Executivo

Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 08h:28 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:27

PALÁCIO PAIAGUÁS

Paiaguás não tem acessibilidade para portadores de deficiência

Elevador desativado   A falta de acessibilidade em órgãos públicos, ruas, calçadas e até mesmo hospitais preocupa a população mato-grossense, ao menos a parcela que necessita de tais facilidades para trafegar livremente. Os exemplos da falta de acessibilidade já começam no próprio Palácio Paiaguás, sede do governo estadual. Quatro escadas dão acesso ao piso superior do prédio, onde fica o gabinete do governador e do vice, a Casa Civil e Militar e a secretaria de Comunicação do Estado. Tanto do lado de fora quanto na parte interna, é possível perceber que os portadores de deficiencia física ou mobilidade reduzida não têm vez no local. Não existem rampas e o único elevador do prédio dá direto na sala do chefe do Executivo e somente ele pode utilizá-lo.

   Nem sempre foi assim. É possível verificar a existência de um extinto elevador. Após a desativação, o local se transformou num banheiro, localizado no corredor entre o gabinete e sala de reuniões. Um ex-funcionário do Governo relata que as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, precisam ser carregadas para subir ao primeiro piso. “Se não bastasse o constrangimento, essas pessoas dependem da boa vontade de quem passa pelo local”. 

   O que acontece no Paiaguás é apenas um exemplo da falta de acessibilidade. Prédios públicos, farmácias, agências bancárias, postos de saúde, escolas, travessias e calçadas, entre outros locais, são um verdadeiro problema para quem possui algum tipo de problema de locomoção. Transitar por Cuiabá acaba sendo um desafio.  

   O presidente do Conselho Estadual de Direito da Pessoa com Deficiência (Coned), Mário Lúcio, diz que a associação atua junto ao Ministério Público e CREA na fiscalização dos órgãos púbicos. “Há muito tempo entrei com pedido no Ministério Público para comunicar o Estado e a prefeitura das adequações necessárias. O Palácio Paiaguás é um prédio bastante antigo e inacessível para os deficientes. As secretarias de Saúde e Educação de Cuiabá também são inacessíveis aos portadores”, afirma Mário. “No caso do prédio da Saúde é ainda pior, pois oferece dificuldade de locomoção até para as pessoas que não têm deficiências”.

   A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) prevê a instalação de plataformas e elevadores de cadeirantes em prédios públicos. Na maioria das vezes, o agente fiscalizador é a própria população e os conselhos estaduais e municipais dos portadores de deficiência. 

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Junior | Sexta-Feira, 10 de Setembro de 2010, 10h26
    0
    0

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK É piada mesmo e o povo ainda vota nesse Silval e no Blairo, eles nem sabem o que realmente é pobresa e deficiencia

  • Maria Justina | Domingo, 29 de Agosto de 2010, 18h03
    0
    0

    Se nem no Palácio do Governo há a acessibilidade para Portadores de deficiência, imagine nos demais órgãos. Trabalho no predio da SEDER, este, com excessão da rampa de entrada, internamente o acesso é somente por escadarias. Uma situação que precisa ser mudada.

  • anselmo | Sábado, 21 de Agosto de 2010, 19h16
    0
    0

    na sede do mt saude, nem estacionamento tem nem pra pessoa normal, espaço reduzido, que parece que o servidor ta fazendo favor de ir la....e nenhuma autoridade faz nada...só pensando em si mesmo...

  • Rodrigo Fernando de Amorim | Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 15h40
    0
    0

    Só para os pobres para os ricos tem elevador privativo que sai proximo a sala do Governador, so que lá falta muitas outras coisas por exemplo falta vergonha na cara o Blairo criou um cabidão que foi a Ouvidoria que pelo que eu entendo é para receber denuncias de alguma fraude ou alguma outro desvio e o que acontece na Ouvidoria o Ouvidor e o Adjunto sai para a campanha e nomeia em seus lugares o filho e a mulher e a Casa Civil que é junto tem como chefe de gabinete a Mulher do Dr. que reponde pela Vice-governadoria e que em menos de 3 meses ja foi promovida a um Das de secretario Adjunto é mole ou quer mais.

  • anamariasousamelo | Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 15h09
    0
    0

    \todos, tem acesso ao elevador do governador isso não passa de oposição.Sou funcionaria 30anos não precisoagradar ninguem.

  • Germano Souza Cruz | Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 13h36
    0
    0

    OOOOOOOOOOOO quê????? Não tem acessibilidade???? Mas o quê é que fez O BLAIRO MOTOSSERA DE OURO e o SILVAL DIVISÃO BARBOSA nesses 08 infindáveis anos à frente do Executivo Estadual? Eles não sabem ou não importam com cadeirantes, COM O SER HUMANO????? E é gente como essa que quer manter-se no poder? Vão manter-se no poder sim, mas só se os eleitores matogrossenses forem idiotas.

  • Paulo Rogério Barcelos Santiago Lima | Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 09h37
    0
    0

    Eu sou cadeirante (PNE) e passei dificuldade no detran, mas consegui lutar com a administração do orgão, quando era servidor, e mudamos muita coisa lá 90% estah adaptado, agora estou no DNIT um orgão de infraestrutura e o ultimo superintendente Rui mal adaptou o orgão , ficou só na palavra, mas entrou outro Superintendente o Britto e tive um bati papo com ele, e o mesmo se prontificou em adaptar o orgão, eu fico feliz, e luto sempre, o cidadão deve ser ativo e não omisso, pretendo passar em varios concursos, e adaptar todos orgãos, se possível me inserir como político para exercer essa representação e exigir a acessibilidade! Cuiabá merece, Mato Grosso merece, a Copa exigi isso! vamos lah

  • Nilda Freza Schneider | Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 09h31
    0
    0

    Infelizmente é uma realidade muito triste. A falta de acessibilidade aos PNEs em Cuiabá é visível em todos os lugares, ruas, órgãos, calçadas, ônibus e principalmente a falta de consciência das pessoas "normais", Sou esposa de um PNE, e por várias vezes briguei por causa disto, são pessoas que estacionam onde existe rampa(as que existem são inadequadas ao acesso de cadeirantes), mas enfim existem e deveriam possibilitar o ir e vir dos PNEs.Mas há algo que me deixa muito chateada: são os ônibus da nossa capital, deveriam ser todos adaptados, porém os poucos que são, na maioria das vezes estão com defeitos na na rampa, e é necessário erguer a cadeira nos braço, correndo o risco de derrubar o cadeirante e causar danos fisicos aos mesmo, isso me preocupa muitissimo, pois essa é a realidade do meu esposo e dos demais PNEs que residem em Cuiabá, sendo quase 465mil em todo o Estado(estatistica do IBGE). Sinto que infelizmente não há preocupação por parte de quem pode fazer algo pelos nossos PNEs. Gostaria que mudasse, é preciso que os PNEs e familiares se unissem para mostrar força, precisamos pensar em algo que nos faça aparecer, eu e meu esposo estamos fazendo a nossa parte, brigamos pelo direito de ir e vir. Deixo aqui um apelo a quem pode fazer algo pelo direito de ir e vir dos PNEs, há uma indicação da Criação SECRETARIA DE ESTADO DAS PESSOAS COM DEFICIENCIA, que já está no gabinete do Sr. Governador, creio que é um passo importante para começarmos a luta pelos direitos dos nossos PNEs. Peço ao Sr. Governador que olhe com carinho por esta causa, faça algo pelos PNEs do nosso Estado.

  • ROBERTO RUAS | Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 08h51
    0
    0

    Esse é o retrato de uma capital que teve dois vereadores deficientes na camara , e ainda é uma cidade medieval em termos de acessibilidade. Viver em Cuiaba sendo um deficiente é um fardo ainda mais pesado a ser carregado.

  • Jedae | Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 08h43
    0
    0

    Pra que? Silval e thurma da butina de ouro, não quer esse povo lá no palácio dele não!

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...

Candidato da família Oliveira à Câmara

luluca 400 curtinha   O jovem advogado Luluca Ribeiro (foto) é uma das apostas do MDB por renovação na Câmara da Capital. Concorre a vereador e tende a "herdar" o espólio político da família Oliveira, dos tios Dante, ex-governador que morreu em 2006, e Thelma, prefeita de Chapada dos Guimarães....

Deputado tenta censura e sem êxito

xuxu 400 curtinha   Em duas tentativas, o deputado estadual Xuxu Dal Molin (foto), candidato a prefeito de Sorriso pelo PSC, tentou, sem êxito, censurar o portal Rdnews. Na 1ª Vara Cível da Comarca de Sorriso, Xuxu ingressou com pedidos de antecipação de tutela, pleiteando retirada do ar de matérias que...

Rei do Gado entra numa difícil disputa

mauricao 400 curtinha   O leiloeiro Maurição Tonhá (foto), chamado por muitos de "Rei do Gado", está de volta à disputa eleitoral. O pecuarista com bens avaliados em R$ 19 milhões é candidato pelo DEM a prefeito de Água Boa, muncípio já administrado por ele por dois mandatos. Em...