Executivo

Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 09h:33 | Atualizado: 19/11/2019, 09h:43

Sob vaias

Mauro diz "restabelecer a verdade" e nega ter deixado a obra do HMC abandonada

O governador Mauro Mendes (DEM) foi vaiado na solenidade de entrega final do novo Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na noite de ontem (18). Isso porque depois de discursar por 18 minutos, o democrata refutou o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), em relação à declaração do chefe do Poder Executivo municipal de que recebeu as obras paralisadas.

Rodinei Crescêncio

Mauro Mendes

Governador Mauro Mendes aproveitou evento de inauguração para alfinetar Emanuel

Mauro entregou um envelope a Emanuel contendo uma planilha com todas as medições realizadas na obra desde julho de 2015, quando ele lançou a construção enquanto prefeito da Capital. “Quero deixar em suas mãos uma planilha que mostra que desde julho de 2015, quando a obra teve a primeira medição, até maio quando teve sua 47ª medição, em todos esses meses em todos esses anos houve medição, deixou essa obra em pleno funcionamento e não houve paralisação”.

O HMC começou a ser construído por Mauro, enquanto prefeito da Capital, e teve R$ 50 milhões de contrapartida do Governo do Estado, R$ 100 milhões da União, e R$ 40 milhões da prefeitura. 

O governador disse que Emanuel, equivocou-se ao dizer que a obra estava paralisada e que o erro teria sido provocado por falta de informação por parte de sua assessoria.

Mauro justificou, ao entregar o envelope a Emanuel, que estava restabelecendo a verdade. Neste momento, grande parte dos presentes - servidores e lideranças comunitárias da base de Emanuel - vaiou o governador, que logo se retirou da cerimônia para ir ao jantar com os prefeitos, no Palácio Paiaguás.

Emanuel permaneceu com uma cara de espanto na hora de receber o envelope, mas revidou as palavras do governador durante seu discurso ao final do evento.

O prefeito também apresentou um vídeo com o antes e depois do HMC. “Quando assumi a prefeitura, essa obra era escombro e matagal”, disse no discurso, após mostrar fotos que demonstravam a condição de abandono.

Emanuel também refutou Mauro de que 30% da obra estavam prontos, alegando que apenas 25% foram concluídos pelo ex-prefeito.

Competição

Desde as eleições 2018, Mauro e Emanuel protagonizam rixas. As ofensas trocadas publicamente partiram para o campo pessoal. E, apesar do prefeito tentar se manter na linha da política da boa vizinha, não consegue se livrar dos ataques do governador. 

Na cerimônia de entrega do HMC, não foi diferente. Enquanto Emanuel enfatizou que o hospital é a maior obra de saúde pública do Estado, com 21 mil metros quadrados de construção, Mauro anunciou que retomará as obras do Hospital Central, no Centro Político da Capital, abandonadas há 30 anos, e que terá 24 mil metros quadrados.

Mauro também prometeu que o próximo mês relançará o edital das obras do Hospital Júlio Muller, paralisadas desde 2015 e que “esse sim, será o maior hospital do Estado com mais de 50 mil metros quadrados”.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Carlos | Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 20h53
    1
    1

    Mauro Mendes será lembrado como o pior governador da história de Mato Grosso, está conseguindo superar o Silval Barbosa (que roubou, mas pavimentou o Estado, pagou a folha salarial em dias o que ajudava muito o comércio) e o Pedro Taques (que apesar dos defeitos, tinha mais tino político).

  • Kamila Santiago | Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 18h23
    1
    0

    Muita dor de cotovelo...deselegância total...falta de respeito com todos...absoluto despreparo político do sr MM.

Matéria(s) relacionada(s):

Denúncia, psiquiatria e agora atestado

elizabeth 400 curtinha   Lotada como técnico-administrativo do RH do Hospital Metropolitano da Capital, Elizabete Maria de Almeida (foto), recorreu a um psiquiatra uma semana depois de registrar um BO e, sem apresentar provas, acusar o prefeito Emanuel de negociata, inclusive com dinheiro vivo para vereadores, com vistas a...

Título de Cidadã para senadora goiana

janaina riva 400 curtinha   A Assembleia fará sessão solene nestes últimos dias de 2019 para prestar homenagem a várias personalidades de diferentes segmentos e profissões. Uma das que serão condecoradas com o Título de Cidadã Mato-Grossense é a goiana Kátia Regina de Abreu,...

Francis sem os vereadores do partido

cesare 400 curtinha vereador caceres   A administração Francis Maris em Cáceres se tornou tão emblemática que perdeu apoio dos dois únicos vereadores do seu partido, o PSDB, na Câmara Municipal. Os tucanos Valdeniria Dutra e Claudio Henrique integram hoje o bloco de oposição ao prefeito,...

Gilberto prestigia sobrinho na Câmara

marcelo oliveira 400 curtinha   Depois de 11 meses sem pisar os pés na Câmara Municipal de Cuiabá, o vereador licenciado Gilberto Figueiredo, secretário estadual de Saúde e um dos pré-candidatos a prefeito do grupo do governador Mauro, apareceu neste sábado na sede do Legislativo, no ato que marcou a...

Suplente que terá 2 anos de mandato

adilton da levante 400 curtinha   Derrotado à reeleição em 2016, Adilson da Levante (foto) reassumiu cadeira de vereador pela Capital desde janeiro deste ano e deve prosseguir no cargo até o final do mandato, em dezembro de 2020. É que o titular Gilberto Figueiredo, que se elegeu pelo PSB e vai migrar para o DEM,...

PSDB veta Taques e vai priorizar Leitão

paulo borges 400 curtinha   O comando regional do PSDB não vai dar chance para Pedro Taques, caso este ensaie concorrer ao Senado com a provável suplementar, já no início de 2020 com a iminente cassação do mandato de Selma. Embora tenha dito que hoje se dedica à advocacia e à vida de professor...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.