Executivo

Terça-Feira, 04 de Janeiro de 2011, 19h:45 | Atualizado: 05/01/2011, 07h:20

EDUCAÇÃO

Seduc faz ações no ensino médio para melhorar educação em MT

Seduc realiza ações no ensino médio para melhorar educação em MT

  A principal meta da secretaria estadual de Educação, sob Rosa Neide Sandes, é elevar a qualidade do ensino no Estado. Hoje a área é alvo de críticas, mas segundo a secretária, Mato Grosso possui um bom desempenho no ensino fundamental e precisa melhorar a atuação do médio. Tanta preocupação se deve ao fato do Índice Nacional de Desenvolvimento da Educação (Ideb) ter apontado uma redução de um décimo na nota atingida em 2007 no ensino médio, que passou de 3,0 para 2,9 em 2009, mesmo assim atingindo a meta prevista para 2011 (2,9).

   Assim, Mato Grosso passou a ocupar 13º lugar no ranking nacional. Por outro lado, os índices registrados para as fases iniciais (4,9) do ensino fundamental (4,2) superam ou atingiram as metas projetadas para o ano passado, colocando o Estado no 5º lugar no ranking brasileiro. “É preciso manter a base, mas ter uma atenção redobrada com o ensino médio”, reforçou Rosa Neide, em entrevista exclusiva ao RDNews.

  Neste sentido, ela cita como exemplo o fato de hoje já existirem 90 escolas de ensino médio integrado, em que os alunos também são profissionalizados. “Além disso, implementamos em 7 escolas o chamado ensino médio inovador, em que são oferecidas aulas diferenciadas”, ressalta a secretária. Ela cita como exemplo a escola estadual Liceu Cuiabano, onde foi desenvolvido um projeto de robótica.

  Hoje estão dentro deste sistema 5 unidades de Cuiabá, uma de Nobres e outra em Diamantino. A meta nos próximos 4 anos, conforme Rosa Neide, é estender este modelo para todas as 150 unidades onde existe apenas o ensino médio. Para tanto, os professores vão ser capacitados, tendo o apoio do Sebrae e Senai. Rosa Neide pondera que apesar dos avanços, entende que ainda há muitas deficiências a serem supridas, por isso, é preciso que os alunos até 8 anos tenham um maior acompanhamento para que aprendam a ler adequadamente.

  “A leitura é fundamental, por isso, distribuímos uma caixa com 25 livros para cada sala com alunos de até 11 anos. Assim conseguimos evitar que haja o chamado analfabeto funcional”. Hoje existem 720 escolas estaduais. São 450 mil alunos, sendo que 129,7 mil estudam no ensino médio. Para atender a demanda são necessários 12 mil professores. Toda a estrutura da Seduc conta com 36 mil servidores e a folha anual é de aproximadamente R$ 1 bilhão. O orçamento da pasta para 2011 é de R$ 1,3 bilhão.

Postar um novo comentário

Comentários (27)

  • sandro mello | Sexta-Feira, 14 de Janeiro de 2011, 00h55
    0
    0

    Realemnte, dizer que a educação em mato Grosso esta melhorando é sim querer tapar o sol com a peneira. basta colocar um folha em branco na mão de um aluno que esta terminando o ensino fundmental e pedir pra ele redigir um texto qualquer. Quem consegue destinguir aprendizado de babozeira vai perceber que esse aluno esta entrando no E.M sem a mínima condição. na minha opnião a culpa é desse sistema adotado no estado que só serviu para piorar a educação em Mto Grosso. O sistema de Ciclo da maneira como esta sendo trabalhada em Mato Grosso não tem a mínima chance de contribuir para o melhoramento da nossa educação.

  • joão carlos de carvalho | Quarta-Feira, 12 de Janeiro de 2011, 12h30
    0
    0

    « I CIPLOM (Congresso Internacional de Professores de Línguas Oficiais do Mercosul). O PAPEL QUE CUMPRIMOS OS PROFESSORES DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA (E/LE) NO BRASIL » A inclusão da Língua Espanhola no currículo do Ensino Médio 05/02/2010 por espanholdobrasil Publicada em 05/02/2010 08:33h O Componente Curricular Língua Espanhola deverá integrar o currículo do Ensino Médio das escolas públicas e privadas de todo país a partir de 2010. Essa obrigatoriedade decorre da Lei nº 11.161/2005 que estabeleceu a inclusão da Língua Espanhola no Ensino Médio, concedendo aos estados um prazo de 05 cinco anos para conclusão do processo de implantação da oferta. Cabe ressaltar que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.394/1996) já dispunha em seu art. 36, inciso III, sobre a oferta de uma segunda Língua Estrangeira Moderna no Currículo do Ensino Médio, a saber: Art. 36. O currículo do ensino médio observará o disposto na Seção I deste Capítulo e as seguintes diretrizes: I ………………………………………………………………………………………………… III – será incluída uma língua estrangeira moderna, como disciplina obrigatória, escolhida pela comunidade escolar, e uma segunda, em caráter optativo, dentro das disponibilidades da instituição. Com a vigência da Lei nº 11.161/2005 ficou estabelecido nacionalmente que “o ensino da língua espanhola, de oferta obrigatória pela escola e de matrícula facultativa para o aluno, será implantado gradativamente, nos currículos plenos do Ensino Médio” (art. 1º), cuja conclusão do processo deverá ser realizada no prazo de cinco anos, a partir da implantação da citada Lei. Dessa forma, todas as escolas públicas e privadas deverão a partir de 2010 oferecer no mínimo, duas línguas estrangeiras modernas, uma de matrícula obrigatória e outra de matrícula optativa para os alunos, sendo que uma das Línguas Estrangeiras terá que ser a Língua Espanhola. Explicando melhor, a Língua Espanhola deverá integrar o currículo do Ensino Médio, seja esse componente curricular de matricula facultativa para o aluno, ou de matrícula obrigatória, caso a comunidade escolar opte pela Língua Espanhola como disciplina obrigatória para o aluno.

  • Geraldo | Quinta-Feira, 06 de Janeiro de 2011, 12h24
    0
    0

    Quando leio certos comentário chego a pensar que estou fora de órbita ! Falar que a Educação do Estado de MT está maravilhosa é pura demagogia, é querer tapar o sol com a peneira. Acorda meu povo, MT ( e o Brasil infelizmente) está engatinhando na qualidade de ensino. temos indices manipulados, maquiados e sem consistencia. qualidade se vê quando um aluno do EM ou série final do Fundamental I e II consegue ler com fluencia e interpretar o que leu. Hoje temos analfabetos funcionais saindo do EM e entrando nas Universidades (particulares na maioria) que nem sabem ler e muito menos escrever. Parem de esconder a verdade. O pior cego é aquele que não quer ver. Pergunte a qualquer professor universitário se a qualidade dos alunos melhorou nos últimos anos! PAREM DE MENTIR E DIGAM A VERDADE. TEM MUITA GENTE TRABALHANDO MAS INFELIZMENTE TRABALHANDO DA FORMA ERRADA.

  • Soraia | Quarta-Feira, 05 de Janeiro de 2011, 18h40
    0
    0

    Sugiro a todos que dêem uma olhada no site do MEC/INEP para ver como nosso estado melhorou na educação. Pessoas que falam sem ter conhecimento do assunto mostram como são pequenos os seus pensamentos e conhecimentos. Realmente só podem escrever asneiras, pois não se informam nem tampouco conseguem ver que estamos, cada dia, melhorando a educação. Fico triste, como professora, que pesoas falem mal de um trabalho que desaenvolvo com ânimo. Acredito na gestão da educação que aí está. Sugiro a essas pessoas que procurem se indformar antes de postar inverdades. Deixem de ser pequenos. Nunca me senti tão orgulhosa em pertencer a educação em MT. Rosa, sou sua seguidora. Quero aprender contigo a dignidade em ser profissional humana e competente. Parabéns pelo trabalho que vem desenvolvendo.

  • Marta Souza | Quarta-Feira, 05 de Janeiro de 2011, 18h31
    0
    0

    A educação de Mato Grosso está em boas mãos. A organização que se vê nos últimos anos à frente da Seduc mostra a seriedade com que se trabalha. Parabéns secretária pelos esclarecimentos e encaminhamentos sobre o concurso. Investir no ensino médio é investir na juventude. Conte conosco, educadores, que juntos construiremos a tão sonhada educação de qualidade social. Não dê ouvido a boatos e a pessoas que só pensam com o olhar da maldade. Nós sabemos o quão séria e competente você é, Rosa Neide.

  • Elson Bosco | Quarta-Feira, 05 de Janeiro de 2011, 17h41
    0
    0

    As propostas são boas só falta colocar em prática pois o que vejo nas escolas com o ensino médio inovador é apenas o acrescimo de mais uma disciplina iva ou não apenas aumentando o estresse dos alunos que tem que ficar uma hora a mais na escola. então o minimo que esperamos é que se façam aulas diferentes de verdade e que nos deem o suporte para isso. ps quem não aguenta critica construtiva ou não deve ficar no anonimato.

  • Professora Sâmar Fernanda | Quarta-Feira, 05 de Janeiro de 2011, 17h00
    0
    0

    Como professora, muito me alegro em ver os avanços obtidos na Educação nos últimos 4 anos e acredito que o gov. Silval Barbosa teve um decisão extremamente acertada em optar pela continuidade da professora Rosa Neide na Sec. de Educação. Rosa Neide, como secretária, que representa a consolidação de políticas públicas voltadas para os professores, para os alunos, enfim... para a sociedade. Porém, por outro lado, fico extremamente entristecida aos ler os comentários de pessoas fazem críticas infundadas sem sequer se preocupar com a educação de MT, pois não tem contato com as escolas, tão pouco com os professores, e não querem enxergar q MT está ocupando um espaço elevado na Educação nacional e que, atualmente, o salário dos professores de MT, está entre os maiores do país. Parabéns Professora Rosa Neide, siga em frente com seu projeto político e ignore essas críticas infundadas dessas pessoas que querem MURCHAR sua Rosa.

  • Cleber Pereira Júnior | Quarta-Feira, 05 de Janeiro de 2011, 14h37
    0
    0

    Se formos voltar à questão da necessidade, chegaremos novamente à conclusão que o sr. Ságuas Moraes mentiu sobre o levantamento realizado em 2009.

  • Roberto Resende | Quarta-Feira, 05 de Janeiro de 2011, 14h16
    0
    0

    Parabéns Rosa Neide, em minha cidade Barra do Garças, o nível de aprendizado tanto no Ensino Fundamental como no Ensino Médio melhorou muito, será que essas pessoas que reclamam que não foram chamadas nunca ouviu falar que quando se abre um concurso público os que foram aprovados são chamados conforme a necessidade? Eu não sei porque essa mágoa do Dep Ságuas,do Dep Abicalil, pois Ságuas fez uma ótima gestão junto à Sec. de Educação e Rosa Neide Está dando continuidade a esse trabalho maravilhoso.

  • flavialeite | Quarta-Feira, 05 de Janeiro de 2011, 13h14
    0
    0

    Respeito com nossos educadores.Ofender Professora Rosa Neide, que é uma educadora por exceLência ofende todos os educadores do Estado de Mato Grosso. A educação transforma mentes e corações. É de deixar esta mágoa.

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

Câmara chama secretária para vaga

chico 2000 curtinha   Após a destituição de Ralf Leite (MDB) da vaga de Chico 2000 (foto), licenciado, por força de decisão judicial, a Câmara de Cuiabá convocou a primeira suplente Luciana Zamproni (MDB) para assumir mandato temporário no Legislativo, menos de 30 dias. Ela atua como...

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.