Executivo

Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 13h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Vera

MP denuncia prefeito de Vera

   O Ministério Público Estadual denunciou a Prefeitura de Vera por crime ambiental. O promotor de Justiça do município, Daniel Balan Zappia, resolveu denunciar o prefeito Moacir Luiz Giacomelli (PR) após comprovar que o lixo doméstico coletado na cidade é despejado em uma área localizada na zona urbana sem nenhum critério ou procedimento prévio.

  De acordo com o promotor, no ano passado a prefeitura já havia sido notificada sobre a irregularidade. Na época ele recomendou a construção de um aterro sanitário. O prefeito garantiu que cumpriria as determinações e que já teria impetrado ação judicial para garantir a desapropriação da área em que o lixo vem sendo depositado, mas não construiu o local.

  Na denúncia, o promotor argumenta que vários incidentes processuais referentes à ação de desapropriação interposta pelo município já foram registrados e a situação continua irregular. “Verificamos, em diligência uma completa ausência de controle quanto ao ingresso de terceiros na área, que continuam a despejar resíduos sem qualquer impedimento por parte da prefeitura”, ressaltou Zappia.

   Ele reforça que as pessoas que residem às margens da Estrada Laura, Km 02, onde o lixo é jogado sem controle, têm sido vítimas de doenças respiratórias e estão expostas à ação de parasitas e do mosquito vetor da dengue. “O contato, sempre frequente dos resíduos sólidos e líquidos com as águas do Rio Caiabi, tem sido uma ameaça constante à saúde dos moradores da região”, afirmou.

  Na denúncia, o MP propõe a suspensão condicional do processo, pelo prazo de três anos, caso o município adote algumas medidas dentro dos prazos estabelecidos pela instituição. Entre elas, estão a compactação e aterramento dos resíduos sólidos e líquidos; instalação de cancelas em todas as entradas do referido local, com a contratação de uma guarita em suas imediações para impedir a entrada de pessoas; realização de drenagem da água localizada no entorno da área, acompanhada da respectiva terraplanagem; retirada das famílias que residem no local; e instalação de aterro sanitário, com a realização prévia de processo de licenciamento ambiental.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Francisco | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 19h41
    1
    0

    O lixo tem sido um peso para estas prefeituras, isto porque vcs não conhecem a situação de Sinop, é uma pouca vergonha, e tem gente de sinop querendo ajudar, mas como se diz santo de casa não se faz milagres

  • eduardo | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 20h26
    1
    0

    Meus parábens ao senhor promotor de Vera. é justamente disso que precisamos em mato grosso, ação energética do ministério público nesta questão do lixo gerado nos municípios. Aqui em cuiabá, por exemplo, fizeram um verdadeiro carnaval para celebrar um termo de ajustamento de conduta para resolver a questão do lixo, inclusive propondo a implantação de um novo aterro sanitário, coleta seletiva do lixo domiciliar, cobrar que os estabelecimentos de saúde também assumam o compromisso ambiental com o lixo gerado, no entanto, absolutamente nada foi feito. Cuiabá continua com um aterro inoperante, poluindo e contaminando o lençol freático, a coleta seletiva é praticamente inexistente (apenas algumas ações isoladas), até hoje não foi apresentado estudos de uma nova área para o futuro aterro, e pior milhões de reais estão sendo depositados no lixo porque simplesmente menos de 5% do lixo gerado é reciclado. lamentável a atuação do ministério público na capital, deveria seguir o exemplo do promotor de Vera.

  • Flavio Pinho | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 22h53
    1
    0

    Que o MP verifique o lixão a céu aberto, na região de PERAPUTANGA; comprometendo os mananciais daquela região. (OLHA O CRIME AMBIENTAL AÍ GENTE...) E que a prefeitura de Cáceres tome providências!

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS