Executivo

Quinta-Feira, 23 de Janeiro de 2014, 11h:00 | Atualizado: 23/01/2014, 11h:24

Poderes debatem Previdência

Atualmente, o déficit previdenciário gira em torno de R$ 400 milhões

A primeira reunião entre a Comissão Especial da Assembleia e representantes de todos os Poderes, órgãos e entidades para discutir a implantação do sistema único de previdência em Mato Grosso será em 10 de fevereiro. O primeiro encontro será com o Tribunal de Justiça, Ministério Público, Procuradoria Geral do Estado, Tribunal de Contas, Defensoria Pública e Ministério Público. Já em de 11 de fevereiro, a reunião é com o Fórum Sindical, sindicatos e associações de servidores. 

O primeiro debate ocorreu ontem (22) com o objetivo de discutir procedimentos e cronogramas de trabalho. O deputado José Riva (PSD) ressaltou que o objetivo final é dar tranquilidade aos servidores ativos, inativos e pensionistas, aprimorando e unificando os sistemas previdenciários e dando ao Estado instrumento eficazes que assegurem os recursos necessários. 

Ele destacou ainda que o número de aposentados e pensionistas aumenta a cada ano. Atualmente, o déficit previdenciário gira em torno de R$ 400 milhões. “Se alguma providência não for tomada, o Estado continuará acumulando déficits e um direito sagrado dos servidores estará ameaçado”, alerta Riva. Ele pondera que, justamente por isso, a unificação é importante. 

A primeira reunião ampliada da Comissão acontece em 28 de janeiro, com representantes do Ministério da Previdência e da Superintendência de Previdência da Secretaria de Administração (SAD). 

A criação do Fundo Previdenciário vai permitir que o MT Prev receba recursos da dívida ativa, do patrimônio imobiliário, de concessões de hidrelétricas e outras fontes. O assunto é tido como consenso no Legislativo, por essa razão, os deputados pretendem ampliar a discussão com todos os Poderes, órgãos e entidades envolvidas. 

Para o relator da comissão, deputado Alexandre César (PT), o fundo vai corrigir distorções como quando parte das verbas da Educação são usadas para o pagamento da previdência dos servidores da área. Já o vice-presidente da comissão, deputado Ezequiel Fonseca (PP), lembra que a dívida previdenciária acumulada já supera os R$ 13 bilhões. Garante que o trabalho do grupo é criar condições para que o Estado mantenha sua capacidade de honrar os compromissos com os aposentados e pensionistas. 

A implantação do fundo é uma orientação do Ministério da Previdência Social para que Mato Grosso não perca convênios com o Governo Federal. (Com assessoria) 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

Muitos cuiabanos votam em Chapada

thelma de oliveira 400 curtinha   A ex-deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), que em 2016 transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para Chapada dos Guimaráes, já está trabalhando nos bastidores o projeto de reeleição. E, agindo nos bastidores e de forma estratégica, ela conseguiu um...

Câmara cassará 4º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o quarto vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.