Executivo

Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 11h:00 | Atualizado: 29/05/2020, 12h:12

Coronavírus

Prefeito diz que criou 40 leitos para Covid-19 e promete devolver recursos federais

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) rebateu as críticas do governador Mauro Mendes (DEM) que considerou “oportunista” a inclusão dos leitos de UTIs do hospital municipal para referência do Covid-19. Segundo Emanuel, será devolvida parte dos recursos federais, pois isso ocorreu no início do isolamento social, quando houve uma diminuição significativa na demanda de urgência e emergência. Afirma que foram criados 30 novos leitos só no HMC e outros 10 no São Benedito.

Em nota, a prefeitura explica que a medida teve como objetivo garantir o atendimento durante a ascensão da pandemia em Cuiabá, “sendo a unidade hospitalar do antigo PS de Cuiabá como referência por decisão do Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19”.

Divulgação

Coronav�rus - exame - teste

A gestão, diz a nota, projetou um cenário para ocupação dos leitos de UTIs da rede municipal para atender a população, de acordo com a elevação da pandemia, sendo a antiga Unidade Hospitalar Pronto Socorro Municipal como referência.

Após a lotação desta, os pacientes com Covid-19 seriam encaminhados para o Hospital São Benedito, que seria a segunda referência para Covid-19; com a lotação deste, seria usada a UPA do Verdão e, por último, as UTIs do HMC.

Emanuel explica que, com as medidas de restrição e o isolamento social, foi possível segurar o avanço dos casos e reabrir parte das atividades econômicas o que levou a aumentar a demanda da saúde para casos que não eram da Covid-19, como acidentes, entre outros. Por esse motivo, Cuiabá vai devolver parte dos recursos federais não utilizados em casos do novo coronavírus, uma vez que os leitos exclusivos estão atendendo, no momento, a outras enfermidades.

40 leitos novos

​O HMC, além dos 60 leitos de UTIs existentes, montou 30 novos leitos para disponibilização imediata ao enfrentamento da Covid-19, independente dos cenários de ocupação, tal qual ocorreu com o Hospital São Benedito que montou 10 novos leitos de UTIs, além dos 30 leitos de UTIs já existentes.

É importante enfatizar que, tanto os 60 existentes do HMC, como os 30 leitos do Hospital São Benedito, nenhum deles recebem co-financiamento estadual de custeio de diárias de UTIs de R$ 1,3 mil como são financiados para outras Unidades Hospitalares públicas, filantrópicas e privadas.

Assim, com a ascensão da pandemia em Cuiabá e em todo Estado, não poderíamos deixar de atender quaisquer pacientes com Covid-19 que precisasse dos leitos de UTIs, após a lotação dos mesmos nas referências primárias das unidades de Covid-19. Tudo isso, segundo a gestão, consta no Plano de Mitigação do novo Coronavirus, que foi encaminhado ao governo.

Dayanne Dallicani

Leitos de UTI HMC

Um dos leitos de UTI do Hospital Municipal de Cuiabá. Prefeitura diz que assegurou um número alto de vagas no sistema com medo da curva da Covid-19

Leia, abaixo, a nota da Prefeitura de Cuiabá

Em relação ao recurso recebido antecipadamente do Ministério da Saúde conforme documento protocolado na SES/MT nº 198297/2020 no dia 27/05/2020, consta no antepenúltimo parágrafo que o Município fará a devolução dos mesmos.

​Salientamos que o documento supracitado, solicita Co-Financiamento de Custeio das UTIs do HMC e São Benedito que estão atendendo demandas de todo Estado. Lembrando que o HMC atende todo o Estado e não há nenhuma contrapartida por parte da gestão de Mato Grosso.

​Importante salientar que os custos do Hospital Municipal de Cuiabá está em torno de 11 milhões de reais para manter todos os serviços de Urgência e Emergência com suas respectivas especialidades, CTQ, UTIs, serviços de imagens etc..., para todo o Estado. Desse montante, o Ministério da Saúde repassa apenas R$ 2.651,707,07(Portarias nº 763/2019 e 2593/2019), toda diferença, o município de Cuiabá tem arcado com recursos próprios, não tendo nenhuma contrapartida da Gestão Estadual. 

​Além de não termos a aporte financeiro do Estado, o mesmo ainda não se posicionou quanto ao pagamento da dívida milionária que possui perante à Saúde pública da Capital. Oportuno esclarecer e que o débito foi levado à conciliação de segundo grau, mas sem sucesso. Agora, caberá a judiciarização do montante milionária.

​A SMS destaca que o SUS é universal a serviço da população do Estado de Mato Grosso e o momento é de juntarmos forças para vencermos essa pandemia que assola a população mundial que tem afetado o nosso Estado.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ricardo Servidor | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 12h09
    2
    2

    Senhor prefeito, por que nós, servidores, não estamos conseguindo fazer empréstimo consignado em nenhum banco? Por que a prefeitura desconta referido valor de nosso salário e não repassa a instituição financeira? Quando isso será resolvido?

  • Critico | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 11h48
    3
    4

    MISERICÓRDIA! Esse GESTOR PUBLICO municipal além de bagre ensaboado não tem limites. Onde tem uso de dinheiro público há INDÍCIOS de irregularidades. Esse cidadão não serve para administrar dinheiro público. Não PODEMOS de forma alguma dar novo cheque em branco nas próximas eleições

Deucimar vence Covid-19 após 20 dias

deucimar silva 400 curtinha   Após 13 dias numa unidade intensiva e mais sete se recuperando no leito de hospital, o empresário e ex-vereador pela Capital, Deucimar Silva (foto), recebeu alta médica nesta terça. Ele está curado da Covid-19. Ex-presidente da Câmara Municipal, Deucimar ficou emocionado, fez...

Estudo sobre 13º a vereadores de VG

jaqueline jacobsen curtinha 400   A conselheira-substituta Jaqueline Jacobsen (foto) estabeleceu prazo de 120 dias, em sessão de julgamento do TCE por videoconferência no último dia 2, para que o presidente da Câmara de Várzea Grande, Fábio Tardin, realize estudo prévio de impacto...

2 deputados empurrados pra oposição

allan kardec 400   Por causa da bandeira que têm carregado de defensores dos servidores públicos, dois deputados do núcleo do governo começam a caminhar para oposição. Um deles é o pedetista Allan Kardec (foto) que, de tanto ser pressionado pelas chamadas bases para reagir contra a PEC da...

Elogios à gestão proba Mauro Mendes

marcelo oliveira 400 curtinha   O secretário de Estado Marcelo de Oliveira (Infraestrutura e Logística), Marcelo de Oliveira (foto), fez questão de destacar nesta quarta, em entrevista ao vivo ao RDTV, tv web do portal Rdnews, que o governador Mauro Mendes tem se empenhado ao máximo para fazer uma boa gestão,...

2 frentes do MDB e apostas em Cuiabá

gustavo padilha 400 curtinha   O MDB vive uma situação curiosa em Cuiabá. Embora no comando da prefeitura, com Emanuel Pinheiro, o partido só conseguiu reconquistar cadeira na Câmara há três meses, com a filiação de Juca do Guaraná, aproveitando a janela partidária. Em 2016,...

Opositores ganham força em Barra

adilson gon�alves 400 curtinha   Grupos de oposição estão ganhando "musculatura" em Barra do Garças, numa expectativa otimista de derrotar o candidato apoiado pelo prefeito Beto Farias (MDB), o atual vice Wellington Marcos, que está filiado ao DEM. Wellington é considerado nome "pesado"...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.