Executivo

Sábado, 18 de Janeiro de 2014, 09h:29 | Atualizado: 18/01/2014, 09h:39

Folha de pagamento

No primeiro ano de gestão, Mauro gasta R$ 50 mi a mais que Galindo

Mauro Mendes, em um ano de gestão gastou quase R$ 315 milhões com pagamentos. No último ano de mandato, Chico Galindo pagou R$ 265 milhões

mauro-mendes-reuniao.jpg

Prefeito gastou R$ 315 milhões com pagamento de pessoal e encargos

O prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), em um ano de gestão gastou quase R$ 315 milhões com pagamento de pessoal e encargos sociais. No último ano de mandato de Chico Galindo (PTB) foram pagos pouco mais de R$ 265 milhões. No comparativo são R$ 50 milhões de diferença. Os empenhos são referentes, por exemplo, a Previdência Social dos Servidores e Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

O socialista, no início do mandato, chegou a passar um ‘pente fino’ nas secretarias para detectar funcionários fantasmas. À época descobriu-se que aposentados e até gente morta ainda recebia salário. Em janeiro do ano passado 52 funcionários tiveram o pagamento bloqueado e em fevereiro 169.

Ao longo do ano passado 35 servidores municipais efetivos foram exonerados. Entre os motivos estão envolvimento em crime contra a administração pública, acúmulo ilegal de cargos, abandono de cargo e até um caso de abuso sexual de menor de idade. Apesar de pelo menos 256 pessoas deixarem de constar na folha, o ano de Mauro fechou com mais gastos que a de seu antecessor.

Um dos empenhos do ano passado é de R$ 115,5 milhões referente a despesas com folha de pagamento dos funcionários efetivos, prestadores de serviços e comissionados da secretaria municipal de Saúde. A quantia, no entanto, foi liquidada entre janeiro e novembro, de acordo com relatório encaminhado ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

No último ano de Galindo um dos empenhos com a pasta de Saúde foi de R$ 80,9 milhões, dos quais foram líquidos R$ 64,4 milhões. Ainda em 2012 o ex-prefeito pagou, entre tantas outras contas, o acerto rescisório e indenizações dos funcionários da extinta Sanecap. A prefeitura teve que desembolsar’ R$ 21,5 milhões. Em 2013, no entanto, não houve ônus com demissão em massa. 

O comparativo realizado é entre janeiro e novembro de 2012 e 2013. As despesas de dezembro do ano passado ainda não estão disponíveis no TCE. No último mês de mandato do petebista o Executivo gastou R$ 43,7 milhões com encargos sociais e pessoal.

Prefeitura de Cuiabá bloqueia salários de 169 servidores

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • pedro | Domingo, 19 de Janeiro de 2014, 21h34
    2
    0

    preste matenção ja tem drogados e mendigos andando pelas ruas de cuiaba, o pior são os drogados, que pra comprar drogas, furtam e roubam os moradores , policia e prefeitura, tem que chegar firme, se o poder publico não acolhe esse povo, o mundo das drogas acolhe...

  • ALGEMIROPEREIRA NUNES | Domingo, 19 de Janeiro de 2014, 08h30
    4
    0

    Onde esta sendo construido o novo pronto socorro de cuiaba que foi tão propagado pelo prefeito MM.

  • matheus | Sábado, 18 de Janeiro de 2014, 19h27
    4
    0

    Digite o texto R$ 50 milhões de diferença, da para este prefeito do oba oba, que adora fazer propagandas bonita de maquete cenográficas de obras, fazer o nosso asfalto aqui no Dom Bosco, que as ruas viraram valeta com fendas profundas. Padeiro, meu IPTU e dos meus vizinhos estão todo em dias.

  • domicio | Sábado, 18 de Janeiro de 2014, 11h13
    6
    0

    o que adianta exonerar e bloquear salarios de aposentados fantasma? se esse prefeito cria mais cargos em comissao para sastifazer seus aliados.

Matéria(s) relacionada(s):

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

Vereadores, Tapurah, reajuste e férias

odair tapurah vereador curtinha 400   Em Tapurah, no Nortão, com menos de 15 mil habitantes, seus nove vereadores iniciam o 2020 com salário reajustado em 4,48%, seguindo a tabela do INPC. Mesmo ainda em férias, eles vão receber já na folha de janeiro R$ 5,8 mil cada. No caso do presidente Odair César Nunes...

Vereador, reunião e apoio a músicos

diego guimaraes curtinha 400   Músicos e representantes da Prefeitura de Cuiabá sentaram à mesa nesta quinta, na Câmara Municipal, para tentar resolver impasse sobre horário de funcionamento e volume do som nos estabelecimentos e também estudar ajustes na lei do Disk-Silêncio. O presidente da...

Antes, durante e depois de Bolsonaro

wilson kero-kero 400 curtinha   O vereador pela Capital, Wilson Kero-Kero (foto), que era do SD e se filiou ao PSL em 2015, muito antes da chegada do hoje presidente Bolsonaro, vai aproveitar a janela de março e pular para o Podemos. Isso não quer dizer que ele deixará de defender o governo do capitão. Assegura que...

Entrevistando uma aliada vitimizada

dito lucas 400 curtinha   Selma Arruda aceitou gravar entrevista para o programa Roda de Conversa, apresentado por Dito Lucas (foto) e que estreia hoje à noite, na TV Gazeta de Cuiabá, desde que fosse em sua casa, em Chapada dos Guimarães. E assim foi feito. A senadora cassada ficou bem à vontade para falar o que quis....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.