Executivo

Segunda-Feira, 25 de Novembro de 2019, 19h:07 | Atualizado: 26/11/2019, 12h:44

ABANDONO HISTÓRICO

Júlio culpa radicalismo de Bezerra e Dante por atraso de 34 anos do Hospital Central

Rodinei Crescêncio

J�lio Campos

Júlio Campos durante a apresentação do projeto de retomada das obras do Hospital Central, lançada há 34 anos

O ex-governador Júlio Campos (DEM) afirmou que a paralisação de 34 anos das obras do Hospital Central, no Centro Político Administrativo, em Cuiabá, é consequência da mudança de gestores e disputas eleitorais. De acordo com ele, os ex-governadores Dante Oliveira (já falecido) e Carlos Bezerra (MDB) não retomaram as obras por conta do radicalismo que havia entre os políticos na época. 

A declaração foi feita durante apresentação do projeto de retomada das obras da unidade e do Hospital Júlio Muller, na tarde de hoje (25), no Palácio Paiaguás. Julio também elogiou a gestão do irmão, Jayme Campos (DEM), que em 1995 chegou a concluir os primeiros andares do Hospital Central. 

Júlio iniciou as obras da unidade em 1984 durante sua gestão como governador. O político foi sucedido por Carlos Bezerra, eleito em 1987, quando a exucação do hospital foi suspensa. De acordo com o democrata, naquela época havia um "radicalismo muito grande", além da falta de "espírito estadista", que fazia com que obras importantes não fossem continuadas pelos sucessores. 

Júlio também elogiou o ex-governador Pedro Taques (PSDB), que colocou uma parte do hospital para funcionar. No local são feitos os atendimentos do Centro de Reabilitação Dom Aquino Corrêa (Cidrac). As obras custaram R$ 13 milhões e os equipamentos R$ 1 milhão. O dinheiro utilizado é proveniente de acordos entre Ministério Público Estadual e condenados por corrupção.

Retomada do Hospital Central 

A retomada das obras do Hospital Central foi anunciada pelo atual governador Mauro Mendes (DEM), também na tarde de hoje, durante o evento no Palácio Paiaguás. A obra do Hospital Central já foi lançada e relançada pelo menos cinco vezes nas últimas três décadas. A unidade deveria abrigar aproximadamente 300 leitos para saúde de alta complexidade.

Mauro também anunciou um projeto de conclusão do Hospital Júlio Muller. A obra, que fica na região do Coxipó, tinha previsão orçamentária de R$ 120 milhões em 2011, quando foi iniciada. O valor subiu para cerca R$ 200 milhões, sendo que apenas 10% da estrutura física foi executada até o momento. Prevista para ficar pronta para a Copa do Mundo de 2014, a obra está paralisada há quase cinco anos.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • EMÍDIO DE SOUZA MAJOR PSL MT. | Sexta-Feira, 29 de Novembro de 2019, 10h17
    0
    0

    A 34 anos as obras do Hospital Central, no Centro Político Administrativo, em Cuiabá, desdá época dos governador Júlio Campas, Carlos Bezerra (MDB) entre outros governo de Mato grosso, Grassa a Lava Jato os recurso pulico, recuperado, Quem sabe agora os politico ficam esperto, e realmente acontece a conclusão do Hospital central de mato grosso, um sonho de todos os Mato-grossense. A Nova executiva municipal do PSL de Cuiabá, tem a missão de articula chapa pura em Cuiabá capital do Agro Negocio, Em 17/07/1997 em uma reunião Av. Brasil número 504 CPA 2, no escritório do economista saudoso ODAIR JOSE DE OLIVEIRA. Foi lançada a semente para a criação do PSL 17 MT. “Até a presente data que decidimos trazer o PSL para o Estado, deparamos com muitas dificuldades. Mas, com o tempo, conseguimos fortalecer ainda mais o PSL. Confiávamos em nossos esforços e que um dia este partido seria notório perante a sociedade. Prova disso, foi a vitória do nosso presidente da República, Jair Bolsonaro. Mesmo com a saída do ilustre presidente da República Jair Bolsonaro e alguns senadores, as leis não veta a saída de eleitos em cargos majoritária. O PSL ira continuar com um grande bancada federal nível Brasil e o nosso estado de Mato Grosso com um deputado federal e dois deputados estaduais que vão continuar dar apoio ao governo Bolsonaro até o último dia de seu governo, explica Emídio de Souza. O líder comunitário, Emídio de Souza, conta que o PSL está com uma nova cara e existem várias lideranças que atuam com credibilidade e responsabilidade para dar sequência à história do PSL. “Já participei diretamente de dez eleições e, infelizmente, não ganhei”, em 2004 Cheguei fica (3) suplente de vereador, Luís Poção, em 2008, (3) suplente do Pastor Whochiton Barbosa, na capital, em 2010, fiquei (4) suplente de deputado Estadual, Luís Marinho, MT. Na última eleição, Emídio explica que teve de cortar na própria carne convocando seus apoiadores a ser candidato a deputado estadual, e conseguiu registra chapa pura de candidatos, a deputados estadual com 38, nomes, garantindo (2) duas vagas na assembleia legislativa de MT. Mesmo assim recebeu muitos votos e não desanimou, pois sabia o quanto me esforçou. "Defendo as minhas ideias, prioridades e, principalmente, a proposta do partido PSL, de acordo com as normas estatutárias”, posiciona Emídio de Souza. Histórico – Inicialmente, o PSL participou ativamente nas eleições entre os anos de 1998 a 2018. Partido – O PSL é uma organização política autônoma que tem registro definitivo pelo Tribunal Superior Eleitoral desde junho de 1998. Atualmente, é representado no Brasil por 132, políticos, sendo três governadores, 3 três senadores, 52, deputados federais e 76 deputados estaduais. O partido apresenta propostas relacionadas ao liberalismo econômico, iniciativa privada, federalismo, governo limitado, estado de direito e império da lei, conservadorismo, democracia representativa, qualidade de vida com inclusão social e unificação do imposto pela redução da carga tributária, com Emídio de Souza.

  • EMÍDIO DE SOUZA MAJOR PSL MT. | Quinta-Feira, 28 de Novembro de 2019, 15h01
    0
    0

    EMÍDIO DE SOUZA MAJOR PSL MT., Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Só na observação | Terça-Feira, 26 de Novembro de 2019, 13h40
    0
    0

    Esses políticos mais antigos para não dizer carreiristas, adoram de fazer piadas com coisas sérias. Tem que rir para não chorar. Kkkkkkkkk

  • roberto pança | Terça-Feira, 26 de Novembro de 2019, 09h55
    1
    0

    erica vc falou tudo ta com pinta de canditado a vereador boa boa tamos juntos esse julio quer atirar em vidraça esquece que vidro vc não critique ajuda a terminar o que vc não fez

  • Cidadao | Terça-Feira, 26 de Novembro de 2019, 09h04
    2
    0

    Toma vergonha Julim.

  • erica | Terça-Feira, 26 de Novembro de 2019, 08h42
    3
    0

    cara entre bezerra e dante julio não pode esquecer o senhor jaime campos na ordem do dia o que jaime e de julio nada porque não terminou a obra vc não esquece que recebeu um bilhão de dolares não precisava fazer obras em rodovias federais não e obrigação de governo estadual e sim federal julio me desculpu olha antes de falar vc e um cara inteligente vc e o pai da caneta azul lembra par os professores,,,,,,,,,,,

Prejuízos para Acorizal de R$ 753 mil

clodoaldo monteiro 400 curtinha acorizal   O conselheiro interino Moisés Maciel concedeu medida cautelar proposta pela secretaria de Controle Externo de Contratações Públicas do TCE, suspendendo de imediato um termo de parceria, em vigor desde 2017, entre a prefeitura de Acorizal e a Oscip Iso Brasil. Foi descoberto...

"Eu não devo um centavo para Júlio"

sergio rezende 680   O empresário e ex-vereador de Chapada dos Guimarães, Sergio Rezende (foto), que foi "enquadrado" pelo cacique político do DEM, Júlio Campos, reagiu, mas sem as críticas duas de antes contra o ex-governador. Irritado pelos ataques feitos por Rezende em um grupo de WhatsApp, Julio gravou um...

Ex-vereador do DEM recua da disputa

ivan evangelista 400 curtinha   O pecuarista e ex-vereador Ivan Evangelista (foto) vai mesmo jogar a tolha. Apontado como uma das apostas do DEM na briga por vaga no Legislativo cuiabano, Ivan não se empolgou, notou dificuldades para se obter êxito nas urnas e vai comunicar a direção do partido de sua desistência da...

Gestão Tatá sob várias irregularidades

tata amaral 400 curtinha   A gestão Tatá Amaral (foto), em Poconé, está sendo marcada por uma série de irregularidades. Uma denúncia feita junto ao TCE pelo auditor público interno municipal, Ademar Vivan Júnior, foi confirmada. Descobriu-se, por exemplo, contratação...

Ucamb é multada por irregularidades

edio 400 curtinha   Numa sessão realizada por videoconferência, o TCE puniu o líder comunitário Édio Martins de Souza (foto) por irregularidades num convênio de 2009 com o Estado. Na época, Édio presidia a União Cuiabana de Associações de Moradores de Bairro (Ucamb)....

PSD reforça nome de Flávio em VG

selleman mathias 400 curtinha psd vg   Chamou a atenção a presença do presidente do diretório do PSD, em Várzea Grande, Selleman Mathias (foto), no lançamento da candidatura do empresário Flávio Vargas (PSB) à sucessão da prefeita Lucimar Campos, nesta quarta. Ao que tudo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.