Executivo

Domingo, 31 de Janeiro de 2010, 19h:58 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

Concurso

Secretário ironiza ausência de agentes de trânsito da prefeitura

   Apesar da promessa de colaboração do secretário de Trânsito e Transportes de Cuiabá, vereador licenciado Edivá Alves (PSDB), não foram disponibilizados mais ônibus e número suficiente de agentes de trânsito para garantir o acesso e a segurança dos candidatos aos cargos de nível fundamental do concurso do Estado. A avaliação foi feita neste domingo (31), após a aplicação das provas, pelo secretário-chefe da Casa Militar, coronel Alexander Maia, que também presidente o Comitê de Acompanhamento do concurso. “Eu vi uns três nas ruas”, ironizou o militar, ao ser questionado sobre o assunto, em coletiva no Palácio Paiaguás.

   Segundo Maia, dois ofícios foram enviados à Prefeitura de Cuiabá para solicitar mais segurança no fluxo de veículos. “Pedimos 40 agentes de trânsito, eu vi três, o restante estava escondido por ai”. Após a coletiva, Maia amenizou as declarações e negou uma tentativa de boicote por parte do prefeito Wilson Santos (PSDB), pré-candidato ao governo do Estado. “Não digo que houve boicote porque havia dois agentes em cada escola, mas eu não conferi se todos realmente compareceram”, ponderou.

   Minutos depois, porém, ele comentou ter visto funcionários da prefeitura em somente três escolas. “Façam os cálculos vocês mesmos. Graças a Deus que existe a Polícia Militar”, respondeu aos jornalistas quando indagado sobre as declarações.

   Em relação à ampliação do número de ônibus nas ruas, para garantir o acesso dos candidatos aos locais de provas, Maia confirmou que a prefeitura não atendeu ao pedido do governo do Estado para que a frota fosse ampliada. “Não havia um único ônibus a mais. O importante é que deu tudo certo e eu não quero polemizar isso”, desconversou. Confira aqui os ofícios enviados a Edivá.

Postar um novo comentário

Comentários (26)

  • Denis | Segunda-Feira, 15 de Fevereiro de 2010, 20h35
    0
    0

    Esse tal de coronel maia é um oportunista, o povo não cai mais nessa ,só porque é ano politico é facil querer queima o filme dos adversarios politicos.Primeiro cuida de arrumar a casa a policia de mt é uma vergonha policias mal preparado,corrupitos, principalmentes os seus comandantes . eo caso do vendedor ambulante que morreu no tres americas os policias foram presos.

  • Braga | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 21h46
    0
    0

    Só sei que um terço dos amarelinhos estão trabalhando internamente, com desvio de função, graças a apadrinamento. Realmene tem amarelinha trabalhando na sanecap, mas também tem outra encostada no setor de planejamento de transportes há mais de 5 anos, também por apadrinhmento, e tem até um no setor de comunicação escrevendo artigos para a secretaria, a manhã toda lendo e recortando jornal. E todos ganhando mais que médico da Saúde. Edivá, põe essa turma pra trabalhar ou pede pra sair. Essa história de fazer concurso pra aumentar o efetivo não cola. Tem amarelinho gahando mais de 8 mil de saláro. O MP tem que olhar esse pessoal.

  • toco1000 | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 20h49
    0
    0

    Isso prova que não tem interesse nenhum do sr prefeito Wilson que as provas dão certo,pior para ele que está queimando o seu proprio filme,já está perdido

  • augusto | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 18h42
    0
    0

    ao sr. caldo de cel. tal de maia vai cuidar do cabo hércules e agostinho...vai cuidar das quadrilhas que assaltam no interior....vai cuidar do tráfico dos bairros da grande cuiabá...tiram os pms dos gabinetes e manda-os para rua...vai limpar a bota do maggi de ouro ...puxe menos senão estoura.Deixa os amarelinhos, verdinhos, pretinhos em paz,pois os de cinzas quando fazem algo é só besteira!

  • luis sebastião | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 18h30
    0
    0

    Gente a polícia militar está em pânico.Fez na vez anterior uma grande burrice na organização do megaevento.Agora fica procurando alguém, algo para justificar um futuro erro.Se fosse tão boa assim tudo teria sido uma maravilha noutra vez.Agente de Trânsito -Amarelinho- é servidor civil e não deve nenhuma hierarquia a regime militar.O que está ocorrendo é uma politicagem danada.E eles sempre foram bode expiatório de políticos inescrupulosos e com o poder nas maõs.Quem esse tal de cel. maia?Nada mais do que um oportunista -DAS- que não deve conhecer as ruas da cidade.O gozado que antes do famigerado concurso do estado, ninguém olhava-os -amarelinhos- como essenciais para tais eventos.Ou que tal trocarem eles por laranjinhas?

  • Eduardo | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 18h10
    0
    0

    Sinceramente, Coronel da PM nem Secretário deveria ser de uma Administração Pública.Assim como existe vedação aos membros do Ministério Público e da Magistratura poderia se aplicar o mesmo raciocinio a esses "servidores". Se o Coronel quer que o trânsito funcione no dia do " maior concurso da história" que se lute para que haja o convênio firmado com a Prefeitura de Cuiabá.Mas não! O ser-humano adora colocar a culpa do outro e isso tem nome em psicologia, chama-se Projeção.Afinal, é mais fácil olhar o outro como problemático e não se reconhecer como problema. Comentários como esse servem apenas pra propósitos eleitoreiros e que infelizmente a população a qual precisa de serviço públicos eficentes fica relagada a marginalização. Parafraseando Joaquim Barbosa diria: saias as ruas Coronel! Passar bem!

  • Adolfo | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 14h47
    0
    0

    Um terço dos amarelinhos está trabalhando internamente, com desvio de fução. Tem até amarelinha trabalhando na sanecap há mais de 4 anos. Não se vê nenhum antes das 8:00 horas nas ruas. E querem abrir concurso. Tá explicado.

  • Marcello | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 11h19
    0
    0

    Amarelinhos???? O que é isso??? Alguem vê??? Eu, por exemplo, só vi as multas. Duas. E não adiantou eu apelar. Foi a palavra deles contra a minha. Em todas elas não havia a minha assinatura. Uma dizia que eu estava falando ao celular. Apresentei a conta e, naquele horário, não havia nenhuma ligação feita.Outra que ultrapassei um sinal vermelhio na Prainha com Dom Bosco. Em que sentido?? Prainha com Prainha ou Prainha com Dom Bosco. Não adiantou argumentar. Tomei no "cesso" Mas quem sou eu?? Apenas um "contribuinte", aquele que paga o salário desses imbecis que não fazem nada pelo trânsito caótico de Cuiabá. Vá em frente ao GANHA TEMPO e veja lá um monte de carrimhos de salgados estacionados nas vagas de idosos e portadores de necessidades especiais. E cadê esses amarelinhos?? Deveriam ficar "vermelhinhos" de vergonha de ganharem um salário digno de um marajá e não fazerem nada. E tenho dito. Dito??

  • Jacyara | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 11h06
    0
    0

    Gente, é nessas horas que conseguimos visiualizar o estado "CASA DE MÃE JOANA", do Blairo. Veja só - Coronel Maia, bota ordem na casa, traz parte do estado maior para a missão, destaco aqui o trabalho obreiro de: TCEL.CORDEIRO, e consegue fazer sem alarde, o que simplesmente foi impossivel a dois secretários, TIDOS, como de maior envergadura e que foram os causadores do arraso que foi o ultimo concorso, me refiro á: De Vito e Novacki. E vem o superior de Novacki, que sempre ficou quietinho atrás das costas quentes, do principal acessor do governador e MOSTRA COMO SE FAZ O SERVIÇO. Maia, quando é para falar, falo, porem quando merece a minha humildade e honradez falam alto e elogio sim. Ao meu ver é sua primeiro obra pura neste governo. PARABENS.

  • Medeiros | Segunda-Feira, 01 de Fevereiro de 2010, 10h52
    0
    0

    A responsabilidade pelo transito no Brasil é concorrente, compete ao Municipio, ao Estado e a União. A Legislação brasileira estabelece claramente as competencias de cada um; o policiamento de transito constitui obrigação do Estado de MT e foi criminosamente extinto em nossa capital..o resto é conversa fiada!!!!!

Prefeitos revoltados com Neurilan

neurilan fraga 400 curtinha   Vários prefeitos, especialmente os recém-eleitos, se mostram revoltados com novas manobras promovidas no estatuto da AMM pelo seu "eterno" presidente Neurilan Fraga (foto), que tenta, de todas as formas, se auto-beneficiar na eleição que deveria ocorrer em janeiro, mas que foi antecipada...

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...

Gamba quer Tuti presidindo a Câmara

tuti 400 alta floresta curtinha   O prefeito eleito de Alta Floresta, Chico Gamba (PSDB), tem se articulado para eleger presidente da Câmara o vereador reeleito do seu partido, Oslen Dias dos Santos, o Tuti (foto), que obteve a segunda maior votação, com 814 votos. Na tentativa de convencer os novos integrantes da próxima...

Várzea Grande paga a folha já na 6ª

lucimar campos 400   A prefeita várzea-grandense Lucimar Campos, prestes a concluir o segundo mandato, anunciou que na sexta, a três dias de fechar o mês, conclui o pagamento da folha de novembro. E, nesta quarta (25), já libera a diferença da correção do piso federal para os professores. No total...