Executivo

Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, 17h:42 | Atualizado: 14/08/2019, 19h:34

CASO DE POLÍCIA

Mauro questiona número de pescadores profissionais em MT e defende cota-zero

Mayke Toscano

Mauro Mendes

O governador Mauro Mendes durante o lançamento do sistema Imagens Planet, no Palácio Paiaguás, nesta terça

O governador Mauro Mendes (DEM) defendeu a aprovação pela Assembleia da Mensagem 107, que trata da moratória da pesca com proibição do transporte e comercialização dos peixes nativos dos rios de Mato Grosso pelos próximos cinco anos. Considerada pauta-bomba, a matéria já enfrenta a resistência de deputados estaduais, pescadores e empresários do ramos do turismo.

 Segundo Mauro, a “cota zero” para pesca que deve vigorar a partir de janeiro de 2020, caso seja aprovada pelo Legislativo, e tem objetivo de fomentar o turismo no Pantanal. Além disso, o governador contesta o dado de que mais de 100 mil pessoas vivem da pesca em Mato Grosso e defende investigação da Polícia Federal (PF) e Ministério Público Federal (MPF).

  “É muito comum ouvir relatos de pessoas que foram para o rio pescar e não conseguiram pegar absolutamente nada. Já houve uma degradação muito grande. O turismo da pesca tem um potencial gigantesco. Em média, 100 mil brasileiros se deslocam para a Argentina todo ano para pescar porque lá tem peixe. Em Mato Grosso, a uma única pousada com 100% de lotação todo o ano. Lá,  você pode pescar, mas não pode transportar. Nós temos uma janela para dar uma guinada. Turismo no Pantanal é pífio diante da potencialidade que existe”, disse o governador, durante o lançamento do mecanismo de controle do desmatamento chamado Imagens Planet, realizado na manhã desta quarta (14).  

Sobre o quantidade de pescadores no Estado, Mauro afirma que o número é superdimensionado. Por isso, sugere que seja investigado pelas autoridades competentes já que pessoas devem receber o Seguro-Defeso no período da piracema de forma indevida.

“Temos mais de 100 mil pescadores profissionais em Mato Grosso e dados que mostram que muitos são empresários, funcionários públicos e nem de longe vivem da pesca. Isso é problema da PF e do MPF. Isso é crime”, pontuou.  

Para defender a “cota-zero”, o governador ainda cita o exemplo do dourado e lembra que a espécie foi salva após a proibição da pesca em todo Estado. Além disso, garante que os pescadores das comunidades ribeirinhas, que praticam a pesca de subsistência, não ficarão sem assistência.  

“Vejo o exemplo do dourado. Foi proibida a pesca anos atrás e hoje é a única espécie que você consegue identificar. Dia desses,  tinha avião de americanos no Pantanal que veio de lá pescar em Mato Grosso. Imagine quanta riqueza vamos gerar se recuperar essa população de peixes no Estado” disse Mauro. “A indústria do turismo é a que mais cresce no planeta. Vamos criar mecanismos transitórios para quem mora na beira do rio pescar e  comer no período de transição. O Governo já está finalizando projetos de transição para cidades como Santo Antônio do Leverger e  Barão de Melgaço com geração de emprego numa perspectiva diferente.”, concluiu.

Apesar da defesa enfática do  governador, os parlamentares são quase unânimes em afirmar que a Mensagem 107 não será aprovada sem modificações. Pelo menos cinco audiências públicas, em cidades que a pesca tem incidência sobre a economia, serão realizadas pela  Assembleia.

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • Clodomir | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 12h48
    1
    1

    Nós da Federação de Pesca Esportiva e Turismo de MT FEPESTUR apoiamos o Sr Governador Mauro Mendes,podem contar com a gente Governador e Deputados obrigado

  • klebinha | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 11h52
    0
    1

    Ao invés de inventarem pesca zero, porque não inicia uma reforma política para combater os gastos excessivos que fazem com o dinheiro público,,,REFORMA JÁ, CHEGA

  • deovaldo | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 11h50
    1
    2

    É loco esse MM, tem combater os que pescam irregular, mas como não tem fiscalização e não são competentes punem os que pescam por lazer e que trazem dois ou 3 espécie para casa...

  • Clodomir Ceolatto | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 11h24
    2
    0

    Parabéns Governador estamos precisando dar um tempo pra NATUREZA se recuperar e voltar a fornecer abundância de peixes. Respeitar quem contribui imensamente com nós seres humanos. Pecar sim!!!!!! Transportar não!!!!!!! Obrigado Mauro

  • Paulo | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 11h17
    2
    1

    Uma coisa é fato. Existe muitos "nó cegos", que vai lá tira uma carteirinha de pescador profissional e se cadastra só pra ganhar o seguro defeso. As próprias associações deveriam ajudar identificar isso e punir os impostores. Concordo que existe ostros mecanismos pra melhorar a população de peixes nos rios. Uma delas é identificar e obrigar a reflorestar nascentes e margem de rios e córregos. O rio Cabaçal por exemplo em sua cabeceira está sendo todo assoreado, os afluentes todos cheio de areia. Esses são lugares de reprodução das espécies, impossível reproduzir nas condições que está hoje. Quer ver, vá lá na região de Reserva do Cabaçal e comprova o que estou falando. O Cabaçal é um dos principais afluentes do paraguai que por sua vez um dos principais do pantanal.

  • Hardy | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 11h00
    4
    0

    parabéns ao Governador Mauro Mendes pelo Projeto de lei, peixe vivo vale mais, é mais turismo e renda. Se a matança que ocorre hj desse renda, os municípios de Barão de Melgaço e Santo Antonio seriam cidades ricas, mas oque se vê é que estão cada vez mais pobres. Quem não quer a cota zero são apenas uma meia duzia de pessoas que só pensam em si próprio, e que lucram com a matança de peixes nativos.

  • marta | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 10h44
    4
    0

    parabens mauro mendes, acho que tem que proibir mesmo a pesca nos rios de mt, muitos estão acabando com o peixe por causa de dinheiro, querem levar vida facil, muitos na baixada cuiabana estão ricos por que fazem pesca predatoria, pessoas dos lugares mesmo da baixada cuiabana.

  • Paulo Hiroshi | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 10h33
    7
    0

    Parabéns governado Mauro Mendes pela iniciativa da lei que protege as espécies dos peixes em MT, pois infelizmente só uma medida drástica para coibir a retirada física dos peixes nativos, já que a população não respeita as leis vigentes. Hoje sabemos que o peixe vive fomenta muito mais a economia com o turismo da pesca esportiva e gera mais emprego e renda direta e indiretamente a toda essa cadeia que move a pesca, podemos citar a Argentina que faz isso a muitos anos e algumas pousadas do norte de MT que tbm praticam essa ideia em suas áreas de atuação. Os lojistas em sua grande maioria são contra a cotazero, porém ainda há alguns como o caso da loja Cachara Pesca e Camping de Cuiabá que é totalmente a FAVOR da COTAZERO e abraça a causa. Como muito sabem alguns desses lojistas que são contra lucram muito com a pesca ilegal, vendem linha para fazer rede na piracema e contribuem para a destruição dos peixes nativos dos nossos rios. A cota zero vai chegar mais cedo ou mais tarde, vai se acostumando!

  • Julivan | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 09h50
    10
    0

    Agradecemos imensamente nosso governador por não pensar somente na minoria que pensa somente em ganhos próprios, A natureza precisa ser defendida o homem só quer matar e destruir, a cultura de matar não deve ser mantida, vivemos em um mundo moderno, o pescador poderá continuar pescando e comendo seu peixe à beira do Rio, vejamos a Argentina um exemplo de preservação, hoje uma das maiores rendas deste país é a pesca esportiva, só do Brasil são mais de 92.000 indo pescar todo ano! Isso significa um aumento de milhões e milhões no faturamento do nosso estado e com isso geração de milhares e milhares de emprego, senhor governador pense no povo como um todo e não na minoria que quer matar e preservar a cultura da destruição, eu como neto de pescador profissional irei continuar a cultura de pescar e comer um peixe à beira do rio, só não vou mais trazer peixe para meus vizinhos e para estocar em minha geladeira, parabéns senhor governado, cuidar da natureza e do nosso povo este é o caminho! Crescer, gerar muitos empregos e manter nossa natureza e nossos peixes! O senhor será lembrado e sempre respeitado no futuro!!!!!!!

  • Toninho | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 09h29
    9
    0

    Ótimo projeto pra acabar com a mamata dos responsáveis por influenciar os pescadores profissionais, e também vira a fiscalização em cima dos cadastros dos pescadores profissionais. Vamos acabar com essa fraude dos que não são pescadores profissionais.

Matéria(s) relacionada(s):

Morre presidente do Grupo Barralcool

petroni barralcool curtinha 400   Morreu neste sábado, em Cuiabá, aos 88 anos, o diretor-presidente do Grupo Barralcool, João Nicolau Petroni (foto). Ele foi um dos pioneiros no setor sucroenergético do Estado e o primeiro presidente do Sindicado das Indústrias Sucroalcooleiras de MT (Sindalcool). Era...

Abracrim cita arbitrariedade na SESP

michelle marrie abracrim curtinha 400   Michelle Marrie (foto), presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas do Estado, contesta a nota em Curtinhas entitulada "Secretário, Abracrim e saia-justa", sobre o fato de uma advogada ter se infiltrado na coletiva à imprensa concedida pelo...

Governo monitora crise na segurança

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro monitora de perto a crise instaurada no setor de segurança devido à operação desencadeada na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, para acabar com regalias de presos "da pesada", que comandam o crime organizado de dentro das celas. Houve...

Faissal se licencia e Oscar assume vaga

oscar_curtinha_400   O deputado estadual de primeiro mandato Faissal Calil (PV), a partir de quarta (21), vai se licenciar por 4 meses. Assim, dará lugar para o retorno do ex-deputado Oscar Bezerra (foto), que disputou à reeleição no ano passado, sem sucesso. Oscar, que tem base eleitoral em Juara, teve 11.827 votos e...

Fora do Podemos e dando pitacos

marcelo_curtinha   O presidente do Podemos-MT, José Medeiros, se diz surpreso com as declarações do adjunto de Turismo da Capital Marcelo Pires, que se posiciona contra a filiação de Niuan no partido. O absurdo disso é que Marcelo sequer é filiado e muito menos militante. Só participou de uma...

Melhorias refletem no Mutirão Fiscal

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) está empolgado com a intensa procura dos contribuintes para negociação de dívidas municipais e ficou mais animado quando tomou conhecimento dos comentários de muitos, inclusive daqueles menos favorecidos, que estão indo à Arena Pantanal,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.