Executivo

Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 16h:23 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

SOLENIDADE

Jornalistas sofrem para cobrir coletiva de Maggi em evento

   O evento de posse do governador Silval Barbosa (PMDB) foi marcado por muita emoção, festa, brilho, mas também teve suor derramado, empurra-empurra, desorganização e transtornos. Em meio a um evento tão grande e histórico, jornalistas, fotógrafos e cinegrafistas sofreram para conseguir acompanhar as solenidades, principalmente as que ocorreram no Centro de Eventos Pantanal. Bastava conversar com os colegas da imprensa para saber que o descontentamento era geral.

  O ápice dos “solavancos” ocorreu na coletiva com o ex-governador Blairo Maggi (PR). Num espaço pequeno, cinegrafistas, fotógrafos e jornalistas se acotovelavam em busca da melhor imagem e das declarações do republicano. Era praticamente impossível não levar um empurrão em meio à confusão que acabou armada. Mesmo diante do transtorno, o ex-chefe do Paiaguás foi atencioso e respondeu a todas as perguntas dos profissionais com tranquilidade. Era um alento diante da situação no mínimo incômoda.

Blairo Maggi   No meu caso, a fim de não atrapalhar os demais colegas, tive literalmente que ajoelhar em determinados momentos para poder ouvir Maggi, afinal o lugar era pequeno demais para tantos profissionais. Foram minutos de intenso cansaço e estresse que podiam ser vislumbrados nos olhos de todos os jornalistas presentes. Após uma maratona de perguntas e respostas, muito suor, enfim foi encerrada a coletiva com Maggi. Veio Silval e a situação não melhorou muito, mas foi mais calma porque o novo governador já havia feito uma pequena coletiva na Assembleia, após o ato que o oficializou como chefe do Paiaguás.

   Depois de toda essa confusão, todos entraram para a solenidade de posse dos novos secretários estaduais e a calma voltou a reinar. Uma chuva de papéis picados caiu sobre Maggi e Silval, que discursaram emocionados para milhares de pessoas. Tanta emoção superou os incidentes e garantiram o sucesso do evento.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...