Executivo

Terça-Feira, 11 de Agosto de 2020, 16h:02 | Atualizado: 11/08/2020, 16h:04

balanço da sefaz

MT esperava mais recursos para saúde e frustração é de 60% no 1º quadrimestre

Angelo Varela

Rog�rio Gallo

O secretário Rogério Gallo durante reunião remota da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária da AL, na tarde de 3ª

O entusiasmo com o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) foi classificado como “excesso de otimismo” pelo secretário de Fazenda Rogério Gallo, ao comentar que repasses da União para a saúde do estado foi 60% menor do que o previsto no período anterior ao da pandemia de Covid-19. A situação mudou somente após aprovação pelo Congresso do pacote de ajuda aos estados e municípios, em maio. 

Mato Grosso esperava receber R$ 225,6 milhões em repasses ao Sistema Único de Saúde, mas recebeu apenas R$ 93,9 milhões. Mesmo alegando que a previsão foi superestimada em relação à saúde, Gallo lembrou que Bolsonaro não cumpriu com o pagamento do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX), atrasado desde 2017. 

O governo federal não destina a compensação da Lei Kandir desde 2019 e há um acordo homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em maio, que prevê repasse de R$ 6,5 bilhões a Mato Grosso. O recurso ainda enfrenta um longo caminho de debates e votações e vai passar pelo Congresso.

Apesar da frustração entre a previsão e os valores recebidos, o secretário apresentou o balanço financeiro do 1º quadrimestre que mostra que o estado teve aumento de 15% na arrecadação e queda do mesmo percentual em gastos com pessoal, devido à não contração de professores interinos com a suspensão das aulas.

Parece que quem planejou as metas adivinhou que teria a pandemia e o estado iria receber mais recursos para a saúde, só errou o semestre que ia ocorrer

Carlos Avalone

Segundo Gallo, a frustração nos repasses trata de “expectativas exageradas” em relação ao governo federal e lamentou a saída do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, que foi demitido após divergir de Bolsonaro sobre isolamento social e uso de cloroquina em pacientes com Covid-19.

“As previsões foram baseadas em excesso de otimismo porque contávamos com Mandetta, que foi um ótimo ministro e foi uma perda sua saída”, disse Gallo em audiência pública na Assembleia, nessa terça (11).

Os repasses da União só aumentaram a partir da aprovação do segundo quadrimestre, quando o Congresso aprovou auxílio aos estados e municípios que tiveram perdas na arrecadação devido à pandemia. O pacote destinou R$ 93 milhões para Mato Grosso.

O deputado Carlos Avalone (PSDB), que dirigiu a reunião da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária, brincou com frustração de 60% dos repasses.

“Parece que quem planejou as metas adivinhou que teria a pandemia e o estado iria receber mais recursos para a saúde, só errou o semestre que ia ocorrer”, ironizou.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • ILDO PEREIRA | Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020, 11h04
    0
    0

    PRA QUE O GOVERNO QUER MAIS DINHEIRO, O GOVERNO FEDERAL MANDOU MAIS DE 1 BILHAO E NAO FOI GASTO NEM 10% NA SAUDE, O ESTADO ESTA DIVULGANDO SUPERAVIT NA ARRECADAÇAO, NA VERDADE NAO SABEM OU NAO QUEREM INVESTIR NA SAUDE, UMA VERGONHA E OS ORGAOS DE CONTROLE NAO FAZEM NADA NEM O MP, TCE E ASSEMBLEIA.

  • Francisco beltrão | Terça-Feira, 11 de Agosto de 2020, 21h23
    0
    0

    Francisco beltrão, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

Fernanda em almoço com Bolsonaro

fernanda 400 bolsonaro curtinh   A coronel Fernanda, candidata à senadora pelo Patriota, almoçou com Bolsonaro nesta sexta, em uma fazenda, em Sorriso. A militar foi a única que teve o apoio declarado do presidente na eleição suplementar ao Senado que acontece em 15 de novembro. Mais cedo, por volta das...

Prefeita cobra duplicação e ferrovia

rosana_curtinha   A prefeita de Sinop Rosana Martinelli aproveitou a visita do presidente Jair Bolsonaro na Capital do Nortão para cobrar uma solução para a duplicação da BR-163, sob concessão, e também pediu empenho na Ferrogrão e a implementação de porto seco na cidade. O...

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.