Executivo

Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 20h:41 | Atualizado: 01/10/2020, 11h:17

CONSULTA AOS PAIS

Seduc confirma que as aulas presenciais devem ter retorno gradativo no Estado

Michel Alvim - Secom-MT

Secret�ria de Educa��o do Estado, Marioneide kliemaschewsk

Secretária estadual de Educação,Marioneide kliemaschewsk, confirmou que Seduc estuda retomar as aulas presenciais na rede pública pelo ensino médio 

Com a precariedade no ensino nas aulas on-line, a secretaria estadual de Educação (Seduc) estuda retomada gradativa ainda este ano para os alunos do terceiro ano do ensino médio da rede estadual. Segundo a secretária Marioneide kliemaschewsk, já nesta sexta (2) a Seduc terá resposta da consulta aos pais dos alunos e deve avaliar o retorno que, segundo apurado pelo , pode ocorrer já no próximo mês.

“Estamos fazendo um estudo para a possibilidade de retorno de forma gradativa com os terceiros anos do ensino médio”, confirmou a secretária a jornalistas nesta quarta (30) durante inauguração de obras na sede da Seduc.  O assunto foi adiantado pelo na semana passada.

Mais de 386 mil alunos da rede estadual de Mato Grosso estão sem aulas presenciais desde o dia 23 de março devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). 

As aulas on-line não têm atendido à maioria dos alunos e mais de 65% nem mesmo conseguiu acessar à Plataforma da Seduc que já orientou aos educadores que não haverá reprovações.

Devido às dificuldades em acessar os meios digitais, mais da metade dos alunos optou por estudar por apostilas impressas que devem ser corrigidas pelos professores.

Por determinação da Seduc, os professores têm que cumprir a carga horária com as aulas virtuais, mas não há orientação sobre as apostilas o que tem levado à sobrecarga de trabalho por parte dos professores.

Há relatos de que em algumas escolas os professores estariam sendo orientados a atribuir notas somente a partir das listas de alunos que retiraram a apostila, sem chegar a fazer as correções.

A saída para a Seduc pode ser a retomada presencial. “Temos discutido isso (volta às aulas), encaminhamos aos pais uma pesquisa para verificar o olhar dele para isso. Existe a possibilidade de tratar isso, mas com o protocolo de segurança e de saúde emocional com nossos profissionais e também com a autoridade de saúde do estado nos dando o aval para isso”.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • H.V.S | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 16h12
    5
    0

    Como ficarão as aulas neste retorno? As salas de aulas, para manter a distância de 1,5m entre cada aluno, comportará no máximo 15 alunos de cada turma, e os demais ficarão sem aulas? Os professores vão ministrar as aulas presenciais. E as aulas não presenciais, quem vai ministrar?

  • Dra Cinara B. O. KATTY | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 15h02
    3
    29

    Moro na rua pedra preta CPA onde vizinhos desrespeitam isolamento social e fazem churrasco e deixam crianças brincando na rua transmitindo coronavirus, num escarnio a tantas mortes. São na maioria professores públicos que estão engordando assistindo Netflix e tomando vinho do Porto. Recebem salário alto e não trabalham. Voltem todos. Acabou!!!!

  • joana | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 13h53
    5
    5

    REALISTA ... mas não são so os comissionados com altos salarios são TODOS os comissionados não importa o salario, na maioria é so cabide pra amigos, salario em dia e a maioria nem trabalha/trabalhando esta, né?

  • Realista | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 12h23
    7
    1

    O estado de Mato Grosso virou um caos, uma terra devastada nesses 8 últimos anos. Mas os cargos comissionados de alta remuneração persistem e resistem cada vez mais fortes e melhor remunerados a cada ano. E olha que são muitos. Que tragédia!

  • Zvilmar | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 12h02
    4
    5

    Embora nao vejo mais motivo para retornar as aulas no final do segundo tempo...vale destacar que a gurizada aqui no meu condominio, desde o inicio da pandemia brinca o dia inteiro juntos...os pais estao trabalhando normalmente...e nao conheco nenhum caso de covid na gurizada do meu condominio.

  • PAI ZELO | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 10h25
    8
    1

    Deve ser a pressão das cantinas escolares, fornecedores de produtos da merenda(panificados e etc...) que viram suas rendas diminuírem consideravelmente. ALIÁS, como é feito o processo licitatório para fornecer pães, bolos e outros nas escolas do estado em Vzea GDE e Cuiabá....Me informaram que há apenas um grupo familiar que rege toda a logística de fornecimento, embora, empresas com diferentes CNPJ´s. Outrossim, há entre algumas destas empresas em seu quadro societário servidores e ex-servidores da SEDUC, hoje, alguns em outros setores mas ainda na educação. Também, eu como fornecedora necessito apresentar laudo técnico da qualidade d?e produtos fornecidos aos nossos alunos? Se, sim, acredito que o órgão creditador deva ser o Adolfo LUTZ? Eu como pai, gostaria de saber o que contém o pãozinho que meu filho come, leve, sem miolo e que murcha rapidinho....LEVE E NÃO PESA....lucro garantido!!! Chegou o tempo de querermos saber mais sobre o que envolve os alimentos de nossos filhos!!!!

  • Marcos | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 08h13
    21
    0

    Vou continuar a insistir, isso é GENOCÍDIO. O ano letivo ja esta perdido, não entendo qual o interesse dessa secretaria mal mandada em voltar as aulas. Será que os pais também vão assinar o termo de responsabilidade caso o aluno venha a ficar doente ou venha a contaminar outros alunos ou professores, e isentando o estado de qualquer responsabilidade? Fizeram isso com servidores do grupo de risco que quiseram voltar ao trabalho. Será que a vida humana ainda vale alguma coisa????

  • aloisio | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 07h49
    21
    0

    Os professores e os alunos precisam tomar frente nesse processo para com razoabilidade encontrar maneiras de retornar às aulas. Essa semana estive em uma das maiores escolas do ensino médio de Cuiabá e a vida lá continua como antes da epidemia, condições sanitárias precárias. Dá para voltar às aulas assim? É razoável expor professores, alunos, a comunidade numa encrenca dessa? Que família permitirá que seu filho vá para a escola nessas condições? Há muitas autoridades jogando para a plateia, satisfazendo o joguinho político (sujo). No mínimo deveriam visitar as escolas e saber das condições sanitárias dessa escola. O mesmo é válido para a sociedade e para os veículos de informação. Falam de uma distância, falam sem conhecimento de causa. Infelizmente, prevalece a desinformação com claro desejo de desqualificar a escola pública, o professor. A educação pública precisa de parceiros, de solução e não de opiniões rasas, funestas e sem compromisso com o real. O professor é interessado e deseja sim o retorno às aulas, porém como qualquer cidadão que isso seja feito dentro das condições sanitárias necessárias, para todos... Hoje isso não ocorre! posso afirmar com convicção, visitei uma das maiores escolas de ensino médio desse estado e converso com professores de várias escolas, a situação é a mesma. Onde está a Seduc? Onde esta o Sindicato? o MP? E a sociedade? Todos estamos no mesmo abismo!

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

4 com as maiores chances ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   Todos os principais candidatos ao Senado, na suplementar de 15 de novembro, para eleger quem ocupará a cadeira da cassada Selma Arruda, estão trabalhando com tracking eleitoral, metodologia que consiste, basicamente, em realizar pesquisas de intenção de voto por telefone de forma...

Polarização entre Gustavo e os Maia

gustavo mello 400 curtinha   Em Alto Araguaia, três disputam a prefeitura, mas a briga eleitoral está mesmo polarizada entre o prefeito Gustavo Melo (foto), do PSB, e Martha Maia (PP), irmã do ex-prefeito por quatro vezes Maia Neto. Júnior da Farmácia (PSL) corre por fora, mas sem chance de êxito nas urnas....