Executivo

Terça-Feira, 01 de Abril de 2014, 10h:30 | Atualizado: 01/04/2014, 16h:58

PF deflagra operação em Cáceres e apura desvio de R$ 2,5 mi - veja aqui

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã uma operação em Cáceres. Neste momento estão sendo cumpridos vários mandados de busca e apreensão. Agentes federais estão na sede da prefeitura. Entre as pessoas que foram levadas para prestar esclarecimentos estão Eliene Liberado. Informações preliminares dão conta de que são 67 mandados de busca e apreensão. Entre os alvos estariam secretárias Administração, Governo, Finanças e Saúde da cidade. Por enquanto, os alvos são empresas que fornecem medicamentos.

Estão sendo sendo apreendidos documentos. Entre os detidos estaria o ex-secretário de Saúde Luis Landim, que atuou na gestão Francis Maris (PMDB) e na do ex-prefeito Túlio Fontes. (Colaborou Rádio Jornal de Cáceres)

Às 8h20 - PF deflagra Operação Fidare

A Polícia Federal informou, por meio de nota, que a deflagração da Operação Fidare nesta terça (1) tem como alvo uma quadrilha que atuava na prefeitura de Cáceres e que teria desviado cerca de R$ 2,5 milhões nos últimos 2 anos. As fraudes foram cometidas contra três programas federais do ministério da Saúde. Às 10h30 será concedida entrevista coletiva às 10h30 na Superintendência Regional da Polícia Federal, em Cuiabá. Fidare, em italiano, significa confiança.

Às 08h28 - Ex-prefeito Túlio presta esclarecimentos

Conforme a PF, estão sendo cumpridos 113 mandados judiciais: 30 de prisão preventiva, 17 de temporária, 13 conduções coercitivas e 53 de busca em Cuiabá, Cáceres e Sinop, em Mato Grosso, além de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Nerópolis, no estado de Goiás. Entre os conduzidos coercitivamente para prestarem esclarecimentos estão o ex-prefeito Túlio Fontes e atual vice-prefeita Eliene Liberado. Procuradores municipais, proprietários e representantes de grandes empresas do setor farmacêutico foram presos pela PF hoje.

Às 8h37 - Quadrilha fraudava licitações e remédios não eram entregues, diz PF 

Conforme as investigações da PF, o grupo desviava recursos dos programas: Assistência Farmacêutica, de Saúde da Família e Piso de Atenção Básica à Saúde, que são destinados à aquisição de medicamentos. Para tanto, os empresários, em conluio com servidores e agentes públicos, entregavam produtos à Prefeitura de Cáceres sem o devido pagamento. Não era conferido, por exemplo o estoque de medicamentos necessários ao atendimento da população. Posteriormente, licitações era simuladas para formalizar a aquisição dos medicamentos.

A secretaria municipal de Saúde, por sua vez, conforme a PF, também retardava licitações até que houvesse falta completa de material e os procuradores apresentavam pareceres para justificar a compra atrasada de remédios. Assim, era possível direcionar as licitações aos fornecedores que possuíam relações de confiança com os secretários. Em outra modalidade de fraude, a quadrilha fazia a aquisição de produtos sem a devida entrega.

Assim, era autorizado o pagamento aos fornecedores mesmo sem o recebimento dos remédios. A pessoa responsável pelo controle dos estoques de medicamentos participava do esquema criminoso, atestando as entregas que não ocorriam. Alguns produtos não eram distribuídos e chegavam a perder a validade. Outros eram jogados fora. A situação provocou a falta de soro fisiológico nas unidades de saúde da cidade. (Com Assessoria)

Às 08h51 - Secretário de Finanças na lista de envolvidos

O Rdnews apurou que a hoje servidora da Unemat de Cáceres Vânia Costaldi, que era responsável pelo setor de licitaçoes, secretário de Finanças Odiner Gonçalves de Sá e o servidor do Pronto Socorro Diego Antonine estão na lista dos detidos, sob acusação de participar no esquema que desviava recursos da Saúde.

Às 10h30 - Vânia não atua mais na Unemat

O pró-reitor Administrativo da Unemat Valter Danzer esclarece que Vânia já atuou como professora contratada da Unemat, mas que não faz mais parte do quadro funcional da instituição desde dezembro de 2007.

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • Milton Costa Ribeiro | Quarta-Feira, 02 de Abril de 2014, 14h41
    1
    0

    Fico pensando, que como tem gente aqui, que quando é a barba alheia que pega fogo, 'BEM FEITO', e quando chega a propria vez, quer esbravejar contra que joga as verdades na cara! A Vania Costaldi, conheço, trabalhei com ela, ELA NAO CHEGOU A FAZER NEM O PROCESSO DA LICITAÇÃO DOS REMEDIOS, digo mais tem coisa errada aí, e muito, e muitos foram pegos de BODE EXPIATÓRIO SIM, e atesto isso, por que trabalhei com ela e muitos dos que estao lá detidos, sei das suas honestidades, por isso acho injusto julga-los e condena-los antes saberem o que de fato ocorreu! Digo agora e onde me perguntarem sobre eles e, mais, POR QUE O MP PEDIA TANTA DOCUMENTAÇÃO DURANTE O MANDATO DO EX-PREFEITO? E PORQUE O TC/MT TEM O CONTROLE RIGIDO DO SISTEMA APLIC E GEOBRAS?

  • Luis A. | Terça-Feira, 01 de Abril de 2014, 20h45
    1
    0

    Porque o nobre pró-reitor Administrativo da Unemat não disse o bagre ensaboado Aldo Cesar da Silva Ortiz, que também está envolvido e foi preso, faz parte da sua turma na UNEMAT, é servidor e serve a gestão do Adriano como diretor do Educação a Distância - UAB/UNEMAT. Esse é figura é carimbada, GAECO também tá de olho nele. A UNEMAT é ninho desse povo. É só conferir o vinculo http://www.unemat.br/ead/?link=contatos

  • maria celia pereira dos santos | Terça-Feira, 01 de Abril de 2014, 18h53
    0
    0

    mais eu sempre soube que tulio nunca foi uma pessoa que gostasse de pegar no pesado,sempre falei isto de carater duvidoso,ai quem defendia ele por causa do pai alguns petista que sabe de quem estou falando

  • Janio Veiga | Terça-Feira, 01 de Abril de 2014, 17h10
    3
    0

    Não julgo ninguém, que tudo seja devidamente apurado! Só quero fazer notar a todos os que criticam o SUS, que dinheiro tem quando se sabe usar; mas quando não se sabe, nenhum dinheiro basta. O governo federal envia dinheiro para todos os municípios do país sem distinção, mas o que cada um faz com ele, é por conta e responsabilidade de cada município. Que aprendamos a lição e deixemos de choradeira!

  • andre simioni | Terça-Feira, 01 de Abril de 2014, 17h07
    0
    0

    Sr. José, você disse exatamente tudo, ou seja: É TUDO FARINHA DO MESMO SACO, SE ESTAVAM NA ADMINISTRAÇÃO ANTERIOR E ESTÃO AGORA NA ADMINISTRAÇÃO ATUAL, E FORAM ENVOLVIDOS NESSA OPERAÇÃO, NÃO HÁ MAIS NADA A SER DITO, CADA UM QUE TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES , POIS ESTÁ TUDO MUITO CLARO, TANTO A ADMINISTRAÇÃO ANTERIOR QUANTO A ATUAL NÃO VALEM UM PEQUI RUÍDO, E VALE LEMBRAR AINDA QUE O SR FRANCIS VENCEU A ELEIÇÃO COM O APOIO DO TULIO FONTES.

  • jose | Terça-Feira, 01 de Abril de 2014, 16h14
    0
    0

    andre simione,leia 1º a materia,as investigacoes sao da administraçao do tulio,e verdade q tem pessoas q trabalhou com o tulio e está tambem na atual administraçao

  • flavio | Terça-Feira, 01 de Abril de 2014, 15h11
    0
    0

    a verdadeira mafia das fraldes em licitacoes entao em caceres. pq a policia nao aproveita pra fazer uma investigaçao mais profunda. pois no setor de alimentos. é so um supermercado de caceres que ganha a mais de 4 anos. será que nao tem inregularidades? duvido muito que nao tenha. se apronfundar nas investigaçoes. garanto que vao achar devios bem maiores que o de hj

  • wlater neto | Terça-Feira, 01 de Abril de 2014, 13h24
    2
    0

    falta pouco para essa operação acontecer na UNEMAT / FAESPE, ali tem coisa feia. Podem confiar, tem gente que ver o sol nascer quadrado. kkkkkkk

  • FABIO TORRES | Terça-Feira, 01 de Abril de 2014, 13h13
    2
    1

    TEM QUE FAZER NA AREA DA CULTURA, FRANCO VALERIO DENUNCIOU EM REDE NACIONAL ESQUEMA DO PEDRO CORREIA, E ATÉ HOJE QUE ACONTECEU, QUE OS COITADOS DO FRANCO E GABI FORAM ATE EMBORA DE CACERES, POIS AS PORTAS SE FECHARAM

  • marli | Terça-Feira, 01 de Abril de 2014, 12h21
    0
    0

    marli, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

"Cenário apocalíptico" e respiradores

z� do patio 400 curtinha   Um mês depois do escândalo sobre a compra e pagamento de quase R$ 4 milhões por 22 respiradores falsificados, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, tomou duas decisões, mas nenhuma delas no sentido de investigar eventuais falhas de servidor da...

Binotti, a popularidade e a oposição

luiz binotti 400 curtinha   O grupo político do hoje vice-governador Otaviano Pivetta, que comandou Lucas do Rio Verde por mais de duas décadas, terá dificuldades para reconquistar o comando local no pleito deste ano. O pré-candidato Marino Franz, que foi vice de Pivetta e depois prefeito, será o...

Um mês no Senado e com um projeto

carlos favaro 400 curtinha   Em um mês como senador, Carlos Fávaro (foto), oficialmente com 12 assessores, por enquanto, fez dois pronunciamentos da tribuna, não atua na relatoria de nenhuma propositura e apresentou um projeto, justamente o que pede socorro financeiro a um dos setores do agronegócio, o algodoeiro. Na...

Desagregador luta pra retornar à Ager

fabio calmon 400   Fábio Calmon (foto), que foi adjunto da Sinfra no Governo Taques e depois nomeado presidente da Ager-MT, não desiste da Agência, mesmo sabendo que ali se tornou uma pessoa non grata por uma série de situações. Foi carimbado de incompetente, burocrata, arrogante e desagregador. O governador...

Oportunismo e na defesa de Bolsonaro

niuan ribeiro curtinha 400   Niuan Ribeiro (foto), presidente do Podemos em MT, agora virou defensor do Governo Bolsonaro. Eis o que o vice-prefeito de Cuiabá escreveu no Instagram, em postagem acompanhada de sua foto, sobre o conteúdo da reunião ministerial de 22 de abril que expôs várias faces do governo. "Apesar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.