Executivo

Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 15h:38 | Atualizado: 22/05/2019, 10h:03

Em Brasília

Policiais citam perda de direitos e pedem mudança na reforma da Previdência - veja

A base policial está descontente com o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), afirma o presidente do Sindicato dos Escrivães de Polícia Judiciária Civil (Sindepojuc), Davi Nogueira. A categoria está reunida na Praça dos Três Poderes, em Brasília, para protestar contra o projeto da Reforma da Previdência nesta segunda (21). 

Assessoria

Policiais de MT fazem protesto contra a reforma da Previd�ncia

Caravana com mais de 150 policiais de MT fazem protesto contra a reforma da Previdência em Brasília e cobram mudanças no texto debatido no Congresso

A presidente do Sindicato dos Investigadores de Polícia (Sinpol) Edleusa Mesquita ressalta que o projeto privilegia os policiais militares e as Forças armadas e penaliza os civis, rodoviários e federais. "A finalidade da manifestação é protestar pela preservação dos direitos fundamentais dos policiais, que são profissionais dispostos a darem a vida em defesa da sociedade e que não são reconhecidos e nem tampouco valorizados por isto”, disse.

Assessoria

Policiais de MT fazem protesto contra a reforma da Previd�ncia

Policiais, com faixas, cobram manutenção de direitos e criticam reforma da Previdência

Davi, por sua vez, ressalta, até agora, os protestos foram tidos como da esquerda, mas que este movimento é diferenciado por que quem organizou é a base do próprio governo. "Espero que o governo perceba essa diferença, pois se não formos ouvidos, se não formos atendidos em nossas reivindicações, certamente o governo começa a desmoronar, pois perderá apoio de sua principal base que é a segurança pública", disse.

Cerca de 150 policiais civis mato-grossenses, entre 40 escrivães e 110 investigadores, participam do ato. A viagem foi feita em três ônibus e durou 20 horas. A manifestação reúne também bases sindicais de outros estados na capital federal e reúne outras bases de sindicatos policiais, como a federal, rodoviária e do Congresso Nacional, além de agentes prisionais e do sistema socioeducativo de todo país.

Davi lembra que a categoria policial foi fundamental para eleger Bolsonaro como presidente. "O Governo Bolsonaro tendo uma das principais metas à questão da segurança pública. Então é preocupante que as forças [policiais], logo no início do mandato do governo, tenham que vir em Brasília se manifestar o descontentamento", afirma.

O presidente da categoria afirma ainda que, desde o ano passado, a categoria negocia com o Governo Federal sobre as possíveis mudanças no texto da reforma. Mas sem nenhum avanço, comenta. "Então, com certeza o governo precisa olhar com carinho. O que os policiais estão querendo com esse protesto é mostrar quais são as pautas dos policiais por que, do contrário, o governo começa a desandar. A própria base [de Bolsonaro] já começa a mostrar o seu descontentamento", disse.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

TCE declara prefeita Lucimar à revelia

lucimar campos curtinhas   O conselheiro do TCE Guilherme Maluf declarou à revelia a prefeita Lucimar Campos (foto), de Várzea Grande, em um processo de tomada de conta especial que aponta danos ao erário. Foram feitos pagamentos indevidos à empresa contratada Selprom Tecnologia. A esposa do senador Jayme Campos deve...

Aumento virá se MT melhorar o Ideb

mauro mendes curtinha   O governador Mauro Mendes propõe aos profissionais da Educação, que estão em greve, conceder reajuste de 7,6%, mas se o Estado atingir duas metas. E uma delas dependerá da atuação em sala de aula dos próprios educadores. Esse aumento virá quando o Executivo...

Bezerra se empolga e lança Emanuel

bezerra_curtinha   O deputado federal Carlos Bezerra, eterno presidente do MDB, fez um comentário curioso nesta terça durante o lançamento da construção de um viaduto na avenida Beira Rio, na Capital. Ele disse que políticos como ele e Emanuel têm o perfil de falar mais do que fazer. Em seguida,...

Comitiva da Bolívia e debate sobre gás

O governo boliviano vai retribuir a visita feita pelo governador Mauro Mendes em maio. Há uma pré-agenda de uma comitiva para uma reunião nesta 5ª (27) em MT, quando será debatida a retomada do abastecimento de gás natural, vendido pela Bolívia, além do fornecimento de ureia. Rafael Reis, presidente do MT Gás, diz que ainda não pode dar detalhes, mas garante que as tratativas estão avançando. Mauro, nas...

Licitações serão gravadas em Tangará

rogerio silva curtinha   Mesmo o prefeito Fabinho Junqueira se manifestando contra, a Prefeitura de Tangará da Serra e suas autarquias e também a Câmara Municipal terão agora que gravar e transmitir em áudio e vídeo todas as sessões de licitações. O projeto partiu do vereador emedebista...

Pleno escolhe novo desembargador

carlos alberto 190 curtinha tj   Nesta 5ª (27) o Pleno do Tribunal de Justiça, sob Carlos Alberto Alves, define quem vai assumir a vaga deixada pela desembargadora aposentada Cleuci Terezinha Chagas, que deixou o Pleno em janeiro. Ao total, 24 magistrados, da primeira quinta parte dos mais antigos lotados na Entrância Especial,...

MAIS LIDAS

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.