Executivo

Sexta-Feira, 10 de Dezembro de 2010, 18h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:28

CÂMARA DE CUIABÁ

Pinheiro vê "viés político" em movimento de Lúdio contra IPTU

Líder do prefeito vê viés político em movimento de Lúdio contra IPTU

Lúdio Cabral   O presidente eleito da Câmara de Cuiabá Júlio Pinheiro (PTB) vê viés político no movimento liderado pelo vereador petista Lúdio Cabral (PT), que tenta anular a atualização dos valores da planta genérica da Capital. Líder do prefeito Chico Galindo (PTB) no Legislativo, ele se articula junto aos colegas para que caso o projeto de iniciativa popular seja apresentado, não consiga obter êxito na Câmara. “Não existe a mínima possibilidade disso ocorrer. O prefeito já diminuiu o valor cobrado e não entendo o motivo para esse movimento, só pode ser a eleição de 2012”, afirmou o petebista.

   Ele argumenta que em 2011 Galindo vai cobrar apenas 70% do novo IPTU e que mesmo assim ele manteve a isenção para mais de 26 mil residências. “Se reduzirmos mais, daqui a pouco a prefeitura vai ter que pagar para as pessoas morarem”, reclamou o parlamentar. Ele pontuou ainda que a CDL, que era uma das principais entidades do fórum organizado por Lúdio, ficou satisfeita com a proposta de Galindo.

   Desde que o movimento começou, cerca de 10 mil pessoas já assinaram o fórum municipal contra o aumento do IPTU. Para que o projeto de iniciativa popular seja apresentado ao parlamento são necessárias 17,5 mil. Depois, ele ainda precisa ser votado e aprovado pelos vereadores para que o decreto do prefeito, que atualizou o valor da planta genérica de Cuiabá seja anulado. “Nós estamos demonstrando mais uma vez que existem instrumentos para que a população ajude a legislar”, pondera o petista.

   Ainda segundo ele, o recuo do prefeito em diminuir o valor do IPTU de 2011 foi uma vitória parcial. “Mas ainda não é o suficiente, por isso, o movimento continua”, afirmou.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Pedro Escolástico | Sábado, 11 de Dezembro de 2010, 11h30
    0
    0

    Itamar Jefferson, kkkkkkkkkkkkkkkkkk, Voce disse Progeto? Meu Deus, com tanta facilidade nos dias de hoje. Pobre povo do Itapajé.

  • Adão Costa | Sábado, 11 de Dezembro de 2010, 10h46
    0
    0

    O Vereador Ludio Cabral está certíssimo e de parabéns, continue ao lado do povo, lute pelo nosso povo, que com certeza voce terá milhares de votos, nas próximas eleições. O que está faltando são políticos com disposição e coragem para ir aos anseios do povo. É DIFERENTE DE QUEM FICA POR CIMA DO MURO, O POVO NAÕ ESTÁ MAIS DORMINDO!!!!

  • Jean M. Van Den Haute | Sábado, 11 de Dezembro de 2010, 09h11
    0
    0

    O Dr. Lúdio está certo. O problema não foi resolvido com um desconto de 30%. O que se deve fazer é ir ao fundo do problema, adquirir os sistemas inteligentes permitindo o ordenamento correto e em tempo real do território metropolitano. A partir daí será possível estabelecer uma estratégia, socioeconomicamente viável para todos, permitindo acabar com 40 anos de atraso no planejamento, implementação e governança da Metrópole de Cuiabá e de sua Região Metropolitana de Planejamento, a Região VI do Zoneamento Socioeconômico Ecológico do Estado de Mato Grosso. - Jean M. Van Den Haute - Diretor Técnico e Representante da ASSUT-MT no SNDU, Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano.

  • luiz carlos | Sábado, 11 de Dezembro de 2010, 07h37
    0
    0

    É sempre assim, quando aparece um político querendo defender os interesses do povo, aparecem outros contrários. No mínimo são os que estão inamdiplentes com o IPTU ou, talvez, nunca pagaram.

  • ITAMAR JEFFERSON | Sexta-Feira, 10 de Dezembro de 2010, 19h30
    0
    0

    VEREADOR LUDIO CABRAL O PT SEU PARTIDO QUER REATIVAR A CPMF E CRIAR MAIS ALGUNS IMPOSTOS, POR QUE O SENHOR NÃO LIDERA UM PROGETO DE INICIATIVA POPULAR CONTRA A CPMF?????????????

  • ITAMAR JEFFERSON | Sexta-Feira, 10 de Dezembro de 2010, 19h26
    0
    0

    ITAMAR JEFFERSON, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • araqueto | Sexta-Feira, 10 de Dezembro de 2010, 19h15
    0
    0

    Se é viés político ou não, o Lúdio Cabral está correto. Ele foi eleito para defender os interesses da população cuiabana e, não da prefeitura e de alguns empresários do setor imobiliário. Se o IPTU com esses valores venais, o povo não paga, então imaginem com a majoração do valor venal. Em 2012, Lúdio terá todo o meu apoio político à sua reeleição.

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...