Executivo

Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 10h:48 | Atualizado: 12/02/2019, 17h:34

RONDOLÂNDIA

Me perseguiam e pediam mensalinho na rua e na minha casa, diz prefeito afastado

Reprodução

Prefeito de Rondol�ndia Agnaldo Rodrigues de Carvalho (PP)

Agnaldo de Carvalho diz que vereadores inventavam acusações

O prefeito afastado de Rondolândia, Agnaldo Rodrigues de Carvalho (PP), garante que se viu obrigado a pagar propina a vereadores para não ser investigado em CPIs na Câmara. Ao , disse ter sido “perseguido” e “extorquido” pelos parlamentares. “Eu falei toda a verdade para o Ministério Público. Eu não tinha outra saída. Estava gastando dinheiro do meu próprio bolso e o pedido [de propina] era constante. Eu não tinha outra saída, realmente, naquele momento”, disse ao .

O progressista foi afastado por decisão da Justiça a pedido do Ministério Público Estadual. Na mesma decisão, foram decretadas as prisões de três, dos nove vereadores por Rondolândia. Diones Miranda Carvalho, o Diones do Rubão (PSB), Lígia Neiva (PTB) e Joaquim da Cruz, o Kinca Boiadeiro (SD) são acusados de recebimento de propina, conhecida como “mensalinho”.

 “Os vereadores iam na minha casa, me procuravam nos lugares e falavam que eu tinha que ajudar eles. Já tinham colocado várias denúncias, que eu reverti por meio de liminar. Eles inventavam coisas, tiravam do ar, não tinha nada de concreto. Tanto é que eu não fui acusado de desviar nenhum real [de dinheiro] público”, afirmou.

Agnaldo disse ter começado a colaborar com o MPE no passado. A cassação pela Câmara Municipal teria vindo logo em seguida, em agosto de 2018. Agnaldo reverteu o afastamento por meio de decisão liminar na Justiça.

“Se eu não os ajudasse, eles diziam que iriam criar a CPI para me tirar do mandato. Quando eu entreguei ao Ministério Público, eles fizeram. Usaram a lei em benefício próprio”, concluiu.

Além de afastar Agnaldo do cargo, a Justiça bloqueou R$ 100 mil das contas do prefeito. Os vereadores, além de presos, também foram afastados e tiveram o bloqueio de R$ 24 mil de suas contas.

Tanto o prefeito, quanto os parlamentares estão proibidos de acessarem às dependências do Legislativo e do Executivo, sem perda do salário, durante a fase de instrução da ação civil pública movida pelo MPE.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Carlos | Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 20h25
    0
    0

    Será que isso só ocorreu em rondolandia!

Matéria(s) relacionada(s):

DEM foca projeto pra eleger vereador

beto 2 a 1 400 curtinha   O secretário de Governo do Estado, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), fez uma leitura racional sobre o que representa o DEM na Capital. Novo presidente do diretório municipal, ele está ser articulando para formar uma chapa forte de candidatos a vereador, inclusive tenta atrair lideranças de...

Morre o diretor do SAAE de Chapada

arison albernaz 400 curtinha chapada   Morreu nesta segunda, em acidente automobilístico, o diretor-geral do Sistema de Água e Esgosto de Chapada dos Guimarães (SAAE), Aryson Augusto Adriano Albernaz (foto), de 27 anos. Ele dirigia o veículo Golf, de cor prata, pela recém-asfaltada MT-020, que liga o...

Fabio diz vencer "homem do paletó"

fabio garcia 400 curtinha   Na reunião do DEM na 5ª, no gabinete do presidente da AL, Eduardo Botelho, com presença de oito integrantes da cúpula (Jayme, Júlio, Botelho, Fabinho, João Celestino, Beto, Cesar Miranda e Domingos Sávio), Fábio Garcia (foto), que provocou a maior crise ao mudar...

Morre presidente do Grupo Barralcool

petroni barralcool curtinha 400   Morreu neste sábado, em Cuiabá, aos 88 anos, o diretor-presidente do Grupo Barralcool, João Nicolau Petroni (foto). Ele foi um dos pioneiros no setor sucroenergético do Estado e o primeiro presidente do Sindicado das Indústrias Sucroalcooleiras de MT (Sindalcool). Era...

Abracrim cita arbitrariedade na SESP

michelle marrie abracrim curtinha 400   Michelle Marrie (foto), presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas do Estado, contesta a nota em Curtinhas entitulada "Secretário, Abracrim e saia-justa", sobre o fato de uma advogada ter se infiltrado na coletiva à imprensa concedida pelo...

Governo monitora crise na segurança

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro monitora de perto a crise instaurada no setor de segurança devido à operação desencadeada na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, para acabar com regalias de presos "da pesada", que comandam o crime organizado de dentro das celas. Houve...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.