Executivo

Sexta-Feira, 05 de Março de 2010, 18h:21 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

CAIU NA REDE

Percival admite que pressão do PR e PSDB pode minar Mendes

Percival admite que pressões podem minar projeto de Mendes

Percival Muniz    Presidente regional do PPS e suposto “mentor” do projeto de candidatura própria do empresário Mauro Mendes (PSB) ao governo, o deputado estadual Percival Muniz admitiu pela primeira vez que pressões do PSDB e do PR podem minar o movimento Mato Grosso Mais, formado por PDT, PSB, PPS, PV e PRTB. “Não sei até quando vamos resistir”, disse nesta sexta (5), em entrevista ao programa Tribuna do Ouvinte, da Rádio Cultura. Segundo Percival, a pressão é realmente forte. “Infelizmente algumas lideranças nossas aceitaram voltar para os braços de Wilson e, do lado do Blairo, também há influência”. Ele ainda acredita na construção de uma terceira via entre os dois grupos, mas admite que não será fácil resistir às propostas.

   Segundo ele, Mendes chegou a receber uma proposta do governador Blairo Maggi (PR) e do vice Silval, pré-candidato do PMDB ao Paiaguás, para integrar o grupo, num jantar realizado na última quarta (3) – leia mais aqui. Conforme Percival, o empresário confirmou a ele que Blairo propôs a contratação de dois institutos para avaliar qual o nome de maior peso eleitoral: Mendes ou Silval.

   O deputado, porém, demonstra desconfiança. “É uma tentativa de engabelar ou, de fato, é uma proposta maior do que aquilo que a gente previa. Na verdade, nós esperávamos o apoio desse pessoal no segundo turno. Eles querem antecipar para o primeiro. Não tem um acordo fechado, mas existe uma sugestão real”. Diante disso, Percival chegou a marcar uma reunião com os partidos que compõem o movimento Mato Grosso Mais em busca de uma definição. O encontro está marcado para o próximo dia 15.

Mauro Mendes   Segundo o deputado, a proposta de uma terceira via na disputa ao governo foi idealizada depois que os principais partidos do atual cenário político polarizam apoios e pré-candidaturas. Ele lembrou que Silval foi escolhido para encampar a disputa à majoritária pelo grupo liderado por PR, de Maggi, pelo PMDB do deputado federal Carlos Bezerra, e também pelo PT de Carlos do Abicalil e da senadora Serys Marly. “Formou-se um tripé de grandes partidos”, apontou.

   Na outra ponta, o PSDB, do prefeito Wilson Santos e do ex-senador Antero Paes de Barros, começou a formar o bloco de oposição com o apoio do PTB. “Os grandes partidos dominaram a cena política e os partidos menores começaram a ficar sem muita alternativa. Chegaram a falar que não fazia muita diferença ter o nosso apoio. Para nos unirmos a eles, nós teríamos que ir para uma casa que já estava coberta de lona e em cima da hora. Então começamos a construir uma outra alternativa”, justificou.

    Caititus e Unemat

    Numa crítica à atuação do Legislativo, Percival explicou a utilização do termo caititu num dos discursos proferidos na tribuna da Assembleia, o que gerou polêmica. “Hoje em dia o parlamento virou casa de homologação e poder assessório do Executivo, aí termina agindo como bando”, analisa.

    O deputado também defendeu a eficácia da CPI da Unemat, presidida por ele. Percival afirmou que, no máximo em 60 dias, os trabalhos estarão concluídos. “Não é perseguir ninguém, mas não esconder a verdade. Na democracia, as instituições saem fortalecidas da crise. As irregularidades encontradas serão encaminhadas ao Ministério Público”, avisou.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Admilson Leal | Quinta-Feira, 11 de Março de 2010, 11h13
    0
    0

    ONde esse Percival quer chegar com tanta perseguição? A UNEMAT deveria ser defendida por todos de Mato Grosso e não junto com os oportunistas tentar destruir. Como estudante lamento. Admilson

  • Mário Quidá | Sexta-Feira, 05 de Março de 2010, 23h43
    0
    0

    Parabéns ao Deputado Percival, sempre com análises inteligentes e coerentes. Esperamos que esta CPI consiga desvendar a caixa preta que se transformou a nossa querida UNEMAT.

  • Tulio Silva | Sexta-Feira, 05 de Março de 2010, 22h45
    0
    0

    Blairo um estrategista Inteligente e responsável. Decisões amparadas em pesquisas é perfeitamente verossímel. Apenas bons candidatos, não é suficiente, para enfrentar um adversário com grande apelo popular e uma agenda quase crivel aos olhos e desejo desta massa eleitoral decisora. Percival tenta operar um plano tatico inteligente e ainda hermetico, cabendo aos outros atores a implementação. Nos eleitores que recentemente migramos para a classe C, anseiamos conhecer a agenda dos candidatos para nossa consciente e decisiva escolha.

Apoiado por deputados bolsonaristas

jose medeiros 400 curtinha   Um dos vice-líderes do Governo Bolsonaro na Câmara, o deputado José Medeiros (foto), do Podemos, vem recebendo apoio na disputa ao Senado de vários parlamentares bolsonaristas. O chamado núcleo duro do presidente no Congresso Nacional está com Medeiros, entre eles os deputados...

Justiça barra ficha suja em Poconé

clovis martins 400   A Justiça Eleitoral barrou em Poconé o ex-prefeito Clovis Damião Martins (foto), considerado ficha suja. Está inelegível por oito anos. Filiado ao PTB, ele foi condenado pelo TCU por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa. Enquanto...

3 estão fazendo pesquisa em Cuiabá

Três institutos de pesquisa entraram em campo na capital nesta semana para levantar as intenções de voto para prefeito. São eles: Malujoa Comunicações, que geralmente divulga os resultados no site Olhar Direto; a Voice Pesquisas e Comunicação, do site Midianews; e Real Time Big Data. A Voice poderá tornar públicos os números apurados da pesquisa a partir de segunda (26), enquanto os outros dois estão autorizados...

Marino enaltece Leitão para o Senado

marino franz 400 curtinha   O empresário e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz (foto), anunciou apoio a Nilson Leitão (PSDB) para o Senado. Disse que conhece o candidato tucano de longa data, desde quando este foi prefeito de Sinop e assegura que Leitão é preparado, representa muito bem a região e o...

Magali de fora em General Carneiro

magali vilela 400   A ex-prefeita de General Carneiro, Magali Vilela (foto), que se lançou novamente à disputa ao Executivo, foi barrada pela Justiça. Teve o registro indeferido, já que está inelegível por ter sido condenada à suspensão de seus direitos políticos em...

Kalil, ausência e críticas de educadores

gilmar ferreira 400 curtinha   O candidato a prefeito de Várzea Grande Kalil Baracat (MDB) não foi a um evento realizado pelo Sintep para apresentar suas propostas aos técnicos e professores da educação básica. A ausência e sem apresentar justificativa deixou professores na bronca. O sindicalista...