Executivo

Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 09h:53 | Atualizado: 13/12/2019, 09h:59

Executivo

Mauro é contra Pivetta disputar Senado e diz que vice não é "vaquinha de presépio"

Com a iminência da eleição suplementar para preencher a vaga que será deixada por Selma Arruda (Pode), no Senado, o governador Mauro Mendes (DEM) diz que defenderá a permanência de Otaviano Pivetta (PDT) no governo. O vice-governador é um dos nomes cotados para disputar o pleito extraordinário.

Rodinei Crescêncio

Governador Mauro Mendes e vice Otaviano Pivetta

Governador Mauro Mendes ressalta lealdade de vice Otaviano Pivetta: não fica articulando seus interesses próprios

Mauro avalia que, apesar de ser positivo ter alguém de confiança no Senado, para defender os interesses do Estado, prefere Pivetta ao seu lado para continuar coordenando áreas essenciais. “Para mim é um prazer enorme ter um vice que não fica nos corredores articulando interesses próprios, e, também, que não é uma vaquinha de presépio. É alguém que ajuda muito na infraestrutura, educação e Empaer. Eu, tranquilamente, repasso a ele essa responsabilidade”, disse Mauro em entrevista à Rádio Capital FM, na manhã desta sexta (13).

O chefe do paiaguás ressalta ainda que é importante ao político cumprir com o mandato para o qual foi eleito até o fim. “Eu defendo, se você se elegeu para um cargo não pode ficar enganando o eleitor, cumpra seu mandato. Vou defender que ele fique como vice-governador”, ponderou.

Após ter passado quatro anos na Prefeitura de Cuiabá sem vice, Mauro demonstra não querer repetir a história. Em 2012, quando foi eleito para comandar o Poder Executivo municipal da Capital, o seu vice, então deputado estadual João Malheiros (PL), renunciou ao cargo um dia depois de diplomado, sob a justificativa de que contribuiria mais com o Estado estando na Assembleia.

Já Pivetta é aliado de Mauro desde 2010, quando também concorreu a vice de Mauro ao Palácio Paiaguás. À época, Silval Barbosa - que havia assumido após renúncia de Blairo Maggi, que foi eleito senador - foi reeleito. Com perfil discreto, Pivetta reúne as condições que atraem diversos grupos políticos e econômicos, principalmente, por ser ligado ao agronegócio, ao mundo empresarial e já experimentado politicamente.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Yuri | Sábado, 14 de Dezembro de 2019, 14h23
    0
    1

    Piveta é um bom admistrador, gestor, mais sempre será um pessimo Parlamentar, ele por ser um cara, genioso e pouco afavel, ficará isolado no Senado, enquanto no Governo Estadual ele é admirado e tem prestigio.Para ser candidato tem que renunciar o cargo 6 meses antes, ou seja agora, hoje, pois a eleição deverá ser em Maio de 2020, creio que nem dá mais tempo de desincompatibilzar-se.

  • joaoderondonopolis | Sábado, 14 de Dezembro de 2019, 06h20
    0
    3

    Piveta vai em frente com a sua intenção de candidatar ao senado. Não siga ideia de ninguém, pois alguém pode estar cumprindo pedido para que não seja candidato. Pois você tem condições moral e política para ser um senado e ser o orgulho de MT e do Brasil. Vá em frente e desconsidere pedidos contrários.

  • renato | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 17h30
    9
    1

    esse não ganhou nem no municipio que ele disputou , quanto mais no estado .

  • Hermes de Alcantara Silva | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 17h21
    1
    7

    Não tem sentido, o Vice Governador Octaviano Pivetta, que vem ajudando muito o Governo Mauro Mendes, que tem mandato até 31.12.2022, renunciar 3 anos de mandatos, para disputar um eleição dificil de Senador, quando o nosso Grupo politico vitorioso em 2018, tem outros nomes qualificados como do Julio Campos, Carlos Favaro, Cidinho Santos e outros,para ser Senador. Pivetta é um excelente executivo e não tem vocação para o Legislativo.

  • Ricardo | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 15h21
    7
    0

    Nós precisamos de pessoa que tenha biografia ética e decência

Ex-vereador por 5 vezes tenta retornar

wilson kishi 400   Após uma década sem encarar uma disputa eleitoral, Wilson Kishi (foto), que já exerceu cinco mandatos de vereador por Cáceres, somando quase 20 anos ininterruptos de assento no legislativo, decidiu se submeter ao teste das urnas de outubro. Vai tentar cadeira de vereador. Se filiou ao PSB, que tem a...

SD e chapa competitiva pra vereador

aluizio lima 400   Comandado no Estado por Zé do Pátio, prefeito de Rondonópolis, o Solidariedade ganhou novos filiados em Cuiabá e já tem uma lista de 32 pré-candidatos a vereador, numa expectativa de conquistar até quatro cadeiras. Além dos recém-filiados, vereadores Vinicius Hugueney...

MDB diz apostar em Thiago em Roo

thiago silva 400 curtinha   Dirigentes do MDB contestam o registro em nota no Curtinhas, assegurando que a oposição está forte em Rondonópolis e que deve unificar os grupos políticos e derrotar o projeto de reeleição do prefeito Zé do Pátio. Pesquisas internas estão deixando...

Pátio, adversários fracos e reeleição

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto), por mais populista, demagogo e com uma gestão avaliada pela maioria como desastrosa, caminha a passos largos para conquista de mais um mandato. Tende a vencer pela lógica do menos pior. Seus virtuais adversários são...

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.