Executivo

Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 14h:21 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

Divergências

Prefeitos democratas admitem resistência ao nome de Wilson

Prefeitos democratas admitem resistência ao nome de Wilson

   A maioria dos prefeitos democratas admite que não vai apoiar o tucano Wilson Santos ao governo do Estado se vier a ser confirmada a aliança do DEM com o PSDB. Eles demonstram mais afinidade com o peemedebista Silval Barbosa, hoje vice-governador. A revelação foi feita pelos democratas nesta segunda (1º), no mesmo dia em que foram contemplados pelo governo do Estado com máquinas para ajudá-los na recuperação das estradas vicinais. Esta resistência por apoio ao tucano é percebida também em deputados do DEM na Assembleia, como Gilmar Fabris e Chica Nunes.

   Para não criar um clima de racha no democratas, os prefeitos preferem manter o nome em sigilo, sob o argumento de que são partidários, mas não deixam de admitir que se pudessem optariam por uma aliança com o PR, PMDB e PT. Eles reclamam que não foram consultados sobre a aliança com o PSDB. “A decisão veio da executiva nacional e foi referendada no Estado pelo senador Jayme Campos, mas ninguém perguntou a nossa opinião”, critica um dos prefeitos. Ele avalia que falta diálogo entre a cúpula do DEM e as bases e lamenta a morte do senador Jonas Pinheiro, em fevereiro em 2008. “O Jonas era o nosso grande líder. Se ele estivesse vivo, com certeza já teria resolvido esta situação com o apoio ao Silval”.

   Outro prefeito democrata admite que há resistência ao nome de Wilson, pois em alguns municípios DEM e PSDB são inimigos. “Como vou explicar para a minha base que passaremos a apoiar nossos adversários do pleito passado?”, questiona.

   Existem prefeitos do DEM que contam com o PSDB na base de sustentação, mas temem deixar de receber recursos com a eleição de um governador que não seja do mesmo grupo político dos republicanos. “O Blairo contemplou todos os partidos, não houve distinção. Para nós é mais interessante que o atual grupo continue. Apenas o DEM deixou de dar apoio. Aguardamos com expectativa os desdobramentos das coligações para ver se outro partido do grupo vem para o nosso lado”, revela um dos prefeitos que governa com o apoio dos tucanos. Ele não acredita que haverá uma ruptura com a executiva estadual tão drástica como a do prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos do Pátio, com o PMDB, mas pondera que os prefeitos democratas vão ficar em cima do muro caso Wilson seja confimado como candidato da coligação. "Tenho certeza de que não haverá compromisso com a eleição dele (Wilson), apenas de fachada".

Postar um novo comentário

Comentários (22)

  • pedro pedreira | Sexta-Feira, 05 de Fevereiro de 2010, 04h33
    0
    0

    agora estamos feito w e j juntos, como gostamos de porcaria é capas do pinoquio ser eleito.

  • Jacyara | Terça-Feira, 02 de Fevereiro de 2010, 17h20
    0
    0

    RESPODENDO A TARSILA DO AMARAL, fico satisfeito que você só tenha LIDO Max Weber, ficaria preocupado se tu:ser iluminado, tivesse se aprofundado em conhece-lo. Permanece o meu parecer.

  • IVAN NUNES | Terça-Feira, 02 de Fevereiro de 2010, 12h03
    0
    0

    É QUEM VIVER VERÁ...TEM MUITOS NEGUINHOS EMCIMA DO MURO..BASTA O SR. WILSON SANTOS DISPONTAR NAS PESQUISAS E AI VCS VIRÃO PARA QUE LADO DO MURO ELES VIRÃO...AGUARDE!!! IVAN NUNES

  • Simão Pedro de Assis e Souza | Terça-Feira, 02 de Fevereiro de 2010, 10h50
    0
    0

    Eu pergunto: quem ganhou sete das oito eleições que disputou é o quê? Eu respondo: um político preparado, eficiente, que já provou a que veio, e que tem amedrontado o pessoal do Maggi & Silval, que não quer parar de mamar nas tetas do governo. Dá-lhe Wilson, mostre a esse pessoal porque você é apelidado de galinho!

  • Paulo Sérgio | Terça-Feira, 02 de Fevereiro de 2010, 10h05
    0
    0

    É natural que neste momento em que os prefeitos precisam de ajuda financeira do governo e estão recebendo máquinas (que foram financiadas e serão pagas pelos próximos governos) falem em favor de Silval. Aliás é preciso mudar essa lógica perversa de dependência do município ao governo estadual e federal. Mas quando esses prefeitos com suas "convicções ideológicas" verem o crescimento de outro candidato, seja Wilson ou Mauro, certamente mudarão seus discursos.

  • carlos bandeira | Terça-Feira, 02 de Fevereiro de 2010, 02h22
    0
    0

    Se o senhor Wilson Santos pensa que vai levar a populaçao outra vez na mentira ta enganado,quando perguntado a ele nos debates se ele ficaria os quatro anos, ele dizia que sim,Mentiu!!!Cuiaba e uma cidade abandonada,a OPERAÇAO PACENAS,A ETA TIJUCAL,O DINHEIRO DO PAC,ele em comicio em Rondonopolis disse coisas horriveis dos irmaos Campos em cuiaba na festa que Sr.Jaime campos fez no tenis clube ele cantou a musica de Leandro e leonardo."A meia noite nada e proibido mulher casada troca de marido"lembbra Sr.Wilson...essa campanha promete!!!

  • Gino | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 21h58
    0
    0

    Recado ao DEM, se querem realmente se tornar um grande partido, lancem candidatura a presidente, senadores e governadores, e parem de comer nas mãos dos Campos. O DEM é um grande partido, chega de se comportarem como parasitas do PSDB.

  • Jose Cazerta | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 20h16
    0
    0

    Acredito tambem que o Senador Jonas Pinheiro deve estar se revirando dentro do tumulo com essa possivel junção do DEM com os mentirosos do PSDB. Acho que o senador Jaime deve pensar bem pois o partido não é só dele. E tambem acho que o melhor candidato para Governar o estado de Mato Grosso seria Silval Barbosa, pois pelas lideranças que o apoiam é a melhor opção.

  • tarsila do Amaral | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 18h57
    0
    0

    em respostao Sr. de Jaciara. Sou leitora de Max Webber, em nenhum mmomento max Weber, menciona , DETALHA O tipo ideal, fazendo analogias, com ditadores, déspotas, e sujeitos da natureza do DEM, FILHOTES DA dITADURA. o sR.realmente não conhece nada das idéias do nosso gande sociólogo Sr. WAX WEBBER, vai se informar melhor, e não denigre os pensamentos de ilustres pensadores.

  • Jacyara | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 18h29
    0
    0

    Temos que ampliar o espaço dos discordantes dos DEMOCRATICOS, em minhas andanças pelo Mãe Bonifácia, não encontrei nenhum SIMPATIZANTE de Jayme, não me refiro ao povo do DEM, que está realmente contra a união jayme / Wilson, mas o próprio transeunte é hostil a essa aliança. É facil saber por que: Jayme, tem de errado sua panelhinha de puxa saco ( que ele não larga nunca - embora concorde que seja em sua totatilidade anacronica-; não deixou saudades juntos aos servidores, porem faz tratos e os cumpre- Isso é afirmação geral, é mais acessivel e prestativo positivamente do que Wilson. Conseguiria fazer uma união com BLAIRO e isso não é nada estranho visto que : todas as eleições de Blairo, só lograram exito pelo completo apoio de Jayme, já blairo deixou Jayme na reta um par de vezes. Não pergunte que eu detalho. Já Wilson, é a hestória do escorpião que transpos o rio no lombo do sapo, não tem acordo: PROMESSA pra ele é coisa estranha, não cumpre uma e ainda consegue apresentar inumeras desculpas e cansa o prejudicado por tanto lenga lenga. Traz a tira-colo Chico Garido, só de pensar que ele possa ser prefeito, da "probrema de estomago", dias destes, Galinho para brincar comigo me chamou de vice dele, gente baixei hospital e perdi uns trinta amigos. Portanto, embora sem refinamento social e educacional, Jayme é autentico e podemos dizer puro em seus ideáis e não pode ficar fora de sua candidatura a Governador. Afirmo que, hoje, entre todos os indicados a governador é o unico que realmente possue as condições ideais e pragmatizadas por: Max Weber de ser o TIPO IDEAL. Jacyara é eleitor de Jayme.

Lúdio desiste e PT perde com Barranco

ludio cabral 400 curtinha   O deputado Lúdio Cabral (foto) estava se movimentando para tentar convencer o PT a lançá-lo ao Senado, por aclamação, e ainda instigar o diretório estadual a buscar recursos junto à Nacional para a campanha. Mas o tiro saiu pela culatra. O guru do partido no Estado,...

Carta de Abicalil cita traição de Lúdio

carlos abicalil 400 curtinha   Carlos Abicalil (foto), ex-federal e hoje assessor do deputado Valdir Barranco, demonstra até hoje estar "atravessado" com Lúdio Cabral por causa da traição política de 2010. Na época, mesmo o PT o tendo lançado ao Senado, Lúdio, ex-vereador por Cuiabá e...

Júlio apoiou Bolsonaro pra varrer o PT

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), pré-candidato a senador pelo DEM, diz que em 2018 não só votou em Bolsonaro, como participou de carreata e vestiu camisa com as cores verde e amarela em apoio à candidatura do capitão. Lembra que estava convicto naquele momento de que era preciso varrer o PT...

Já com apoio de mais de 50 prefeitos

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) não para nas articulações políticas. E, se apoio elevado de prefeitos vier a ser decisivo, ele será eleito senador na suplementar de 26 de abril. Dos 141 gestores municipais do Estado, mais de 50 já anunciaram que estarão no palanque do...

Grupo de EP e Kleber pra marketing

kleber lima 400 curtinha   O grupo do prefeito Emanuel Pinheiro decidiu abrir diálogo com o jornalista e marqueteiro Kleber Lima (foto), visando o pleito de outubro. Não há mais resistência a uma possível contratação de Kleber, independente de quem o grupo lançar ao Palácio Alencastro,...

Prefeito coloca secretarias em alerta

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) colocou em estado de alerta a Defesa Civil e as secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos por causa da chuva torrencial que caiu neste sábado em Cuiabá. Em vários locais, inclusive na região central, como em frente à praça...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.