Executivo

Segunda-Feira, 17 de Março de 2014, 14h:58 | Atualizado: 17/03/2014, 15h:26

MT ganha ao ter ministro, diz Silval

A posse do novo ministro da Agricultura, Neri Geller (PMDB), de acordo com o governador Silval Barbosa (PMDB), é o reconhecimento de Mato Grosso por ser o maior produtor de grãos do país por três anos consecutivos. “Certamente Neri vai levar esta mesma experiência do Estado para o Brasil. Estou muito feliz, vou torcer muito, e que Mato Grosso continue saindo na frente”, afirmou Silval, durante o evento de nomeação de Neri no salão nobre do Palácio do Planalto.

Na primeira audiência com o novo ministro, o governador promete levar as demandas dos produtores rurais e pequenos agricultores. "É muito importante para Estado ter um ministro nesta pasta tão importante para o Brasil. É claro que o Neri sendo da nossa região temos a oportunidade de ter um destaque maior". O último representante do Estado a assumir um ministério foi em 1986, com o ex-governador, Dante de Oliveira.

Neri aposta na abertura de novos mercados e na atração de indústrias para agregar valor aos grãos produzidos no Centro-Oeste, em especial em Mato Grosso. “Ter um ministro da Agricultura significa mais responsabilidade, mas vamos estar muito mais focados em prioridades, como abertura de novos mercados, a atração de indústrias. O país tem um potencial enorme e temos que buscar formas de dar fluxo ao escoamento da nossa produção".
Uma das prioridades de Neri à frente da pasta é o reforço ao Plano Agrícola e Pecuário para a safra 2014/2015. “Além disso, é preciso reforçar a Política de Garantia de preços mínimos. Vou tratar destes temas como prioritários junto à equipe econômica". O novo ministro também pretende dar atenção culturais de maior risco, como uva e laranja.

Além de Dante, outros três mato-grossenses comandaram ministérios. Em 1897, Joaquim Murtinho foi nomeado ministro da Viação, Indústria e Comércio na gestão Prudente de Moraes. No governo Campos Sales, assumiu o Ministério da Fazenda. No ano de 1935, Eurico Gaspar Dutra tomou posse no então Ministério da Guerra (Defesa) e, depois, foi eleito presidente. O economista Roberto Campos comandou o Ministério do Planejamento quando Castelo Branco ocupava a presidência. A última vez que o Estado teve um nome forte no governo federal foi com Luiz Pagot (PTB), ex-diretor-geral do Dnit. Após denúncias de irregularidades no Departamento, o petebista deixou o Dnit em julho de 2011. (Com Assessoria).

Vamos abrir o mercado e melhorar logística, diz ministro da Agricultura

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • DIONISSIO DA CUNHA BARBNOZA | Terça-Feira, 18 de Março de 2014, 09h31
    0
    0

    ESSE OTAVIO NAO SABE O QUE ESTA FALANDO,NAO DEPENDE DO GOV. NOMEAR BELTRANO OU FULANO,MAS DA BASE ALIADA, DOS PARTIDO QUE ELEGERAM.

  • Otávio | Segunda-Feira, 17 de Março de 2014, 23h10
    0
    1

    E governador, o senhor deve estar com a consciência muito pesada. O Ministro NERI GELLER foi rejeitado pelo senhor e pelo seu medíocre governo. O então cidadão simples, humilde, competente e trabalhador NERI GELLER, foi desprezado pelo senhor, pois ele tinha o apoio de toda a classe de trabalhadores da agricultura, da FAMATO, APROSOJA, FAMATO e era uma unanimidade entre todos os agricultores de Mato Grosso para assumir a Secretaria de Estado de Agricultura, mas o senhor não deu a oportunidade a este homem. Aliás no seu governo quem trabalha e honesto e competente não tem vez no seu governo. Aí o senhor preferiu colocar outro, deu no que deu, cade a Secretaria de Agricultura no estado campeão de produtividade do Brasil. O senhor e um cara de pau, não merecia ser chamado para a posse do Ministro NERI. A sua consciência deve estar muita pesada. Este HOMEM foi desprezado pelo senhor. Gostaria muito que o senhor fizesse a leitura deste comentário. E está com a palavra. O senhor do que estou falando.

  • joaoderondonopolis | Segunda-Feira, 17 de Março de 2014, 16h52
    0
    0

    Em época de eleição, ministro tampão só recebe salários e viaja de avião e mais nada.

  • Zé Poxoréo | Segunda-Feira, 17 de Março de 2014, 16h10
    0
    0

    Basta saber qual MT? Certamente pelo andar da carruagem, com ou sem ministro, é como diz aquele ditado, a população não vai ganhar nem o que a Luzia ganhou atrás da horta!

Matéria(s) relacionada(s):

Evitando nova polêmica com prefeito

mauro mendes curtinha 400   Mauro Mendes (foto) dá sinais de que pretende colocar um fim ao clima de conflito com Emanuel Pinheiro. Ao menos por enquanto. Uma semana depois de disparar críticas duras ao prefeito da Capital, levando ambos a trocar farpas e acusações, o governador foi perguntado, em dois momentos na...

Janaina, perda de um bebê e repouso

janaina riva curtinha   A vice-presidente da Assembleia Janaina Riva (foto), do MDB, que está em licença médica desde o ano passado, usou as redes sociais nesta terça (28) para comunicar luto familiar. Grávida de gêmeos, a parlamentar lamentou que um deles perdeu os batimentos cardíacos e disse que...

Jayme afirma ter 4 opções para VG

jayme campos 400 curtinha   Em meio ao debate otimista sobre pré-candidaturas do DEM nas cidades pólos, em reunião nesta segunda, no Palácio Paiaguás, Jayme Campos (foto) comentou que, em Várzea Grande, onde sua esposa Lucimar está concluindo o segundo mandato, há quatro nomes sob...

DEM agora tem 5 querendo prefeitura

fabio garcia 400 curtinha   Com o peso de quem comanda hoje em Mato Grosso os dois Poderes políticos, o Executivo e o Legislativo, com Mauro e Botelho, respectivamente, o DEM aposta na conquista não só da Prefeitura da Capital, mas também das outras nove maiores. Dirigentes do partido fizeram espécie de...

Presidente ora por harmonia no TCE

maluf 400 curtinha   Num Tribunal de Contas sob tensão, nada mais aconselhável do que um culto ecumênico para servidores e conselheiros, com participação de padre e pastor, em defesa da harmonia, união e amor no ambiente de trabalho. A ideia partiu do novo presidente Guilherme Maluf (foto), que reuniu...

PDT quer França, mas não pra suplente

allan kardec 400   Embora o deputado e secretário de Cultura do Estado, Allan Kardec (foto), presidente regional do PDT, tenha flertado com Roberto França, tentando atraí-lo para o partido e com expectativa de candidatura, não há nenhum convite para este ser um dos suplentes ao Senado na chapa de Pivetta. A ideia...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.