Executivo

Sexta-Feira, 13 de Março de 2020, 11h:05 | Atualizado: 13/03/2020, 14h:08

AMAZÔNIA LEGAL

Juntos, Mauro e mais 7 governadores pedem reforço à União contra coronavírus

Jader Paes/ Agência Pará

mauro mendes fala do coronav�rus

O governador Mauro Mendes e mais sete governadores/vice-governadores dos estados que compõem a Amazônia Legal assinaram carta conjunta, na qual solicitam reforços ao Governo Federal para as medidas de prevenção e combate ao Coronavírus. Este é o primeiro bloco de governadores a se reunir para traçar ações conjuntas para conter o contágio da doença.

A carta foi assinada na noite de quinta (12), ao final do Fórum dos Governadores, realizado em Belém (PA) durante esta semana. Até o momento, nenhum caso de Coronavírus foi registrado nos estados do consórcio: Mato Grosso, Pará, Amapá, Maranhão, Roraima, Tocantins, Amazonas e Acre.

“Ante o cenário de emergência sanitária, manifestamos nossa preocupação com  o advento do coronavírus (Covid-19), com suas potenciais consequências para a saúde da população”, diz trecho do documento.

No documento, foi requisitado à União o imediato aporte de recursos para custear as ações emergenciais referentes ao avanço do vírus, além da “habilitação e imediata instalação adicional de 1.000 leitos de UTI para reforço da rede de cuidados intensivos” para estes estados.

“Em Mato Grosso, temos tomado e continuaremos a tomar todas as medidas necessárias, seguindo os protocolos do Ministério da Saúde. A Secretaria de Estado de Saúde também tem divulgado periodicamente a situação dos casos suspeitos. Ainda que não tenhamos nenhum caso confirmado, é necessário agir de forma preventiva”, ressaltou o governador. 

Atuação de MT

No Estado, no mês de fevereiro foi instituído o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE-MT), que é composto por profissionais do Estado, municípios e autoridades do Ministério Público.

O Centro de Operações é o responsável por tomar as decisões estratégicas ligadas ao monitoramento e combate à propagação do vírus. Além disso, o Estado já conta com um planejamento da assistência para tratar os casos da doença quando ela chegar em Mato Grosso.

Vale destacar que até o momento nenhum caso suspeito foi confirmado como positivo para a doença no Estado. Estão sendo monitorados seis casos suspeitos no estado, provenientes de cinco municípios; até o momento, não há casos confirmados no Estado.

Os pacientes apresentam sintomas relativos à doença respiratória e possuem histórico de viagem para países onde há a circulação do novo vírus. Os seis casos que levantam a suspeita do COVID-19 estão em Lucas do Rio Verde (1), Araputanga (1), Cuiabá (2), Nova Xavantina (1) e Várzea Grande (1).

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

PL quer suspender dívidas das cidades

max russi curtinha 400   Ex-prefeito de Jaciara, o deputado Max Russi (PSB) apresentou projeto que visa suspender os pagamentos das dívidas dos municípios com o Estado, durante o período de calamidade pública que foi decretado pelo governo por causa da pandemia do coronavírus. Max ressalta que MT não deve...

Articulação pra tentar voltar ao Procon

gisela simona 400 curtinha   Com adiamento e ainda sem nova data para a eleição suplementar ao Senado, Gisela Simona (Pros), que se afastou do Executivo para concorrer ao pleito, quer retornar ao cargo de secretária-adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon), vinculado à secretaria...

Senadora, ataques e defesa de Galvan

selma arruda 400 curtinha   Selma Arruda, senadora cassada por crimes eleitorais, um deles caixa 2, escreveu artigo entitulado "MP x Aprosoja. Afinal, quem tem razão", especialmente para defender o aliado político Antonio Galvan, presidente da Aprosoja. Ao concordar com plantio de soja dentro de período proibido pela...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.