Executivo

Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 14h:10 | Atualizado: 22/08/2019, 18h:31

QUEIMADAS NA AMAZÔNIA

Mauren fala em sensacionalismo e notícia falsa sobre nuvem que encobriu SP na 2ª

Mayke Toscano

Mauren Lazzaretti, Mauro Mendes e Ricardo Salles

A secretária de Meio Ambiente Mauren Lazzaretti após acompanhar sobrevoo do governador Mauro Mendes e do ministro Ricardo Salles, nesta 4ª

A secretária estadual de Meio Ambiente Mauren Lazzaretti concorda com a tese de que a imprensa está fazendo “sensacionalismo ambiental” com a  nuvem escura que encobriu regiões de São Paulo na última segunda (19), e transformou o dia em noite. Em sua avaliação, os veículos acabam divulgado fake news sobre o assunto.

A reclamação foi feita pelo ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, que visitou Mato Grosso ontem (21), para vistoriar in loco os efeitos das queimadas, quando estava em Sertãozinho (SP). Ocorre que institutos de meteorologia afirmaram que a nuvem foi formada pelo encontro da fumaça oriunda de queimadas da região Amazônica do Brasil, Paraguai e Bolívia com uma frente fria que atingiu o Sudeste brasileiro.

“Concordo com o ministro Ricardo Salles. Cientificamente ficou demonstrado que isso realmente não existe. Eu acredito na ciência, não em opinião ideológica ou política. Cientificamente, a explicação não é essa”, declarou Mauren Lazzaretti, no hangar do Centro Integrado de Operações Aérea (Ciopaer), junto ao Aeroporto Marechal Rondon, após sobrevoar a Grande Cuiabá acompanhada por Salles e pelo governador Mauro Mendes (DEM).

Os dados são a respeito de focos de calor e queimadas, não que o evento ocorrido tenha origem direta naquilo

Mauren Lazzaretti

A secretária também contestou as afirmações dos institutos de meteorologia. A exemplo de Salles, afirma que não há comprovação  que a nuvem tenha se originado das queimadas.

“Os dados são a respeito de focos de calor e queimadas, não que o evento ocorrido tenha origem direta naquilo. Precisamos separar aquilo que é real daquilo que é conclusão subjetiva de determinado segmento”, completou.

Para Mauren, o único dado comprovado diz respeito ao aumento dos focos de calor. Lembra ainda que isso não significa necessariamente o aumento do número de queimadas em Mato Grosso. “O que é real é que nós temos um aumento dos focos de calor que não necessariamente indicam queimadas, mas aumentam a sensação térmica sentida pelo ser humano e está incomodando a saúde pública”.

Atualmente, Mato Grosso lidera o ranking de queimadas na Amazônia, com aproximadamente 14 mil focos de calor acumulados em todo ano. Os dados  são do  Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (Inpe).

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • nilton | Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019, 12h01
    1
    0

    o satélite da Nasa está errado também ? pqp que M de governo

  • Ambientalista | Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019, 04h31
    6
    0

    Senhora Secretária esse seu discurso é tipo de quem quer se omitir alias , o Governador deveria substituir la do comando da Sema, porque a orientação do deputado madeireiro e sempre no sentido de frouxar as regras ambientais e todos sabem quem a indicou para a SEMA. Se o Governador continuar com o madeireiro como líder na AL/MT, Poderá ter sérios problemas com a justiça Federal em especial com a Policia Federal.. Governador o Mundo todo acordou para as questões ambientais e os países do G7 vão se reunir para aprovar ações, Mato Grosso poderá sofrer uma perca irreparável com um boicote aos nossos produtos..

  • paulo roberto | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 20h04
    8
    1

    Esse tal do Mauren completamente sem noção, de onde que Mauro Mentes trouxe esse camarada!! kkkkkkkk

  • MARCIO GONCALO DE LIMA | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 18h18
    9
    2

    Não sei porque tanto interesse em mascarar os fatos. O povo vê e está sofrendo as consequências. Não bastasse isso o próprio agronegócio já mostra insatisfação com tais atitudes. A quem o governo deve defender?

  • Jorge | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 17h27
    1
    9

    A mídia não mostrou queimadas nos anos anteriores pois nunca teve queimadas na Amazônia. Este foi o primeiro ano que a Amazônia e o cerrado pegaram fogo. Culpa deste atual governo fascista.

  • Zora | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 16h49
    12
    4

    As correntes de vento podem carregar diversos tipo de partículas até para outros continentes, como no exemplo de uma nuvem de poeira levada da China até a América do Norte em 2007. A ignorância pode causar doenças e até a morte.

  • Nelson | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 16h30
    12
    2

    Realmente secretária o aumento do numero de focos de calor não significa aumento no numero de queimadas, porém podem significar que as queimadas descontroladas atingiram áreas de vegetação remanescente originando grandes incêndios florestais. É o caso do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães do Parque Estadual da Serra de Ricardo Franco, serra da Petrovina.... Iniciam com uma queimada para limpar área para agricultura ou pasto e se tornam grandes incêndios nas florestas, cerrados e pantanal

  • Benedita da Silva | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 14h38
    17
    2

    Conyra esta fake news fatos que os satélites do INMET demonstram, os rios de fumaça. E so buscar em outras midias estes fatos. Até o ministro reconhece que estes incêndios são criminosos. E estão ocorrendo preferencialmente em áreas privadas. E sensacionalismo?

Matéria(s) relacionada(s):

4 órgãos do Estado no monitoramento

Como parte de um projeto piloto, quatro órgãos públicos do Estado estão sendo monitorados em tempo real, com câmeras analíticas que fazem o videomonitoramento. Nas funcionalidades do sistema estão até simulações de ativação de alarme e botão do pânico. As câmeras estão instaladas na 10ª Ciretran, na Superintendência de Assistência Farmacêutica e em duas...

Governo inaugura posto na fronteira

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugura na quarta o Posto do Limão, do Gefron, na região de Cáceres. Decola para Cáceres logo cedo e pousa na pista da fazenda Santa Helena. Dali segue 14 km de carro até o posto a ser inaugurado. O chefe do Executivo vai aproveitar para fazer um...

Estiagem faz Tangará racionar água

renato_golveia_curtinha400   A estiagem severa que castiga o Estado e provoca milhares de focos de incêndio, começa a afetar o sistema de abastecimento de água. Em Cuiabá, a concessionária pediu uso consciente da água. Já em Tangará, a situação ganha contornos dramáticos. O...

Lucas arrecada R$ 58 mi em impostos

binotticurtinha_400   Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (PSD), arrecadou R$ 58,274 milhões em impostos de 1º de janeiro até 13 de setembro deste ano, às 17h. Os dados são do Impostômetro e foram divulgados pela Fecomércio. No mesmo período em 2018, foram R$ 52,493 milhões. Nos 12 meses...

De fora da disputa em Rondonópolis

percival muniz 400   O pecuarista Percival Muniz (foto), hoje "mergulhado" nas duas fazendas na região do Xingu, adianta que não será candidato a prefeito de Rondonópolis, posto já ocupado por ele por três vezes. Mesmo com recall junto à população de bom gestor e popular, ele é...

Conselheira e o faturamento familiar

jaqueline jacobsen curtinha 400   Está repercutindo muito mal para a conselheira substituta do TCE-MT Jaqueline Jacobsen (foto) a notícia publicada pelo site O Livre, nesta sexta, de que a sua irmã, advogada Camila Jacobsen, em sociedade com Eveline Guerra, filha da conselheira, são sócias da "Jacobsen &...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.