Executivo

Terça-Feira, 16 de Março de 2010, 14h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

LUCAS DO RIO VERDE

Maggi critica monopólio da ALL nas operações da Ferronorte

Blairo Maggi   Foto: Ednilson Aguiar    O governador Blairo Maggi (PR) voltou a criticar a forma de concessão da ferrovia Vicente Vuolo, conhecida por Ferronorte. Em entrevista em Lucas do Rio Verde nesta segunda (15), após lançamento do projeto de outra ferrovia - a Centro-Oeste -, Maggi revelou que vem discutindo com a ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, a possibilidade de incluir na primeira etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) as obras da Ferronorte em Mato Grosso.

  O governador republicano também disse que vai insistir na idéia de que a concessão por 90 anos da ferrovia inviabiliza benefícios ao produtor que vê nos trilhos uma alternativa econômica de transporte. Segundo Maggi, o projeto como está hoje é um verdadeiro monopólio. “Acho que está errada a concessão da Ferronorte para apenas uma empresa. É perfeitamente possível e viável conceder a construção da linha ferroviária para uma empresa e a operação (de carga e descarga) para várias. A ação do governo federal está errada”, reclamou Maggi.

   Maggi também defendeu que o governo federal viabilize recursos para que a Ferronorte tenha trilhos em Cuiabá. “O trem tem que apitar na Capital”, reivindicou. Ao lado de Maggi, o secretário-executivo do Ministério dos Transportes, Paulo Sérgio de Oliveira Passos, responsável interinamente pela pasta, não descartou a possibilidade da ferrovia ser traçada até Cuiabá, mas também não afirmou haver recursos para esse projeto neste momento.

   Ferronorte

    A América Latina Logística (ALL), detentora da concessão de construção da ferrovia que ligará Alto Taquari a Rondonópolis, quase perdeu o contrato. A ameaça foi feita pela ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Ela solicitou às àreas jurídicas do Ministério dos Transportes e da Agência Nacional de Transportes Terrestres uma análise do contrato de concessão. Dilma questionou o atraso e a falta de cronograma da ALL para a retomada das obras. Para o ministro Paulo Passos, a conclusão dessa ferrovia é um dos principais compromissos governo federal e que o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, não fechará os olhos para ela.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Trosoba | Sexta-Feira, 19 de Março de 2010, 21h36
    0
    0

    Ora sr. Maggi: "Pau de dá em Chico, também dá em Francisco". O sr~. gosta do monopólio da hidrovia do Madeira, não é? Depois reclama da ALL na Ferronorte? Quem sifu é o povo que precisa de boa logística!

  • joao | Quarta-Feira, 17 de Março de 2010, 07h05
    0
    0

    Este governo querer criticar a ferronorte, será que o governador esqueceu que no mandato dele de 7 e 3 meses não fez sequer 1 metro de ferrovia, não interessou em nada. Tem que ficar caladinho, quero ver é a oposição na época da campanha, o que vão dizer do governador. Falar nisso o governadorsó está despencando nas pesquisas, era 44, passou para 34, e agora está com 31, será onde vai parar?

  • FLAVIO PINHO | Quarta-Feira, 17 de Março de 2010, 00h37
    0
    0

    OLHA SÓ QUEM CRITICA MONOPÓLIO (SE ACASO HOUVER)... ESTA FERROVIA ESTÁ VETADA À UM SÓ MONOPÓLIO - O MONOPÓLIO DA SOJA !!! ME ENGANA QUE EU GOSTO, KKKK. ACORDA MAGGI, MATO GROSSO JÁ DESPERTOU !!!

  • antonio da silva | Terça-Feira, 16 de Março de 2010, 18h23
    0
    0

    Que falta de justificativa do blaio para justificar o injustificavel, ferronorte parada a oito anos em alto araquai. agora em pleno ano eleitoral que lançar ferrovia centro oeste, matogrosso preciza da ferrovia mas como ramal da ferronorte apos passar por rondonopolis e cuiaba e chegando ao medio norte de matogrosso e norte do brasil.

  • bento porto | Terça-Feira, 16 de Março de 2010, 16h54
    0
    0

    Esta crítica do governador é muito pertinente.Pelos passos de tartaruga da ferronorte em 10 anos ela não colocará os trilhos até cuiabá.Não só o governo do estado deve denunciar este monopólio, mas a bancada federal e o ministério público. A exigência é que até 2014 esta ferrovia passando por rondonópolis já esteja apitando em cuiabá. Bem assim a conclusão da BR163 até o porto de Santarém. Até lá já teremos um VLT, metrô de Superfície nos eixos centrais de Cuiabá e outras obras de infraestrutura urbana modernizando o trânsito da região metropolitana. Já se esperou muito por esta ferrovia e a chegada da 163 no porto de Santarém.....

  • Jefferson Rocrigues | Terça-Feira, 16 de Março de 2010, 16h52
    0
    0

    Vou dar o nome para essa ferrovia: FERROVIA DA SOJA

Fernanda em almoço com Bolsonaro

fernanda 400 bolsonaro curtinh   A coronel Fernanda, candidata à senadora pelo Patriota, almoçou com Bolsonaro nesta sexta, em uma fazenda, em Sorriso. A militar foi a única que teve o apoio declarado do presidente na eleição suplementar ao Senado que acontece em 15 de novembro. Mais cedo, por volta das...

Prefeita cobra duplicação e ferrovia

rosana_curtinha   A prefeita de Sinop Rosana Martinelli aproveitou a visita do presidente Jair Bolsonaro na Capital do Nortão para cobrar uma solução para a duplicação da BR-163, sob concessão, e também pediu empenho na Ferrogrão e a implementação de porto seco na cidade. O...

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

Coordenador quer mostrar obras de EP

vanderlucio curtinha   Coordenador da campanha de Emanuel Pinheiro à reeleição, Vanderlúcio Rodrigues (foto) garante que o grupo vai focar na divulgação de propostas e não fará ataques pessoais aos 7 adversários. O ex-secretário de Obras Públicas avalia que o grupo...

Tucano ainda com sequelas da Covid

ricardo saad curtinha 400   O vereador cuiabano e presidente do PSDB na Capital, Ricardo Saad (foto), segue na luta para reverter as sequelas deixadas pela Covid-19. Mesmo Dois meses após ser infectado, diz que 53% do seu pulmão ainda está comprometido e que, por isso, sente muita falta de ar. Candidato à...

Tentando golpe político em Tangará

amauri 400 curtinha   O deputado estadual Paulo Araújo (PP) sofreu uma tentativa de golpe vinda de uma pessoa em quem ele confiava totalmente, o seu ex-assessor Amauri Paulo Cervo (foto). Até há poucos dias, Amauri estava lotado no gabinete do deputado, na AL, quando se licenciou com intenção de concorrer...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.