Executivo

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2014, 12h:53 | Atualizado: 24/02/2014, 15h:42

Ministro vê recuperação do tempo perdido, mas diz ser igual São Tomé

Rodinei Crescêncio

montagem_ministro

Ministro Moreira Franco, governador Silval e dono da Engeglobal Robério Garcia vistoriam  as obras

Ministro chefe da secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, demonstrou mais empolgação e até certo alívio ao vistoriar as obras do aeroporto internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande. Ele voltou a fiscalizar o local nesta segunda (24), acompanhado de representantes do governo federal e do proprietário da Engeglobal Robério Garcia, o Berinho.

A princípio, sua feição era de preocupação, especialmente, quando observava a área de desembarque das seleções, mas, depois, na medida em que percorreu a obra, a sua fisionomia foi melhorando e Moreira Franco chegou a sorrir em determinados momentos, sendo bombardeado por informações técnicas – fornecidas por engenheiros da empreiteira - e, a todo tempo, recebendo do governador Silval Barbosa (PMDB) a garantia de que as obras vão ser executadas até o final de abril.

Com olhar atento e fazendo uma série de questionamentos, o ministro fez questão de observar os projetos. Depois, em entrevista à imprensa, ressaltou estar esperançoso. “Da primeira vez tinham poucos trabalhadores, a empresa reagiu positivamente. Saímos daqui com a convicção de que há uma real possibilidade de o aeroporto ficar pronto no prazo determinado”, frisou Moreira Franco.

Em seguida, ele reafirmou a necessidade de se manter o mesmo ritmo até o final e perseverar para que as obras fiquem prontas, afinal, é necessário ajudar “a Deus para que possamos cumprir o desafio de garantir ao passageiro as condições de preços e qualidade nos aeroportos”. 

Diferentemente da última vez em que esteve no Estado e deu nota 5 para as obras, hoje Moreira Franco afirmou que Mato Grosso merece 8, mas fez questão de alertar que vai continuar fiscalizando e que em 30 dias estará de volta. “Sou devoto de São Tomé, por isso, só acredito vendo. Vou estar aqui de volta para ver se o número de empregados que estou vendo aqui é o mesmo e se as obras mantiveram o mesmo ritmo desses 30 dias”. 

Silval, por sua vez, mais otimista, deu nota 10 e convidou o ministro para inaugurar a obra em 60 dias. O peemedebista fez questão de afirmar que o prazo de execução foi curto, pouco mais de 12 meses, e que tem certeza que tudo correrá bem. “Agora é forro, iluminação, esteiras, elevadores, que estão prontos”, comemorou.

Depois, reforçou que foi estabelecido um calendário para as medições, a fim de garantir o fluxo financeiro para empresa. “Esforço concentrado para que Mato Grosso não tenha problemas. O senhor (ministro) pode dizer isso a presidente Dilma Rousseff (PT) que fique tranquila”. Acontece que da outra vez em que Moreira Franco esteve na Capital, o empreiteiro Berinho reclamou que tinha recebido só R$ 32 milhões e gasto R$ 60 milhões, de um total de R$ 80,5 milhões. 

Com a reforma, o terminal aumentará sua capacidade de passageiros, passando dos atuais 2,5 milhões para 5,7 milhões por ano. A obra amplia a área construída de 5.460 para 13,2 mil metros quadrados. A reforma está sob a responsabilidade do Consórcio Marechal Rondon - formado pelas empresas Engeglobal, Farol Empreendimentos e Multimetal Engenharia.

Etapas

A reforma do aeroporto está sendo executada em 3 etapas. A primeira fase englobou a construção do módulo operacional provisório (MOP), que ficou conhecido como “puxadinho” - lugar onde hoje se realiza o desembarque. A segunda parte compreendeu a construção da nova sede administrativa, demolição da antiga e das demais áreas a serem ampliadas. Já a terceira etapa contempla a ampliação do terminal de passageiros (TPS), do estacionamento, reforma do setor de embarque existente, adequação interna do sistema viário e vias de serviço, construção da área de apoio a equipamentos de rampa, da central de utilidades e subestação. 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Zé Poxoréo | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2014, 14h59
    0
    0

    É de duvidar, mas até pode ser que esse aeroporto realmente fique pronto no prazo informado. Agora, os transtornos causados pela falta de planejamento da SECOPA e da falta de zelo dessas empreiteiras é impagável. Esse povo não tiveram a competência de ao menos jogar brita pra tapar os buracos por onde passa os carros, aquilo lá está repleto de lama, e isso com um pouquinho de capricho poderia ter sido evitado, sem contar que o local não tem qualquer sinalização. Vergonhoso isso!

  • mario | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2014, 14h21
    0
    0

    quando quer fazer faz......a acomodação das empreiteiras que são o problema...

Câmara cassará 3º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o terceiro vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

Vereadores, Tapurah, reajuste e férias

odair tapurah vereador curtinha 400   Em Tapurah, no Nortão, com menos de 15 mil habitantes, seus nove vereadores iniciam o 2020 com salário reajustado em 4,48%, seguindo a tabela do INPC. Mesmo ainda em férias, eles vão receber já na folha de janeiro R$ 5,8 mil cada. No caso do presidente Odair César Nunes...

Vereador, reunião e apoio a músicos

diego guimaraes curtinha 400   Músicos e representantes da Prefeitura de Cuiabá sentaram à mesa nesta quinta, na Câmara Municipal, para tentar resolver impasse sobre horário de funcionamento e volume do som nos estabelecimentos e também estudar ajustes na lei do Disk-Silêncio. O presidente da...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.