Executivo

Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 15h:14 | Atualizado: 04/02/2019, 15h:39

Reunião em Brasília

Lei Anticrime atende demanda de MT, diz secretário após agenda com Sérgio Moro

Mayke Toscano

Mauro seguran�a

Bustamante apresentará Lei Anticrime ao governador e  cúpula da Segurança Pública de MT

O secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre Bustamente, representou o governador Mauro Mendes (DEM) na reunião promovida pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, para apresentar aos governadores e secretários de Estado o projeto de Lei Anticrime que será enviado ao Congresso Nacional. O encontro foi realizado em Brasília, na manhã desta segunda (4).

Bustamante afirmou que as propostas de Moro atendem as necessidades de Mato Grosso, principalmente em assuntos relacionados ao  sistema prisional e audiências de custódio. Informou ainda que vai repassar  as informações do encontro com o ministro da Justiça ao governador para discussões com o secretariado e a bancada federal.

 “A reunião com o ministro foi muito proveitosa. Foram apresentadas propostas de alteração penal e processual penal. Os governadores poderão apresentar propostas ao Congresso Nacional. As propostas buscam fazer um endurecimento contra o crime organizado, a corrupção e as organizações criminosas de forma que não sejam mais permitidas as benesses da lei para esses tipos de crime”, afirmou Bustamante.

“Vou levar as propostas ao governador Mauro Mendes para discutir com o staff e com os deputados e senadores de Mato Grosso. Em principio, atende as necessidades de Mato Grosso no que diz respeito ao sistema prisional e ao sistema processual penal. Dá uma celeridade maior e consegue organizar as audiências de custódia de forma a ficar mais justa”, completou.     

Lei Anticrime

As propostas buscam fazer um endurecimento contra o crime organizado, a corrupção e as organizações criminosas de forma que não sejam mais permitidas as benesses da lei para esses tipos de crime

Secretário Alexandre Bustamante

Em um projeto só são propostas alterações em 14 leis, como Código Penal, Código de Processo Penal, Lei de Execução Penal, Lei de Crimes Hediondos, Código Eleitoral, entre outros. Segundo o Ministério da Justiça, o  objetivo é combater de forma mais efetiva a corrupção, crimes violentos e o crime organizado, problemas enfrentados pelo país e que são interdependentes.  

O projeto, segundo Moro, adequa a legislação à realidade atual.  Com isso, dá  mais agilidade no cumprimento das penas, tornando o Estado mais eficiente e diminuindo a sensação de impunidade.

Mais cedo, antes do encontro com os governadores,   Moro conversou sobre o projeto com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O encontro com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), deve ocorrer ainda nesta semana.

O texto do projeto já havia sido apresentado e discutido pelo ministro com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL).  Agora, está na Casa Civil para análise e envio ao Congresso Nacional.

 Mudanças propostas

As principais mudanças propostas pela Lei Anticrime são Efetividade no cumprimento de penas; Confisco de produtos do crime; Combate às organizações criminosas; Maior efetividade do Tribunal do Júri; Soluções negociadas; e Aprimoramento das investigações. (Leia aqui a íntegra do projeto)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • augustos | Terça-Feira, 05 de Fevereiro de 2019, 06h48
    0
    0

    tudo não passa de show de marketing da União, e empurra para os Estados a conta, cadê os presídios para comportar, É O CASO DO PROJETO DE LEI PREVê a responsabilização da UNIÃO para custear os presidios e penitenciaria - sõ por exemplo em Mato Grosso a união não tem uma cela, todos os seus presos são custeados por MATO GROSSo, PODE ISSO, o momento é agora de fixar na lei a obrigação dos repasses - cade os juizes corregedores dos presidios, os promotores e a saudosa OAB

Candidatíssima à vereadora em Cuiabá

gisele almeida 400 curtinha   A apresentadora de TV, Gisele Almeida (foto), vai mesmo encarar o teste das urnas como candidata à vereadora em Cuiabá. Irmã do ex-vereador, ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE, Sérgio Ricardo, ela não perde tempo nas articulações. Recentemente, recebeu no...

Quebra-cabeça para definir a chapa

eduardo botelho 400 curtinha   Eduardo Botelho (foto) está postergando ao máximo a definição dos nomes de sua chapa ao comando da Mesa Diretora. A eleição já acontece no dia 10, na próxima semana. Como 12 dos 24 deputados brigam por espaço, o presidente da Assembleia sabe que, ao final,...

Secretário terá de explicar contrato

alex vieira 400 curtinha   O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira (foto), tem dois dias para apresentar defesa ao TCE sobre uma representação da empresa F. M Paragas, propriedade de Fernando Marcelo, que apontou supostas irregularidades na contratação, por dispensa de...

Presidente da OAB e péssimo exemplo

leonardo campos 400 curtinha   Continua repercutindo muito mal, inclusive em âmbito nacional, o escândalo em que se envolveu Leonardo Campos, o Léo Capataz (foto), que acabou se afastando da presidência da OAB-MT. Deu um péssimo exemplo à sociedade. Ele foi parar na Delegacia, na semana passada, sob...

3 fortes para prefeito de Rondonópolis

ze do patio 400 curtinha   Apesar da "inflação" de prefeitáveis em Rondonópolis, com quase 10 se colocando como virtuais candidatos a prefeito, a disputa deve ficar acirrada mesmo entre três. Um deles é Zé do Pátio (foto), do Solidariedade. Vai tentar o terceiro mandato não consecutivo e...

Ex-deputada vai à vereadora em VG

zilda pereira 400 curtinha   A ex-deputada estadual Zilda Pereira Leite (foto) permaneceu pouco tempo na base dos Campos em Várzea Grande. Chateada por não ter sido renomeada como secretária de Educação, de cuja pasta havia se afastado por problemas de saúde, Zilda se filiou ao PSB, do pré-candidato...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.