Executivo

Quinta-Feira, 25 de Abril de 2019, 08h:37 | Atualizado: 25/04/2019, 08h:42

SANTA CASA

Mauro diz que decidiu elaborar plano de gestão diante de inércia de Emanuel

Rodinei Crescêncio

Santa Casa de Cuiab�

Hospital está fechado e ministro exige estratégia para repassar recurso

O governador Mauro Mendes (DEM) declarou, na tarde desta quarta (24), que irá apresentar um plano de reabertura da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá porque a Prefeitura não entregou nenhuma proposta para que a unidade de saúde volte a fazer atendimentos.

A Santa Casa paralisou todas as atividades em 11 de março. A administração do local alegou que não havia condições de manter os serviços, em razão da crise financeira enfrentada pela instituição, que não vinha recebendo repasses do Poder Público. Os funcionários do local estão sem receber desde novembro passado.

Desde o fechamento das portas, Município, Estado e União não entraram em um acordo se irão assumir a responsabilidade pela reabertura do hospital filantrópico.

Na terça (23), o governador pediu que membros da Secretaria Estadual de Saúde (SES) elaborem um plano para reabrir o hospital. Segundo ele, a medida foi tomada diante da inércia da Prefeitura da Capital, que há mais de 40 dias não apresenta uma proposta para solucionar o caso.

“Estávamos aguardando que o município tomasse alguma providencia, porque a Santa Casa é gestão plena, isso significa que a Prefeitura faz toda a regulação, fiscalização e acompanhamento. Cabe ao Estado e à União repassar os recursos, através do Fundo Municipal de Saúde. Como isso não aconteceu, estamos propondo apresentar uma solução”, afirmou.

Mauro se esquivou de críticas à conduta adotada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) em relação ao caso. “O julgamento quanto ao prefeito cabe aos senhores [jornalistas] e ao cidadão”, limitou-se a comentar.

Na última segunda (22), o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta visitou a Capital e participou de uma reunião sobre a Santa Casa. Segundo Mauro, o encontro com o membro da equipe do presidente Jair Bolsonaro (PSL) não foi suficiente para trazer uma solução ao imbróglio enfrentado no hospital bicentenário, em razão da ausência de propostas da Prefeitura.

“Não houve nenhuma garantia. A visita de um ministro sempre é importante. Ele veio aqui para outro assunto. Já tínhamos conversado com o ministro, ele disse que precisava de um plano. A Prefeitura havia dito que tinha um plano, já anunciou várias vezes, já se passaram 40 dias e esse plano não foi entregue. Então, determinei que essa semana se elaborasse um plano, que teremos na semana que vem”, declarou.

O democrata explicou que ainda não há prazo para a conclusão da proposta da Secretaria Estadual de Saúde sobre a Santa Casa, porém não passará da sexta-feira da semana que vem. “Ainda não sabemos qual vai ser a solução. Vamos esperar técnicos estudarem. Garanto aos senhores que vamos tomar a melhor decisão que preserve dinheiro público”, declarou.

“Temos um equipamento de saúde pública, contratualizado com a cidade de Cuiabá, que presta serviços de média e alta complexidade e está fechado. Caberia ao município, como gestor pleno, tomar as atitudes, isso é óbvio. Mas não fez. Então nós faremos. Vamos trabalhar para que ela seja reaberta”, acrescentou.

Emanuel comentou sobre plano de Mauro

Na manhã desta quarta, o prefeito Emanuel Pinheiro comentou que não havia sido comunicado da decisão de Mauro criar um plano para tentar reabrir a unidade de saúde filantrópica.

"O prefeito aguarda o posicionamento do Governo para então saber qual a contribuição que lhe cabe, uma vez que a Santa Casa é um hospital privado e a maioria dos pacientes atendidos é do interior de Mato Grosso", disse o emedebista, por meio de comunicado.

União e Estado haviam se posicionado por uma intervenção da Prefeitura e afastamento dos gestores do hospital. Emanuel, no entanto, alega que a viabilidade de uma intervenção somente pode acontecer com a ajuda do Governo e da União.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • REIGI | Quinta-Feira, 25 de Abril de 2019, 17h02
    4
    0

    Esse Mauro Mendes!! Tá de brincadeira, quer fritar o prefeito, não consegue resolver as situações dos regionais, ou seja, os pacientes da santa casa na sua maioria são de fora onde não funciona, o prefeito Emanuel Pinheiro por varias vezes vem tentando uma parceria com o governo e o governador MM só correndo, agora quer dar uma de herói, só sendo muito idiota pra acreditar, fala sériooooo..... de olho na prefeitura, vai lançar quem? Fabio Garcia kkkkkkkkkk

  • Adalgiza | Quinta-Feira, 25 de Abril de 2019, 10h10
    3
    1

    O ralo sem fundo não pode continuar, senão nossas criancinhas continuarão sofrendo pela falta de competência e pela corrupção. Abaixo a impunidade e a sem vergonhice.

  • Ggm | Quinta-Feira, 25 de Abril de 2019, 08h58
    1
    5

    Esse prefeito tá de brincadeira, gosta de polemizar a Santa casa só precisa de ajuda. O governo toma a iniciativa de resolver, ele quer fazer política as custas da saúde da população. Fora mané gogó.

Matéria(s) relacionada(s):

Prefeito é ovacionado em solenidade

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) foi ovacionado nesta segunda (17), durante a solenidade que marcou entrega das chaves das unidades do Residencial Nico Baracat I,  no Jardim Liberdade, região da Grande Osmar Cabral. No geral, 360 famílias receberam as chaves dos imóveis, programa do Minha...

Governador, Nota MT e provocação

mauro mendes curtinha   Ao lançar a Nota MT, programa que estimula e incentiva o contribuinte a pedir nota em toda compra de mercadoria, o que ajuda na cultura do combate à sonegação fiscal, o governador Mauro Mendes (foto) copia para o Estado a mesma proposta implantada em Cuiabá na época em que foi...

Cândida Farias troca MDB pelo DEM

candida farias curtinha   Aos 68 anos, completados nesta segunda (17), a empresária Cândida Farias (foto), segunda-suplente do senador Jayme Campos, está desembarcando do MDB e vai se filiar ao DEM. Apesar da mudança de legenda, ela não tem pretensões de concorrer a cargo eletivo nas urnas de 2020....

Vander forte pela oposição em Tangará

vander masson curtinha   O nome mais forte hoje da oposição em Tangará da Serra, do ponto de vista da densidade eleitoral, é do empresário Vander Masson (foto), que ficou em terceiro lugar para prefeito em 2016 e, no pleito do ano passado, concorreu e perdeu para deputado federal. Filho do ex-prefeito e...

Prefeito de Tangará prepara sucessor

wesley torres curtinha tangara   Em Tangará da Serra, cidade pólo do Médio-Norte, o prefeito emedebista Fábio Junqueira, que está no segundo mandato, quer lançar à sucessão Wesley Torres (foto), diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). Em...

Ex-tucano histórico agora reforça PSB

aparecido alves curtinha   O ex-deputado por alguns meses e ex-presidente do Intermat na época do Governo Dante, Aparecido Alves, o Cido (foto), se filiou neste sábado ao PSB, um mês depois de ter deixado os quadros do PSDB, do qual era considerado militante histórico, inclusive desde a década de 1990. Sua ficha...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.