Executivo

Quinta-Feira, 19 de Março de 2020, 14h:13 | Atualizado: 19/03/2020, 14h:26

PANDEMIA E POLÍTICA

Pivetta cita dano incomensurável após tuíte de Eduardo Bolsonaro sobre a China

Rodinei Crescêncio

Otaviano Pivetta

O vice-governador Otaviano Pivetta, em entrevista à imprensa, no Paiaguás; ele condenou as declarações polêmicas do filho de Jair Bolsonaro

O vice-governador Otaviano Pivetta (PDT), candidato ao Senado na eleição suplementar suspensa pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por causa do coronavírus (Covid 19), classificou de  “irresponsável” e “danosa ao país”  a postura do deputado federal Eduardo Bolsonaro.  Ocorre que o parlamentar, que é filho do presidente da República Jair Bolsonaro, criou um incidente diplomático com o maior parceiro comercial do Brasil no mundo ao fazer postagem no Twitter culpando a China pela pandemia.

“A irresponsabilidade nos assombra. É incomensurável o dano gerado a nação pelas palavras impensadas que pronuncia. As afirmações do Dep. Eduardo Bolsonaro trazem prejuízos imediatos para o povo brasileiro e, também, claro, para o próprio governo federal”, postou Pivetta nas redes sociais.

Ocorre que Eduardo Bolsonaro comparou a situação da China com o acidente nuclear de Chernobyl. Além disso, acusou as autoridades chinesas de esconder a real situação e sugeriu a derrubada do regime comunista que dirige o país asiático.

  "Quem assistiu Chernobyl vai entender o que ocorreu. Substitua a usina nuclear pelo coronavírus e a ditadura soviética pela chinesa . +1 vez uma ditadura preferiu esconder algo grave a expor tendo desgaste, mas que salvaria inúmeras vidas. A culpa é da China e liberdade seria a solução", tuítou o parlamentar.

Yan Wanming, embaixador da China no Brasil, respondeu ao tuíte de Eduardo. O diplomata rechaçou o raciocínio do filho do presidente da República.

Reprodução

Otaviano Pivetta e Eduardo Bolsonaro

Post de Otaviano Pivetta sobre declarações de Eduardo Bolsonaro

"A parte chinesa repudia veementemente as suas palavras, e exige que as retire imediatamente e peça uma desculpa ao povo chinês. Vou protestar e manifestar a nossa indignação junto ao Itamaraty e a @camaradeputados. @BolsonaroSP @ernestofaraujo @RodrigoMaia", escreveu, marcando os perfis de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputaos, e Ernesto Araújo, ministro das Relações Exteriores.

"As suas palavras são um insulto maléfico contra a China e o povo chinês. Tal atitude flagrante anti-China não condiz  com o seu estatuto como deputado federal, nem a sua qualidade como uma figura pública especial", completou.

A própria embaixada da China também respondeu ao tuíte  de Eduardo, dizendo que ele contraiu "vírus mental" ao voltar de Miami. "As suas palavras são extremamente irresponsáveis e nos soam familiares. Não deixam de ser uma imitação dos seus queridos amigos. Ao voltar de Miami, contraiu, infelizmente, vírus mental, que está infectando a amizade entre os nossos povos", publicou a embaixada.

Rodrigo Maia atuou para minimizar a crise. O democrata escreveu: "Em nome da Câmara dos Deputados, peço desculpas à China e ao embaixador @WanmingYang pelas palavras irrefletidas do deputado Eduardo Bolsonaro. A atitude não condiz com a importância da parceria estratégica Brasil-China e com os ritos da diplomacia. Em nome de meus colegas, reitero os laços de fraternidade entre nossos dois países. Torço para que, em breve, possamos sair da atual crise ainda mais fortes."

Ernesto Araújo, que é responsável pelas relações diplomáticas do Brasil com outros países, não se manifestou. O presidente Bolsonaro também não comentou o assunto.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Jedae | Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 15h42
    0
    0

    A parte central de Cuiabá, esta um verdadeiro zumbi dead. Os viciados em drogados, tomaram conta de tudo. A coisa beira ao caos. Do jeito que os abutres petralhas/comunistas querem que fique. Nosso presidente foi muito feliz e certeiro nas afirmações da ultima terça feira. Assim, fez com que vários traidores mostrassem a face. Quando criança, gostava muito de brincar de pari gatos. No aperto, o mais fraco logo espirrava do banco. Que fique em casa, os fracos, medrosos, petistas, comunistas, e demais raças infames de “istas” - Enfim esses desocupados, que roubam o Brasil, por longos 16 anos. Temer também é do esquema petista. A anta só foi cassada, por que acabou a mesada. Traíras, só são boas fritas!!!!!!!

  • elias | Sexta-Feira, 20 de Março de 2020, 09h55
    2
    6

    Bozo irresponsável...

  • LANDOLFO VILELA JUNIOR | Sexta-Feira, 20 de Março de 2020, 08h57
    5
    5

    Quer vender soja né candidato....vai ver se a China está cogitando pagar pelo prejuízo....

  • Renato | Sexta-Feira, 20 de Março de 2020, 08h00
    8
    4

    Se todos mentem a respeito de um problema grave (a responsabilidade do governo chinês sobre o vírus) a mentira vira endosso à omissão criminosa do governo chinês. E se todos mentem por medo de retaliações econômicas, todos se tornam diplomáticos covardes omissos e criminosos. Silenciar sobre a culpa do governo chinês sobre o corona vírus é dar liberdade pra que o erro se repita. Silêncio e omissão são crimes nesta hora.

  • Povo de Matogrosso | Sexta-Feira, 20 de Março de 2020, 07h45
    8
    7

    Bem, além de ser esquerdista tem apoio dos comunistas. Como a China é comunista tem que espernear mesmo. O vírus é Chinês mesmo e querem mentir por que? Democracia é o melhor sistema mas é duro aguentar essa esquerda criminosa.

  • Dr STF | Quinta-Feira, 19 de Março de 2020, 21h35
    10
    3

    Perdendo votos em 3,2,1 vai ser burro lá longe kkkkk

  • Jef | Quinta-Feira, 19 de Março de 2020, 18h35
    11
    10

    Desculpe a sinceridade, mas esse senhor não ganha nem a pau para Senador. Quando a foi o fogo na Amazônia todo mundo apontou o dedo para o Brasil, até queriam tomar parte desse território e não vi esse cidadão condenar a França e ninguém. Agora porque é com a China, dizendo apenas algumas verdades, não pode.

  • GILMAR DE PAULA | Quinta-Feira, 19 de Março de 2020, 14h49
    14
    10

    Após a manifestação do "BOTAFOGO" sobre a fala de Eduardo Bolsonaro, um jornal de Minas trouxe matéria interessante (com endereços para os interessados) sobre as "desgraças" que tiveram origem na China. Talvez fosse proveitoso para o "velhote" candidato ao Senado acessá-la. Aliás, esse cidadão já está na hora de se aposentar. Chega de "múmias" na política!

Vice e o uso político do Creci pró-Julio

claudecir 400 creci curtinha   O sindicato dos profissionais do Mercado Imobiliário de Mato Grosso, sob Juliano Lobato, em nota de repúdio, detona o atual vice-presidente do Creci-MT, Claudecir Contreiras (foto), para quem está fazendo uso político da entidade e beneficiando, de forma descarada, o...

Toninho e expectativa de retorno à AL

toninho 400 curtinha   Toninho de Souza, que no ano passado estreou como deputado, permanecendo no cargo por 46 dias, no lugar de Eduardo Botelho, vive expectativa de retornar à cadeira na Assembleia. Mas isso vai depender de uma decisão de Janaína Riva, que está no quarto mês de gravidez. Ela tem...

Parlamentar temido reassume em VG

caio cordeiro 400 curtinha   Com menos de 15 dias no cargo de vereador em Várzea Grande, o primeiro-suplente Caio Cordeiro (foto), do PRP, já terá de desocupar a vaga. Eis que está de volta, da prisão para retomar o assento de parlamentar, Jânio Calistro, que está no segundo mandato e responde...

Diversos cortes nas despesas da AL

eduardo botelho curtinha 400   Num período em que o Legislativo praticamente parou, assim como o Judiciário e órgãos vinculados aos Poderes, como TCE e MPE, o presidente da AL, deputado Eduardo Botelho (foto), tomou decisão correta ao cortar gastos enquanto perdurar a pandemia do coronavírus. Entre as...

Governador está tenso e preocupado

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes anda tenso e preocupado. Mesmo já tendo adotado uma série de medidas de prevenção, inclusive consideradas radicais, ele não dorme direito por causa das projeções nada otimistas de aumento nos próximos dias de casos de coronavírus em...

AL aprovará empréstimo de R$ 550 mi

A Assembleia aprovou, na convocação extraordinária desta sexta (27), dispensa de pauta para a mensagem do Executivo que pede autorização para contrair empréstimo de R$ 550 milhões junto à Caixa Econômica. O recurso será aplicado na construção de pontes de concreto em diversos municípios. Agora, a matéria entra na pauta e será aprovada pela maioria dos deputados na próxima segunda (30),...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.