Executivo

Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 14h:41 | Atualizado: 04/02/2019, 17h:02

BOM JESUS DO ARAGUAIA

Prefeito interino, presidente da Câmara e ex-vereador devem disputar prefeitura

Reprodução

Mans�o, Rone do Murer� e Silvio do Lat�cinio

Ex-vereador Mansão e vereadores Rone do Mureré e Silvio do Latícinio são pré-candidatos da eleição suplementar

Mal terminou as eleições gerais de 2018 e o município de Bom Jesus de Araguaia (a 983 Km de Cuiabá) se vê as voltas mais uma vez com as urnas. Em 7 de abril, os quase 5 mil eleitores irão escolher seu novo prefeito e vice, após a Justiça Eleitoral cassar o mandato de Joel Ferreira (PSDB) e Edmarcio Moreira (PRP). A eleição suplementar já foi regulamentada pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT).

Três nomes já despontam como principais postulantes ao cargo de chefe do Executivo. São os vereadores Ronaldo Rosa de Oliveira (DEM), mais conhecido como Rone do Mureré - que atualmente é o prefeito interino no município -, e Silvio Dantas (PDT), chamado de Silvio do Latícinio. Além deles, o ex-vereador Marcilei Alves de Oliveira, conhecido como Mansão (PSB). Os três ainda são pré-candidatos.

Ronaldo disse que sua decisão final depende de pesquisa eleitoral junto a população no município. “Mas do jeito que está hoje eu vou participar”, disse. Ronaldo assumiu como interino, desde a cassação de Joel e Edmarcio. Na época, ele era o presidente da Câmara de Vereadores.

Quem passou a ocupar o seu lugar da presidência da Câmara, na última sexta (03), foi o vereador Silvio, eleito novo presidente da Mesa Diretora. “Eu vou disputar, se Deus quiser”, pontuou. Ele sairá como oposição ao partido de Ronaldo nas eleições.

Como ambos são vereadores, não é necessária a desincompatibilização, isto é, o afastamento funcional do cargo público ao qual pertence. As convenções partidárias serão realizadas de 20 a 22 de fevereiro. Nestas datas, partidos poderão deliberar sobre a formação de coligação e escolha dos nomes em que sairão candidatos.

Vereador por dois mandatos e ex-presidente da Câmara, Mansão aposta na articulação com lideranças estaduais para garantir recursos ao município. Na eleição de 2016, ele foi candidato a vice-prefeito na chapa do então candidato a prefeito Marcos Reinert (MDB).

Para esta eleição, o pré-candidato do PSB articula uma chapa com presença de MDB, PR, Pros e PMB. "Mesmo fora do mandato nos últimos dois anos, a gente conseguiu articular R$ 1,1 milhão em emendas junto do deputado Valtenir [Pereira do MDB], sendo R$ 150 mil para Saúde e R$ 1 milhão para a construção da infraestrutura do lago, um local de lazer para a cidade. Temos muitos serviços prestados como construção do mini-estádio, entrega de trator, emendas para obras de asfaltamento, entre outras".

O novo prefeito que for assumir o cargo deverá ficar até dezembro de 2020 – tempo igual que o prefeito ficaria se não fosse cassado.

A cassação

Em julho de 2018, Joel Ferreira e seu vice tiveram os mandatos cassados por abuso de poder econômico e captação ilícita de sufrágio (votos). Eles se reelegeram em 2016. Segundo o processo, eles teriam utilizado maquinário da Prefeitura para construção e reformas de açudes e represas em quase 100 propriedades rurais particulares.

Os dois interpuseram mais dois recursos para reverter a decisão. Mas ambos foram negados pela Justiça Eleitoral. Eles não quiseram recorrer da segunda negativa ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Além da perda de mandatos, Joel e Edmarcio foram declarados inelegíveis pelos próximos 8 anos e deverão pagar multa no valor de R$ 31.923 mil.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Xuxu recusa diárias e cala Wilson

xuxu curtinha   Na tribuna da AL, o tucano Wilson Santos tentou ironizar o colega Xuxu Dal Molin (foto), que retornou de missão oficial à Ásia nesta semana, mas acabou se dando mal. Considerando que Xuxu é membro de uma das famílias mais abastadas de Sorriso, Wilson sugeriu que ele poderia ter custeado a viagem e...

TCE já suspende licitação na Câmara

misael galvao curtinha   O TCE determinou que a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), suspenda de imediato um pregão para contratar empresa para fornecimento de material de informática e de equipamentos de áudio e vídeo. Técnicos de Controle Externo de Contratações...

Janaina, MDB e o Palácio Alencastro

janaina riva curtinha   A presidente interina da Assembleia Janaina Riva não assume publicamente mas, nos bastidores, alimenta a esperança de ser prefeita de Cuiabá. Para que isso ocorra, em 2020, teria que deixar o seu MDB o prefeito Emanuel que, aliás, já está com um pé no PTB. Na cúpula...

Respaldo jurídico para barrar grevistas

mauro mendes curtinha   O Governo Mauro Mendes, de forma estratégica, está se respaldando de forma técnica e juridicamente, para enfrentar setores do funcionalismo que caminham para a deflagração de greve geral. Primeiro, recebeu do MPE uma notificação para não conceder reajuste salarial,...

Bolsonaro veta algoz de Selma no TRE

ulisses curtinhas   Fatores políticos-partidários podem ter pesado na escolha do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao definir o novo membro do TRE. Ele optou por Sebastião Monteiro e não por Ulisses Rabaneda, que tentava ser reconduzido. Os presidentes costumam escolher o mais votado ou manter quem já está no...

Prefeitura de Barra garante legalidade

joaojakson   Procurador-geral de Barra do Garças João Jackson Vieira Gomes (foto) esclarece, em resposta à curtinha Contrato de R$ 4 mi pra limpeza, que a dispensa de licitação por 6 meses obedeceu todos os tramites legais, sendo que a empresa contratada ofertou o menor orçamento. A...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.