Executivo

Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 16h:41 | Atualizado: 04/02/2019, 20h:43

Mauro não vai na AL nem a Brasília para preparar o parcelamento da folha salarial

Rodinei Crescêncio

Mauro Mendes, Rog�rio Gallo e Otaviano Pivetta

Mauro Mendes, com secretário Rogério Gallo e vice Otaviano Pivetta, trata da folha salarial

O governador Mauro Mendes (DEM) não compareceu na abertura do ano legislativo da Assembleia nem viajou a Brasília para participar da reunião com o ministro da Justiça Sérgio Moro onde foi apresentada a Lei Anticrime, nesta segunda (4), para tratar folha de janeiros dos servidores públicos estaduais.   Por isso, passou a manhã reunido com o secretário estadual da Fazenda, Rogério Gallo, e com os demais integrantes da equipe econômica. À tarde, iniciou a elaboração do calendário de pagamento, que deve ser concluído nos próximos dias.  

Coube ao chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, ler a mensagem ao Legislativo prometendo manter os repasses aos municípios em dia para evitar pedaladas fiscais. Em Brasília,  Mauro foi representado pelo secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, que avalia que a Lei Anticrime de Moro atende as necessidades de Mato Grosso. 

A expectativa é que neste mês os salários sejam parcelados,   ou seja, todos serão contemplados já na primeira parcela, respeitando um teto estabelecido de acordo com o caixa do Palácio Paiaguás. Por exemplo, um servidor que recebe R$ 4 mil por mês, se o teto determinado for este para cada servidor, ficará com o salário quitado e os demais que ganham mais do que isso vão receber somente este valor e o restante em outras parcelas.

“Os mais de 100 mil vão receber um valor que o caixa permitir. O que a arrecadação permitir no dia 10. À medida que tivermos a disponibilidade financeira, vamos complementando esses valores”, declarou Mauro, durante reunião com membros do Fórum Sindical,  logo nos primeiros dias de gestão.

Conforme o democrata, tal forma de escalonamento só não foi feito já na folha de dezembro, paga em janeiro,  por questões técnicas. No mês passado, o pagamento foi feito de acordo com o nível salarial, sendo concluído somente dia 30.

A mesma formula para quitar a folha salarial é utilizado  no Rio Grande do Sul. Foi adotada em 2014, na administração do ex-governador José Ivo Sartori (MDB), que chegou a pagar os salários em até 4 vezes. No ano passado, o emedebista perdeu a tentativa de reeleição no segundo turno e o sucessor Eduardo Leite (PSDB), apesar das promessas de campanha dizendo o contrário, manteve o escalonamento neste início de gestão.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Armindo de Figueiredo Filho | Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 23h22
    0
    0

    Complementando.....Corr....>>>LRF e não LED......Fim de papo...

  • Eleitor | Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 20h11
    1
    0

    É UM ABSURDO ESTE GOVERNADOR QUE FOI ELEITO FALANDO QUE O FALTAVA NO ESTADO ERA GESTÃO DO PEDRO TAQUES ,,,MAS O PEDRO TAQUES PELO PAGAVA NO DIA 10 E ALGUMAS VEZES PAGOU DIA 21..AGORA O TODO COMPETENTE MAURO MENDES NAO CONSEGUE PAGAR OS SALÁRIOS E FICA COM ESTA ESTORIA DE PARCELAMENTO.. EU PERGUNTO O SALARIO DO GOVERNADOR E SEUS SECRETÁRIOS ESTÃO PARCELADOS? E SE ESTIVER É SO PARA FAZER MARKETING PORQUE ELES TEM CARRO OFICIAL PARA RODAR A VONTADE E OS SERVIDORES TEM QUE IR TRABALHAR POR SUAS CONTAS... ESTE GOVERNO EM POUCO DIAS JÁ MOSTROU QUE É PIOR DO QUE PEDRO TAQUES...

  • joaoderondonopolis | Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 19h16
    4
    0

    Governador disse que vai cumprir os repasses dos poderes em dia. Isto é uma vergonha, enquanto os servidores estão sendo perseguidos pelo governador. Greve geral, com certeza a justiça que está em dia com os salários, inclusive com a RGA e aumento do repasse, deve decidir contra a greve. É uma vergonha como diz Boris Casoy.

  • SERVIDOR CARREIRA SEM RGA | Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 18h33
    1
    0

    Ja saiu nos corredores do Palacia paiaguas que sera uma parcela de 2.000,00 e o restante em 4 vezes sem juros ao longo de 40 dias. PREPAREM O LOMBO BUGRADA

  • Alcides neto | Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 18h16
    3
    0

    É bom q isso aconteça assim vamos trabalhar parcelados tbem, mesmo porque esse é mais um que vai ter a resposta nas urnas, vai pelo mesmo caminho do Pedro mentiroso, vai se danar

  • Armindo de Figueiredo Filho | Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 17h22
    20
    0

    Explicações de outros Estados...não interessam aos servidores de MT....ORA BOLAS!!! Cada um , com os seus problemas . Isso, e problema de gestão...Há muito...vem desrespeitando a LED! ISSO É BRINCADEIRA!! Fim de papo...

Matéria(s) relacionada(s):

Xuxu recusa diárias e cala Wilson

xuxu curtinha   Na tribuna da AL, o tucano Wilson Santos tentou ironizar o colega Xuxu Dal Molin (foto), que retornou de missão oficial à Ásia nesta semana, mas acabou se dando mal. Considerando que Xuxu é membro de uma das famílias mais abastadas de Sorriso, Wilson sugeriu que ele poderia ter custeado a viagem e...

TCE já suspende licitação na Câmara

misael galvao curtinha   O TCE determinou que a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), suspenda de imediato um pregão para contratar empresa para fornecimento de material de informática e de equipamentos de áudio e vídeo. Técnicos de Controle Externo de Contratações...

Janaina, MDB e o Palácio Alencastro

janaina riva curtinha   A presidente interina da Assembleia Janaina Riva não assume publicamente mas, nos bastidores, alimenta a esperança de ser prefeita de Cuiabá. Para que isso ocorra, em 2020, teria que deixar o seu MDB o prefeito Emanuel que, aliás, já está com um pé no PTB. Na cúpula...

Respaldo jurídico para barrar grevistas

mauro mendes curtinha   O Governo Mauro Mendes, de forma estratégica, está se respaldando de forma técnica e juridicamente, para enfrentar setores do funcionalismo que caminham para a deflagração de greve geral. Primeiro, recebeu do MPE uma notificação para não conceder reajuste salarial,...

Bolsonaro veta algoz de Selma no TRE

ulisses curtinhas   Fatores políticos-partidários podem ter pesado na escolha do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao definir o novo membro do TRE. Ele optou por Sebastião Monteiro e não por Ulisses Rabaneda, que tentava ser reconduzido. Os presidentes costumam escolher o mais votado ou manter quem já está no...

Prefeitura de Barra garante legalidade

joaojakson   Procurador-geral de Barra do Garças João Jackson Vieira Gomes (foto) esclarece, em resposta à curtinha Contrato de R$ 4 mi pra limpeza, que a dispensa de licitação por 6 meses obedeceu todos os tramites legais, sendo que a empresa contratada ofertou o menor orçamento. A...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.