Executivo

Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2010, 12h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

RUMO ÀS URNAS

Maggi e Silval aproveitam almoço para estreitar laços com Dilma

    O governador Blairo Maggi (PR) e seu vice e pré-candidato ao Palácio Paiaguás Silval Barbosa (PMDB) aproveitaram a visita da ministra-chefe da Casa Civil Dilma Rousseff (PT) para estreitar ainda mais a relação e pedir apoio ao peemdebista. Os apelos teriam sido feitos principalmente no almoço que aconteceu na Lelis Peixaria e em uma reunião minutos antes do encontro com o setor produtivo, que ocorreu às 15h no Palácio Paiaguás, com a presença da senadora Serys Marly e do deputado federal Carlos Abicalil.

   Apesar das especulações em torno da conversa, Serys nega que o assunto tenha sido tratado nesta terça (23). Mesmo assim, confirma que há um grande entendimento entre as siglas, que caminham para a concretização da aliança PT-PMDB-PR. “Não posso dizer que esta questão está absolutamente fechada, mas o próprio presidente Lula e a ministra têm feito discursos de coligação com o PMDB”, frisa a parlamentar petista, que disputa internamente com Abicalil a vaga de pré-candidata a senatória nas eleições deste ano, numa referência ao encontro nacional do PT, realizado na semana passada, onde também foi tratado da questão das alianças. Na oportunidade, ficou clara a preferência dos petistas pelo PMDB e do próprio PR.

   Durante a visita de Dilma a Cuiabá, a ministra “rasgou” elogios ao governador Maggi, que por sua vez também não economizou os adjetivos à ministra e avaliou que ela tem total condição de chegar à Presidência da República – veja aqui.  Apesar do clima de euforia, a ministra evitou falar de política e, ao ser perguntada sobre a sua pré-candidatura, desconversou. Disse que estava em Cuiabá como ministra e que, por isso, não poderia falar como uma pretensa candidata a Presidência da República.

  Reivindicações

   Segundo a senadora, a visita de Dilma foi bastante proveitosa. Foram discutidas a viabilização de recursos para a Copa do Mundo de 2014 e liberação de recursos para a construção do Hospital Universitário. “Tivemos alguns encaminhamentos importantes”, pontua Serys. A expectativa é que a ministra volte a Mato Grosso apenas como presidenciável. “Não há data ou discussões sobre uma nova visita”.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • João Batista | Sexta-Feira, 26 de Fevereiro de 2010, 16h26
    0
    0

    O Silval e a Dilma tem algo em comum mesmo, porque os dois são competentes e trabalhadores!!!

  • Sandro Cesar | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2010, 16h27
    0
    0

    maggi e silval sabem que não adianta leitear a dilma, acho que ela não consegue nem levar pro 2º turno, SERRA NELES!!!

  • claudinei | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2010, 14h57
    0
    0

    Em Cuiabá todos estão preocupados em se livrar do Wilson, garantir a continuidade e ampliar o avanço do governo Maggi e principalmente do governo Lula, como o próprio Wilson Santos em 2008 dizia " Lula é parceiro de Cuiabá " toda sociedade cuiabana esta empenhada no projeto copa 2014, se mudar de mãos, a chance de perder a sede é de 100% por isso estamos com Dilma, Silval e Blairo ministro...

  • Lady Laura | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2010, 14h53
    0
    0

    Silval temos certeza de que na sua gestão como Governador de Mato Grosso você vai continuar criando oportunidades de crescimento do nosso Estado!!!

  • Barbosa | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2010, 12h47
    0
    0

    Quanto puxa saco de plantão. Se o Silval for ruim de voto eu não sei o que força política. Um político de uma pequena cidade que já é apontado pelas pesquisas como o grande nome ao governo do Estado. Tem candidato que aposta exatamente na sua lábia para convencer os desavisados e depois passa o mandato todo se justificando das promessas não cumpridas... Ao que parece os cuiabanos não ligam para Mato Grosso, ao invés de gelar esse WS ainda o defendem para todo o Estado. Para nós, já basta um cidadão chamado Zé do Pátio, dois é demais.

  • nelson | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2010, 12h19
    0
    0

    A Dilma e o Silval, tem algo em comum, os dois são ruins de voto , outro detalhe em comum são chatos

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

MAIS LIDAS