Executivo

Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 14h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Saúde Pública

Médicos de VG encerram greve

Jaqueline Guimarães   Os médicos da rede pública de Várzea Grande encerraram nesta quarta (13), à noite, a greve da categoria. Na assembleia geral, realizada no pronto-socorro do município, os profissionais acataram a contraproposta da secretária de Saúde, Jaqueline Guimarães (PHS), que estabelece escalonamento salarial de R$ 1,9 mil até 2011. Também foi acordado que o prefeito Murilo Domingos (PR) vai elaborar o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) e enviar a matéria para ser aprovada na Câmara até junho deste ano.

   O diretor do Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed), Edinaldo Lemos, avalia que a prefeitura acatou em parte as reivindicações dos grevistas. Os profissionais exigiam garantias de realinhamento progressivo até 2014, quando o teto deveria chegar a R$ 3 mil. Contudo, a proposta não foi aceita pelos representantes da prefeitura. “Mas a implantação do PCCV é uma vitória, pois assim teremos reajuste anualmente, sem a necessidade de movimento grevista”, explica Lemos. Ele lembra que desde a aprovação do Plano de Cargos e Carreiras dos servidores da saúde do Estado, no governo Dante de Oliveira, não houve mais greves na rede estadual. “O PCCV dá uma tranquilidade ao servidor. Em Cuiabá, ele também já foi aprovado e passará a vigorar em fevereiro. Agora é a vez de Várzea Grande”, frisa.

   Pelo acordo firmado com Jaqueline, ficou estabelecido que haverá escalonamento progressivo até 2011, com três reajustes de R$ 300 durante este período. Atualmente, o piso é de R$ 1.035 mil. Em 1º de maio deste ano, os salários passarão para R$ 1.335. Em setembro subirá mais R$ 300, chegando a R$ 1.635 mil. O último reajuste está previsto para 1º de maio de 2011, quando os salários devem chegar a R$ 1.935 mil.

   Dos 500 médicos de Várzea Grande, 280 atendem no Pronto-Socorro. Outros 220 prestam serviço nos postos de saúde. A expectativa do Sindimed é de que o atendimento seja normalizado em 100% até segunda (18). “Como foi uma greve longa, o atendimento só deve ser totalmente restabelecido em até 72 horas”.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Antonio Carlos | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 22h18
    0
    0

    Essa Dra só quer aparecer....não fez NADA...mas NADINHA para a greve acabar... Seu marido o Deputado Wallace (traidor do DEM) que é membro dessa CPI criada para que os deputados apareçam como bonzinhos também, como parlamentar não fez nada. Na verdade os médicos foram vencidos pelo cansaço, depois de diversas mortes ou outras anomalias que as cirurgias que não fizeram deixaram na população!!!!

  • Paulo cesar | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 17h26
    0
    0

    Saúde não se faz somente com Médicos, e os outros profissionais da Saúde? Na verdade o pessoal da Enfermagem tem que se ferrar mesmo, pois são desunidos! Parecem um bando de Elefantes, tem tanto poder e não sabem, também olha quem preside o Sindicato deles, é o tal pelego Dejamir que fica defendendo em Cuiabá o Sr. Wilson Santos o qual está a seu serviço e agora conseguiu com a saída do Luiz Soares indicar um comparsa seu para coordenar a Enfermagem no PS de Cuiabá, e assim minar qualquer movimento contrário ao Prefeito, e assim quem manda na Enfermagem de Cuiabá é o Senhor Dejamir sendo usado pelo Prefeito para o pessoal da Enfermagem não se rebelar, e o pior de tudo é que eles estão caindo que nem patinho. Acorda Enfermagem, estudem sociologia quem sabe vocês adquiram um pouco de senso crítico e não sejam mais manipulados por ninguém!!!

Governador tenta constranger prefeito

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) tentou constranger o prefeito Emanuel, nesta segunda, na festa da entrega para funcionamento pleno do Hospital Municipal de Cuiabá. Na presença de diversas autoridades, inclusive dos últimos cinco governadores, com exceção de Silval, o atual chefe do Executivo, em...

3 vereadores cuiabanos no Cidadania

diego guimaraes 400 curtinha   O Cidadania, hoje sem voz na Câmara de Cuiabá, poderá ter três vereadores a partir de março de 2020, com abertura da janela. Na dança das cadeiras, Felipe Wellaton sairá do PV para aderir ao Cidadania, que já é presidido em Cuiabá pelo seu chefe de...

6 na Câmara tentam barrar projetos

francis maris 400 curtinha   O prefeito cacerense Francis Maris (foto) luta junto aos vereadores, para, enfim, concretizar todas as etapas de um financiamento milionário para projetos na área de saneamento. São R$ 130 milhões para abastecimento de água e cobertura de rede de esgoto, com juros de 6% ao ano e 20...

3 ex-prefeitos se juntam em Poconé

meire pocone 400 curtinha   Em Poconé, o prefeito Tatá Amaral, filiado ao DEM do governador Mauro e apoiado pelo ex-federal Fábio Garcia, está disposto a buscar a reeleição, mesmo com uma gestão pífia, isolado politicamente e com alto índice de rejeição. Enquanto isso, as...

Máquinas para reciclar garrafas pets

maquina 400 curtinha   Sob iniciativa da secretaria de Inovação e Comunicação da Capital, dentro dos projetos que buscam a sustentabilidade, a prefeitura vai colocar máquinas de reciclagem de garrafas pets em 15 pontos da cidade e com possibilidade de ampliar os locais de recolhimento. Em troca, o cidadão...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.