Executivo

Segunda-Feira, 10 de Março de 2014, 07h:35 | Atualizado: 10/03/2014, 13h:53

saúde

Secretário afirma que projeto para novo PS é finalizado e terá 300 leitos

O secretário de Saúde de Cuiabá Werley Peres garante que o projeto para o novo pronto socorro de Cuiabá já está em andamento e em breve será apresentado para a população. Como ainda não foi finalizado, não há como falar sobre recursos, valores e infraestrutura. O que já está confirmado é que o local terá 300 leitos. Atualmente, Mato Grosso tem um déficit de 2.700 leitos. “E mesmo quando abrirmos mais, a demanda continuará crescendo. A falta de leitos é sempre um problema”, reforça.

Segundo o secretário, para amenizar esse problema, além do novo pronto-socorro Cuiabá também contará com o Hospital São Benedito, que deve ser inaugurado até junho, e com quatro UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), que substituem as Policlínicas. O secretário conta que a UPA da Morada do Ouro já está em funcionamento e tem atendido 48% da demanda do pronto-atendimentos. Esse ano ainda será inaugurada a do Pascoal Ramos e está prevista a construção de mais duas nos bairros: Cidade Alta e Leblon. Há ainda a expectativa em torno da construção do Hospital Julio Muller.

Werley Peres explica que quatro as UPAs têm a capacidade de atender um milhão de pessoas. “Estudos dizem que, em 2025, Cuiabá terá cerca de 850 mil habitantes. Então, com essa quantidade de UPAs podemos ficar bem estruturados por no mínimo mais 15 anos”, avalia.

O secretário argumenta ainda que se Cuiabá atendesse apenas pacientes da cidade, os R$ 500 milhões destinados anualmente ao setor seriam suficientes. Mas o que acontece é que os hospitais daqui atendem também pessoas de outros municípios da Baixada Cuiabana e de outros municípios. “Para se ter uma ideia, fizemos uma pesquisa que mostrou que hoje 32% dos atendimentos do pronto socorro são de pacientes de fora e de casos de alta complexidade, o que demanda muito mais recursos”. Neste cenário, ele destaca como fator positivo o fato do Estado estar reorganizando a saúde nas cidades por meio da construção e/ou estadualização de unidades, o que desafoga a Capital. 

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Carlos Nobre | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 11h20
    0
    0

    Politiqueirinho de meia pataca. Não passa disso

  • Gilsto | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 09h26
    1
    2

    Só não entendi o porquê da escolha daquela região para a construção do PSM. Todo mundo sabe que o povão é moram na região do coxipo e a grande morada da serra. Te pergunto: AVC e INFARTO ou um acidentado, sempre acontecem de madrugada, ai o cidadão vai sair lá do Pq Cuiabá ou Distrito Industrial, vai a travessar toda a cidade pra ser atendido lá do outro lado da cidade, já na saída pro município de Acorizal? - Porque não se fez um estudo e centralizasse esta obra na região onde se concentra maior população, como a do pedregal ou dijacente?- Falo isto porque esta UPAs é boa só no papel e nunca tem medico de madrugada, mal mal, uma equipe de enfermeiros com boa vontade.Será que é pra valorizar os terrenos dos ricos, já que a região é composta de 90% de milionários em seu condomínios? Tem coisa no AR.

  • Felipe Bastos | Segunda-Feira, 10 de Março de 2014, 10h34
    1
    3

    Que belo presente o Mauro foi arrumar pros Cuiabanos na saúde. Primeiro o Kamil que só pensava em si próprio e em como se beneficiar, pois é da turma dos hospitais privados, agora esse aí que não sabe nem o que um secretário de saúde faz. Vejamos se não é contraditório o seu discurso, diga-se de passagem discurso que nunca responde qualquer pergunta que não é feita, mas o cidadão disse que não faltam médicos em Cuiabá e sim especialistas e que o mais médicos não é para especialistas. Vejamos os seguintes pontos: 1 - As pessoas terem que chegar madrugada as unidades de saúde primária para conseguirem agendar uma consulta com um médico é porque está sobrando né? 2 - Falar em atenção primária, como o secretário tanto diz, é mais do que fazer discurso, é estruturar as equipes para acompanhar cada usuário em sua integralidade, nisso consiste o fundamento da atenção primária como política prioritária. Se fizer acompanhamento adequado e rotineiro com os profissionais de saúde da ponta, muitos casos não chegarão a especialidade e muito menos a alta complexidade. Uma vergonha essa nossa saúde sendo moeda de troca com político porque apoiou o prefeito eleito, e quem se diz ético e moral deveria parar de discursar de um jeito e praticar a política profissional nos bastidores.

Stopa vira trunfo do prefeito Emanuel

jos� roberto stopa 400   Filiado histórico do PV, José Roberto Stopa (foto) se tornou espécie de trunfo do prefeito Emanuel Pinheiro. Se o emedebista resolver buscar a reeleição, o que seria o caminho natural, Stopa pode entrar na chapa como candidato a vice ou simplesmente ficar de fora do...

Sem chance para ser desembargador

pio da silva curtinha 400   Pio da Silva (foto) é um advogado que não desiste nunca. Age no meio jurídico como aquele candidato insistente que faz questão de concorrer a cargo eletivo em toda eleição, mesmo sabendo da chance mínima de êxito nas urnas. Pio já se tornou um "eterno"...

Delação de Riva tira apoios à Janaina

max russi 400 curtinha   A delação de José Riva, que deve complicar a vida de vários ex-deputados e alguns dos atuais, dificultou a entrada da filha, deputada Janaina Riva, como primeira-secretária da futura Mesa, que será eleita na próxima semana, com Botelho na presidência pela terceira vez....

Wallace, calendário eleitoral e disputa

wallace 400 curtinha   Cassado em maio de 2015 por gastos ilícitos na campanha, após dois anos e quatro meses de mandato, o ex-prefeito de Várzea Grande, Wallace Guimarães (foto), do PV, está torcendo pelo adiamento da data das eleições. Com ganho de mais tempo, ele acredita que consiga obter ...

Rossato desiste; Lafin livre à reeleição

ari lafin curtinha 400 sorriso   Depois de ensaiar e travar discussões com seu grupo político, o empresário e ex-prefeito de Sorriso, a cidade conhecida como capital nacional do agronegócio, Dilceu Rossato decidiu não disputar a sucessão municipal neste ano. Com isso, o caminho fica mais livre para o...

Fazendo politicagem sobre Covid-19

rubia fernanda 400 curtinha   A tenente-coronel Rúbia Fernanda, pré-candidata ao Senado pelo Patriota, não só ignora medidas protetivas em relação à Covid-19, como isolamento social, mantendo agenda de visitas e reuniões, como passou a fazer politicagem com coisa séria. Numa...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.