Executivo

Sexta-Feira, 06 de Setembro de 2019, 15h:19 | Atualizado: 06/09/2019, 15h:26

NA BRONCA

Onde Cuiabá não tem assento, eu não creio, diz Emanuel sobre comissão do VLT

Rodinei Crescêncio

Emanuel Pinheiro

Emanuel Pinheiro em evento com ministro Abraham Weintraub, que anunciou investimento de R$ 5 mi na Capital

O prefeito  Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que não acredita na comissão formada por integrantes dos governos federal e estadual para definir até novembro o destino do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá e Várzea Grande. Reclamou que o município foi excluído do debate e garantiu que não vai permitir que a obra reinicie sem que a prefeitura seja consultada.

“Onde Cuiabá não tem assento, eu não acredito em nada. Cuiabá não tem assento nessa comissão. Se Cuiabá não participa, eu não acredito que possa dar certo. Então, se Cuiabá não for convocada, não for chamada, se não tiver assento na comissão, não vamos considerar o trabalho dessa comissão”, disse Emanuel após evento realizado no Centro de Eventos do Pantanal, nessa quinta (05), com a presença do ministro da Educação Abraham Weintraub.    

Em 2017, Emanuel proibiu, por meio de decreto, que o Estado faça obra na cidade sem o aval da prefeitura. Segundo ele, a medida está vigente e será cumprida inclusive para as obras do VLT.

“Ninguém vai entrar arrebentando Cuiabá sem ouvir a prefeitura, sem ouvir a população cuiabana. Olha o que aconteceu no passado: tivemos que corrigir inúmeras agressões ao urbanismo porque entraram aqui de qualquer maneira, arrebentaram com a cidade, com os canteiros centrais, com a nossa malha viária”, completou o emedebista.

A comissão para tratar da retomada do VLT foi criada em julho pela Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional atendendo reivindicação do  Governo do Estado. Nesta semana, o governador Mauro Mendes (DEM) cobrou celeridade nos trabalhos. 

 Emanuel também defende a retomada e conclusão das obras do VLT. Entretanto, não abre mão da participação da Prefeitura da Capital no processo. “Eu quero ser ouvido. Aliás, Cuiabá tem que ser ouvida, tem que participar dessa comissão porque o que está em jogo é o destino de milhares de usuários do transporte coletivo da Capital. O VLT vai andar aqui e em Várzea Grande. O VLT não vai andar no Estado, não vai rodar na União”, concluiu.

O VLT, que faz parte do pacote de obras da Copa do Mundo, está com as obras paralisadas desde dezembro de 2014. Na campanha eleitoral, Mauro pediu o prazo de 1 ano para encaminhar uma solução para o problema.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

De fora da disputa em Rondonópolis

percival muniz 400   O pecuarista Percival Muniz (foto), hoje "mergulhado" nas duas fazendas na região do Xingu, adianta que não será candidato a prefeito de Rondonópolis, posto já ocupado por ele por três vezes. Mesmo com recall junto à população de bom gestor e popular, ele é...

Conselheira e o faturamento familiar

jaqueline jacobsen curtinha 400   Está repercutindo muito mal para a conselheira substituta do TCE-MT Jaqueline Jacobsen (foto) a notícia publicada pelo site O Livre, nesta sexta, de que a sua irmã, advogada Camila Jacobsen, em sociedade com Eveline Guerra, filha da conselheira, são sócias da "Jacobsen &...

Selma vê maior conforto no Podemos

selma curtinha 400   No grupo de WhatsApp "PSL Mulher MT", Selma Arruda (foto) escreveu um texto de despedida do partido. Disse estar chateada "com tudo isso", mas que não perdeu a fé e que o Governo Bolsonaro vai dar certo. Afirma sair do PSL com "coração partido" e que continua com os mesmos ideais no Podemos, onde...

Podemos esperando Selma se salvar

alvarodias_curtinhas   Na busca para ampliar a bancada do Podemos no Senado, o senador Alvaro Dias, derrotado à presidência no ano passado, só correu atrás de Selma, no sentido de convencê-la a se filiar no partido, depois que foi informado que ela tem chances reais de derrubar no TSE a cassação por...

Fávaro e esperança em assumir vaga

carlosfavaro_curtinha   O representante do escritório de MT em Brasília Carlos Fávaro (PSD) está convicto de que a senadora Selma não só será cassada de vez pelo TSE nos próximos meses, como a decisão da Corte lhe permitirá assumir a vaga enquanto não for eleito um novo...

Maturidade e nova visão sobre o TCE

janaina_riva_curtinha   No segundo mandato e sentindo-se mais madura politicamente, apesar de ainda bem jovem – completou 30 anos em 21 de janeiro – a deputada Janaína Riva revela que pensa diferente sobre a indicação de políticos ao cargo de conselheiro do TCE. Ao autorizar os colegas a derrubar a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.