Executivo

Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 15h:54 | Atualizado: 03/12/2019, 16h:04

DIVISA SECA

Ministro autoriza uso da Força Nacional de Segurança na fronteira de MT e Bolívia

Assessoria

Sergio Moro e Wellington Fagundes

Senador Wellington Fagundes em conversa com o ministro da Justiça Sérgio Moro

O ministro da Justiça Sérgio Moro autorizou, nesta terça (3), o emprego da Força Nacional de Segurança Pública em apoio à secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, nas ações de Polícia Judiciária, no combate à criminalidade organizada na região de fronteira de Mato Grosso. A medida atende um pedido formulado ainda no mês de junho pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT), durante reunião do Bloco Parlamentar Vanguarda.

De acordo com a portaria publicada na edição do Diário Oficial da União, também será implementado o Programa Vigia,  em caráter episódico e planejado, pelo prazo de 180 dias. O programa, uma parceria entre o Ministério da Justiça e Segurança Pública e Ministério da Defesa, visa a capacitação para policiais federais, civis e militares que atuam nas fronteiras do país.

Entre as linhas de atuação do programa estão operações integradas; aquisição de equipamentos; capacitações e bases operacionais com integração de sistemas. “O objetivo é aumentar a fiscalização e a repressão contra os crimes transfronteiriços, como contrabando, tráfico de drogas, armas e munições, que é o que mais estamos precisando neste momento”.

Em Mato Grosso, são mais de 720 quilômetros de divisa seca e  mais de 200 quilômetros de divisa por água. “Ou seja, 900 quilômetros de divisa, extremamente vulnerável”.

Ao anunciar a iniciativa, Wellington lembrou que há muito a bancada federal vem lutando para impor uma vigilância mais eficiente na fronteira de Mato Grosso. “E ao agir nessa direção, pelo fortalecimento da segurança na nossa fronteira, em verdade, estamos buscando paz e segurança não apenas para a população das cidades de Mato Grosso, mas, sobretudo, atacando de maneira direta a bandidagem que teima em tomar conta do Brasil, através do tráfico de drogas e de armas e munição”.

Na conversa com Moro, em junho passado, acompanhado pelo senador Jayme Campos, Wellington mostrou ao ministro a situação de abandono da faixa de fronteira em Mato Grosso. Destacou que a fronteira do Estado têm sido um caminho aberto para entrada de armas ilegais, e do contrabando, além, do tráfico de drogas – crime que, segundo ele, “tem destruído nossa juventude e as famílias brasileiras”.

Plano Integrado de Desenvolvimento

Além de atacar a criminalidade, Wellington afirmou que se faz necessário seguir trabalhando na defesa da implantação de um projeto integrado de ocupação da faixa de fronteira. “Inclusive – ele explicou – para gerar desenvolvimento, oportunidades e emprego”. O senador defendeu a regularização fundiária e investimentos em políticas públicas de atendimento específico às necessidades locais, dos municípios.

Fagundes atuou no ano passado como relator setorial de Orçamento de Justiça e Defesa. “Esperamos que esse trabalho da Força Nacional seja uma investidura para uma atuação mais efetiva das nossas forças de segurança nessa importante região brasileira”.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

França, convite do Pode e suspense

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto), que exerceu vários mandatos eletivos, entre eles de vereador e de prefeito de Cuiabá, ficou empolgado com o convite para se filiar ao Podemos, inclusive com abertura para concorrer novamente ao Palácio Alencastro. Para evitar conflitos, antes de fazê-lo, o...

Neurilan critica Pivetta e faz campanha

otaviano pivetta 400 curtinha   Em discurso em Tangará da Serra, num evento promovido pela AMM que serviu de palanque eleitoral, Neurilan Fraga disparou críticas ao vice-governador Pivetta (foto), que também pretende concorrer ao Senado. Disse que Pivetta não aceita nem discutir o valor repassado hoje aos...

Evento da AMM para pré-candidatura

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto), que aproveita o trunfo de presidente da AMM para tentar projeção política, insiste na pré-candidatura ao Senado, mesmo com a filiação oficial ao PL fora do prazo exigido pela legislação, o que ensejará no indeferimento do registro. E...

Selma, carreata e "ciúmes políticos"

selma arruda 400 curtinha   Quem vê Selma Arruda (foto), senadora cassada por crimes eleitorais, e o ex-senador e federal José Medeiros afinados no Podemos, nem imagina que no pleito de 2018 ela optou por distanciá-lo motivada simplesmente por "ciúmes políticos". Selma carregava o slogan de "Senadora de Bolsonaro"....

Reunião pra debater viabilidade do VLT

wellington 400 curtinha   Após participar de uma reunião na Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana, o senador Wellington (foto) revelou que no próxmo dia 10 vai ser realizado encontro com o secretário José Carlos Medalia e com integrantes do Governo de MT para discutir a viabilidade do VLT, cujas obras...

Estado reduz número de homicídios

alexandre bustamante curtinha 400   O secretário Alexandre Bustamante (foto), de Segurança Pública, está comemorando a redução do número de crimes em MT.  O Estado fechou 2019 com a menor taxa de homicídios dos últimos 10 anos. Nos 12 meses do ano passado foram contabilizados...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.