Executivo

Segunda-Feira, 16 de Setembro de 2019, 18h:21 | Atualizado: 16/09/2019, 18h:27

AMAZÔNIA LEGAL

MT receberá R$ 23 mi do Fundo Lava Jato para reforçar o combate as queimadas

Mayke Toscano

Ricardo Salles e Mauro Mendes

Ricardo Salles (Meio Ambiente) e Mauro Mendes em coletiva durante visita do ministro a MT no mês passado

Mato Grosso deve receber R$ 23,8 milhões para o combate as queimadas e o desmatamento ilegal. A liberação do recurso, proveniente do acordo de leniência, foi pactuado durante vídeoconferência entre o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, o governador Mauro Mendes (DEM) e os governadores da Amazônia Legal, realizada na manhã desta segunda (16).

O dinheiro será liberado do chamado Fundo da Lava Jato, já acordado entre o Governo Federal, Procuradoria Geral da República (PRG) e o Supremo Tribunal Federal (STF). Do total de R$ 1,060 bilhão,  cerca de R$ 430 milhões foram destinados aos Estados da Amazônia Legal.  

Conforme o acordado com Ricardo Salles,  do valor total de R$ 430 milhões, 50% serão divididos de forma igual entre os nove estados. Ou seja, cada um ficará com R$ 23,8 milhões.

Mauro espera que o recurso que cabe a Mato Grosso seja liberado o mais rápido possível. Segundo o governador, a verba será fundamental para reforçar o combate as queimadas que atingem o Estado.

“O ministro Ricardo Salles se comprometeu, por meio da Advocacia Geral da União, protocolizar junto STF, com o ministro Alexandre de Moraes, um documento  informando a concordância dos governadores sobre a distribuição do dinheiro que já está depositado em conta judicial. Pedimos que seja feito o mais rápido possível. Mato Grosso está sendo penalizado e estamos fazendo esforço gigante com os Bombeiros, prefeituras e a sociedade para combater as queimadas que são favorecidas pelas nossas condições climáticas”, explicou o governador.

Cada governador quer favorecer seu estado, por isso precisamos dialogar

Mauro Mendes

Já com relação aos outros 50%, a divisão ainda será definida em uma reunião futura e seguirá critérios técnicos. O encontro presencial será realizado em Brasília  após o retorno da Semana do Clima em Nova York.

“Os outros 50% serão distribuídos levando em conta critérios como extensão territorial; foco de queimadas no ano de 2018; população; extensão da faixa de fronteira linear e  PIB de cada estado. Todos os estados têm seus problemas, todos têm seus enfrentamentos. Nós concordamos na divisão igualitária de 50% e precisamos chegar ao consenso sobre a outra metade. Cada governador quer favorecer seu estado, por isso precisamos dialogar”, completou.

 O  governador também lembra que Mato Grosso já decretou situação de emergência por causa das queimadas. Por isso, reafirma que a liberação dos R$ 23,8 milhões e o rateio dos outros 50% são fundamentais para o fortalecimento ao combate aos focos de incêndio. Além do recurso, também será discutido na próxima reunião o Fundo Amazônia.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Vereador terá de devolver R$ 106 mil

justino malheiros 400 curtinha   Justino Malheiros (foto), que está licenciado da Câmara de Cuiabá para tratamento de saúde, terá de restituir R$ 106,6 mil aos cofres públicos juntamente com a empresa Votech Tecnologia em Votação Eireli. E o valor deve ser corrigido monetariamente pelo IPCA...

Única suplente com salário no Senado

clerie fabiana curtinha 400   Dos seis suplentes de senadores por Mato Grosso, uma recebe salário pelo Senado. Trata-se de Clérie Fabiana Mendes (foto), segunda-suplente de Selma Arruda. Mas o seu subsídio não é pelo cargo assegurado com a eleição da chapa, mas sim por ter sido nomeada em posto...

Prefeita e R$ 10 mi em obras em Sinop

rosana sinop 400 curtinha   A prefeita de primeiro mandato de Sinop Rosana Martinelli (foto) está fechando o terceiro e penúltimo ano de mandato com uma grande demanda de obras estruturantes. Após licitar, assinou contrato de R$ 10,2 milhões com a construtora e incorporadora Berna, que vai executar o projeto integrado de...

Justiça impede "espetáculo eleitoreiro"

helena 400 curtinha desembargadora   O Judiciário fez justiça ao mandar suspender a eleitoreira CPI contra o prefeito Emanuel. Numa fase já de pré-campanha, em que todos os 25 vereadores cuiabanos e mais uma centena de outros de fora se movimentam pensando na disputa eleitoral e ávidos para criar palanque, nada...

Parlamentar anda cabreiro até na AL

sebastiao rezende 400 curtinha   Sebastião Rezende (foto), que exerce o 5º mandato, anda cabreiro e assustado, até mesmo na hora de circular pelos corredores da Assembleia. E não pode avistar um jornalista que sai correndo. Na terça, após a sessão ordinária, o deputado acelerou os passos quando...

10 anos "adormecida" sobre Energisa

gisela 400 curtinha   Depois de mais de 10 anos atuando no Procon, a advogada e primeira-suplente de deputada federal Gisela Simona (Pros) agora que se acordou para a gravidade sobre a prestação de serviços da Energisa, campeã de reclamações junto ao próprio Procon. Passou todos esses anos sem mover...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.