Executivo

Sexta-Feira, 31 de Janeiro de 2014, 08h:35 | Atualizado: 31/01/2014, 12h:33

MT Saúde tenta reverter indenização

.

mt_saude

MT Saúde quer reverter decisão sobre indenização

Condenado a pagar quase R$ 13 mil de indenização a uma paciente, o MT Saúde vai recorrer da decisão do Juiz Antônio Carlos Pereira de Souza Júnior, da Comarca de São José dos Quatros Marcos. O magistrado determinou que a servidora pública Irani Machado de Castro Silva receba R$ 4,8 mil por danos materiais e R$ 8 mil por danos morais. De acordo com o presidente da autarquia, Flávio Taques, a determinação deve ser reformada em segunda instância. 
A servidora estadual é lotada em Cáceres. Na ação, ela reclamou de não ter recebido atendimento do plano quando procurou um hospital particular na sua cidade e quando foi transferida para Cuiabá. “Respeitamos a decisão do magistrado, mas entendemos que no curso de processo não foram apresentadas provas que sustentassem a existência de descaso ocasionando danos morais”, pontua Flávio.

Quanto a indenização por danos materiais, o presidente do MT Saúde ponderou que a paciente deixou claro que o MT Saúde, posteriormente, fez o reembolso dos valores gastos com as consultas pela servidora. Foram pagos, no entanto, apenas R$ 260. Em defesa do plano, o presidente frisa que o processo é referente ao ano de 2011 e que atualmente o MT Saúde atende regularmente todos os segurados e dependentes. 

 O presidente também alega que o plano está em fase de expansão. “O MT Saúde hoje é um plano respeitado, que honra os seus compromissos”, disse. Ele ainda destaca o projeto de reestruturação que está sendo feito pela autarquia. “Atualmente, com mais de 30 mil segurados, o MT Saúde vem executando em média 4,5 mil procedimentos”, completou. (Com assessoria)

MT Saúde é condenado e vai ter que indenizar paciente em R$ 13 mil

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Vice e o uso político do Creci pró-Julio

claudecir 400 creci curtinha   O sindicato dos profissionais do Mercado Imobiliário de Mato Grosso, sob Juliano Lobato, em nota de repúdio, detona o atual vice-presidente do Creci-MT, Claudecir Contreiras (foto), para quem está fazendo uso político da entidade e beneficiando, de forma descarada, o...

Toninho e expectativa de retorno à AL

toninho 400 curtinha   Toninho de Souza, que no ano passado estreou como deputado, permanecendo no cargo por 46 dias, no lugar de Eduardo Botelho, vive expectativa de retornar à cadeira na Assembleia. Mas isso vai depender de uma decisão de Janaína Riva, que está no quarto mês de gravidez. Ela tem...

Parlamentar temido reassume em VG

caio cordeiro 400 curtinha   Com menos de 15 dias no cargo de vereador em Várzea Grande, o primeiro-suplente Caio Cordeiro (foto), do PRP, já terá de desocupar a vaga. Eis que está de volta, da prisão para retomar o assento de parlamentar, Jânio Calistro, que está no segundo mandato e responde...

Diversos cortes nas despesas da AL

eduardo botelho curtinha 400   Num período em que o Legislativo praticamente parou, assim como o Judiciário e órgãos vinculados aos Poderes, como TCE e MPE, o presidente da AL, deputado Eduardo Botelho (foto), tomou decisão correta ao cortar gastos enquanto perdurar a pandemia do coronavírus. Entre as...

Governador está tenso e preocupado

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes anda tenso e preocupado. Mesmo já tendo adotado uma série de medidas de prevenção, inclusive consideradas radicais, ele não dorme direito por causa das projeções nada otimistas de aumento nos próximos dias de casos de coronavírus em...

AL aprovará empréstimo de R$ 550 mi

A Assembleia aprovou, na convocação extraordinária desta sexta (27), dispensa de pauta para a mensagem do Executivo que pede autorização para contrair empréstimo de R$ 550 milhões junto à Caixa Econômica. O recurso será aplicado na construção de pontes de concreto em diversos municípios. Agora, a matéria entra na pauta e será aprovada pela maioria dos deputados na próxima segunda (30),...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.