PSD, Carlos Fávaro (foto), que busca a reeleição, deixou o governador Mauro Mendes (DEM) em uma saia-justa em Barra do Garças. Mendes, que já declarou apoio no horário eleitoral ao candidato à sucessão municipal Wellington Marcos, do mesmo...

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...