Judiciário

Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 12h:30 | Atualizado: 19/08/2019, 18h:53

NA SEDUC

Rosa Neide Sandes teria exigido urgência na confecção de agendas não entregues

Patrícia Sanches/Rdnews

vandoni

Denúncia foi feita  pelo Gabinete de Transparência, então comandado por Adriana Vandoni

A denúncia que motivou as investigações que levaram ao mandado de prisão do ex-secretário adjunto de Educação, Franscivaldo Pereira de Assunção, se deu a partir de suspeitas em relação a confecção de caderno/agenda por parte da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para o ano de 2014. Informações confusas e atravessadas apuradas pelo extinto Gabinete de Transparência, à época comandado pela ex-secretária Adriana Vandoni apontaram uma série de irregularidades e valores abusivos.

A suspeita se deu ao entorno da confecção às “pressas” de 8 mil exemplares ao custo de R$ 296,8 mil. Cada unidade ficou com valor unitário de R$ 37,10, com a nota fiscal tendo sido emitida em 30 de dezembro de 2014. Dois dias antes de encerrar o mandato de Silval Barbosa (ex-MDB, hoje sem partido).

A então secretária Rosa Neide teria determinado urgência para a compra dos cadernos/agendas por meio de compra direta com emissão de ordem de fornecimento e não elaboração de contrato.

As incongruências ao entorno do assunto seguiram causando informações desencontradas. Isso porque a Coordenação de Patrimônio e Materiais da Seduc alegou que das 8 mil agendas, 7 mil foram distribuídas e 1 mil foram entregues na sede da Seduc.

Só que o antigo superintende da Coordenação de Patrimônio, Carlos Dantas, teria suspendido as entregas em 5 de janeiro de 2015, e que a unidade de patrimônio da Seduc teria recebido apenas 7 mil agendas, das quais houve a distribuição de apenas 30 unidades, sendo que 6.970 teriam ficado estocadas.

Antes disso, um servidor da Seduc, Samuel Silva Chaves, teria atestado o recebimento de um único exemplar e fotos de pacotes que supostamente estavam com as agendas, e que isso era prova suficiente do recebimento.  

Mas segundo o Gabinete, a relação de entrega tinha data de 18 de dezembro de 2014, data anterior ao início de todo o processo, que teria sido “iniciado” em 30 de dezembro daquele ano.

Orçamentos

O Gabinete de Transparência, no relatório, especificou que solicitou dois orçamentos para confecção do caderno/agenda e se deparou com valores bem inferiores. “Um desses orçamentos foi fornecido pela própria Gráfica Print, onde consta o valor unitário de R$ 16,7 para os mesmos 8 mil exemplares. Há de se registrar que até o momento não houve o pagamento desse serviço, embora a Gráfica Print esteja cobrando sua efetivação”, disse o relatório à época.

Outra irregularidade constatada pelo Gabinete foi que no material havia mensagem da ex-secretária Rosa Neide, fotos dela e do ex-governador Silval Barbosa, relação de integrantes da administração (governador, vice, secretária, adjuntos e assessores). “O que fere os princípios que norteiam a administração pública, dentre eles o princípio da impessoalidade”.

Outro Lado 

Em nota divulgada no âmbito da Operação Fake Delivery, que cumpriu mandado de busca e apreensão na sua residência, Rosa Neide afirmou que não é investigada pela Polícia Civil através da Defaz. Entretanto, se colocou à disposição das autoriadades para prestar esclarecimentos. 

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • guerreiro | Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019, 16h33
    0
    0

    guerreiro, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Ademir | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 23h59
    7
    2

    Explicou tudo agora Maria Antônia, só dizer que é professora do estado. Quadrilha unida sempre unida!!! Bandiiidos vermmelhos!!!

  • Maria Antônia | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 16h34
    2
    10

    Que cargo Sr Juca? Mostra! Te desafio a mostrar o cargo q eu tenho! Meu cargo é professora de 30 horas na rede estadual de educação de Mato Grosso!

  • Matheus Andrade | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 16h20
    1
    0

    Matheus Andrade, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Juca | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 16h17
    13
    2

    Essa Maria Antonia ta com medo de perder a boquinha de cargo comissionado.

  • Fabio | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 16h16
    11
    5

    ESSA MARIA ANTONIA DEVE SER UMA BABA OVO..PTISTA

  • Maria Antônia | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 15h59
    4
    11

    A parlamentar, (Deputada Rosa Neide) sobre as buscas e apreensão feitas na manhã de hoje em sua residência em Cuiabá, disse ao site Mídia News: “Estou fora de Cuiabá e agora que estou me inteirando da situação. Estou muito tranquila. Não tenho nada a temer dessa situação. É show de pirotecnia que, infelizmente, ainda está pairando sobre os órgãos de Justiça”, afirmou. PUBLICADO EM ESTELA BORANGA Comenta.

  • Maria Antônia | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 15h53
    5
    17

    COINCIDÊNCIA? Rosa Neide é membro da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados e tem votado não a todos os projetos do desgoverno de Jair Bolsonaro que vão contra as conquistas sociais, como o fez na semana passada na votação do texto-base da Medida Provisória (MPV) 881 (que introduz mudanças na Reforma Trabalhista), publicada pelo “mito” no dia 30 de abril, que “estrangula” ainda mais os direitos dos trabalhadores brasileiros, sob a alegação de irá reduzir burocracias para as atividades econômicas no país a fim de facilitar empreendimentos. Foi a única parlamentar da bancada mato-grossense, que votou contra a MP de Bolsonaro. PUBLICADO EM ESTELA BORANGA

  • Maria Antônia | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 15h26
    4
    20

    Quem conhece a história da Deputada Rosa Neide, sabe da sua honestidade e respeito ao erário público. Ocupou importantes cargos e jamais se locupletou com dinheiro público. Seu patrimônio é absolutamente compatível com o que ganhou a vida toda. Agora uma investigação de 5 anos vir gerar uma ação como esta justamente agora depois de tanto tempo? Pq isso? A quem isso interessa?

  • Maria | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 15h04
    5
    23

    "Em NOTA divulgada nesta segunda-feira (19), a Bancada do PT na Câmara repudia a ação de busca e apreensão realizada hoje na residência da deputada Professora Rosa Neide (PT-MT), sem que a mesma esteja indiciada e jamais tenha se negado a prestar esclarecimentos sobre o objeto da operação “Fake Delivery”, da Polícia Civil do estado de Mato Grosso. “Acionaremos os órgãos competentes para que as medidas legais de reparação e responsabilização sejam tomadas contra este flagrante abuso”, diz trecho da nota".

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

Lúdio desiste e PT perde com Barranco

ludio cabral 400 curtinha   O deputado Lúdio Cabral (foto) estava se movimentando para tentar convencer o PT a lançá-lo ao Senado, por aclamação, e ainda instigar o diretório estadual a buscar recursos junto à Nacional para a campanha. Mas o tiro saiu pela culatra. O guru do partido no Estado,...

Carta de Abicalil cita traição de Lúdio

carlos abicalil 400 curtinha   Carlos Abicalil (foto), ex-federal e hoje assessor do deputado Valdir Barranco, demonstra até hoje estar "atravessado" com Lúdio Cabral por causa da traição política de 2010. Na época, mesmo o PT o tendo lançado ao Senado, Lúdio, ex-vereador por Cuiabá e...

Júlio apoiou Bolsonaro pra varrer o PT

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), pré-candidato a senador pelo DEM, diz que em 2018 não só votou em Bolsonaro, como participou de carreata e vestiu camisa com as cores verde e amarela em apoio à candidatura do capitão. Lembra que estava convicto naquele momento de que era preciso varrer o PT...

Já com apoio de mais de 50 prefeitos

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) não para nas articulações políticas. E, se apoio elevado de prefeitos vier a ser decisivo, ele será eleito senador na suplementar de 26 de abril. Dos 141 gestores municipais do Estado, mais de 50 já anunciaram que estarão no palanque do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.