Executivo

Quinta-Feira, 22 de Abril de 2010, 09h:12 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

VÁRZEA GRANDE

Sem alarde, Murilo terceriza DAE e "instala" 40 mil hidrômetros

  Sem alarde, o prefeito de Várzea Grande Murilo Domingos (PR) terceirizou os serviços do DAE, que passam a ficar sob a tutela do Consórcio Águas de Várzea, que terá a missão de reestruturar o DAE e implementar um novo modelo de fatura de água, além de instalar 40 mil hidrômetros, conforme revela A Gazeta desta quinta (22). A celebração do contrato, com duração de 60 meses, ocorreu em 11 de março e a prestação dos serviços vai custar R$ 33,7 milhões ao erário. O curioso é que no início de abril, durante a posse do novo secretariado, Murilo garantiu que este tipo de tercerização não ocorreria tão cedo e que o procedimento estava apenas em fase de análise.

  A medida adotada pelo republicano, que já anda com a imagem desgastada, deve causar polêmica. A falta de água nas residências da segunda maior cidade do Estado é grande e a população tende a ficar revoltada ao receber a fatura sem ter o produto ou recebê-lo com baixa qualidade. O contrato com o consórcio prevê ainda a informatização do sistema para detectar as linhas lirregulares, mas conhecidas como "gatos", além da implantação do sistema de geoprocessamento para saneamento ambiental a em pelo menos 30 mil ligações. Murilo aproveitou a tercerização do serviço para se eximir de qualquer responsabilidade relativa às ligações clandestinas ou hidrômetros violados. A previsão é que o novo modelo de exploração da água amplie para R$ 3,6 milhões a arrecadação mensal, que hoje é de R$ 1,4 milhão.

  Além da tercerização por 60 meses, Murilo estuda implementar um sistema parecido com o que a Sabesp, por exemplo, faz em diversas cidades de São Paulo. A companhia de saneamento é responsável pelo sistema por 20 anos e, em troca, apresenta um plano de investimentos a longo prazo, que contemplam até operação tapa-buracos. A dúvida neste caso tange quanto a algumas cláusulas do contrato já que estas empresas não costumam devolver a “estrutura” construída de graça. Quando o contrato vence, sustentam que a prefeitura deve comprar de volta as redes de água e esgoto e, com isso, em um ciclo sem fim, os contratos acabam sendo renovados. Neste caso, Murilo garante que as obras passam a fazer parte do patrimônio de Várzea Grande e que após 20 anos a prefeitura voltaria a gerir o sistema.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • LUIZ - SINOP | Sábado, 24 de Abril de 2010, 18h19
    0
    0

    O MURILO DOMINGOS, ESTA TERCEARIZAÇÃO NÃO VAI PRODUZIR O LINDO RESULTADO CITADO NESTA MATERIA - SE ACONTECER .....VAI QUEBRAR DE VEZ COM O DAE-VG, TALVEZ SEJA INTERESSANTE VC POR UM FIM NESTE "ESQUEMA" PARA QUE NO FUTURO O NOME MURILO DOMINGOS NÃO VIRE SINONIMO DE INCOMPETENCIA - MARACUTÁIA.

  • PITOMBA DO SERRADO | Sexta-Feira, 23 de Abril de 2010, 10h45
    0
    0

    A VERDADE APARECEU , ESTÁ TIRANDO O DOCE DA BOCA DO SENADOR E A CHIADEIRA JA ESTÁ NO AR. A TURMA ESTA HA 13 ANOS MAMANDO NAS TETAS, ESTÃO ATÉ COM BEIÇO ADORMEÇIDO. PARABENS MURILO JA DEVIA TER MANDADO ESSES PESSOAL PRA LONGE HA TEMPOS

  • DS | Sexta-Feira, 23 de Abril de 2010, 08h51
    0
    1

    Acertada decisão de se mudar para melhorar o serviço, que a muito anda precário na VG, mas há que se observar se está dentro dos conformes legais!!! Mas creio que a iniciativa foi muito boa sim.

  • Luiz | Quinta-Feira, 22 de Abril de 2010, 16h11
    0
    1

    Luiz, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • PEREIRA | Quinta-Feira, 22 de Abril de 2010, 16h08
    0
    1

    UÉ, SERÁ QUE ISSO FOI FEITO SEM CONCORRÊNCIA. NÃO VI NADA DE CONCORRÊNCIA SOBRE ISSO. ALGUÉM SABE ME DIZER ALGUMA COISA OU É OUTRA MARACUTAIA DESSE POVO?????

  • Luis Carlos Prestes | Quinta-Feira, 22 de Abril de 2010, 14h28
    1
    0

    Luis Carlos Prestes, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Dicão | Quinta-Feira, 22 de Abril de 2010, 12h01
    0
    0

    Para que Prefeito, prá que Secretários... o sujeito se candidata afirmando ser a solução para os problemas da cidade e quando eleito, vende os problemas, o patrimônio público e a dignidade dos seus eleitores. Essa política nefasta implantada pelos neoliberalismo enfraquece o estado e por consequência o seu povo e traz ganhos vultuosos aos amigos do rei. A população devia ao menos ser consultada sobre essa terceirização; a empresa contratada devia ter sua vida e dos seus sócios expostos à sociedade... ou será que essa empresa foi constituída agora pelos amigos e familiares do rei? Precisamos urgentemente tornar do estado o poder pelo gerenciamente dos bens essenciais a vida, como a água e a energia. Aos prefeitos, governadores, vereadores que defendem a privatização desses bens, deviam pedir para sair dos seus postos, pois administrar vendendo a coisa pública não é administrar, na verdade é um atestado de incompetência. Murilo a tempos é uma DECEPÇÃO!

  • JD | Quinta-Feira, 22 de Abril de 2010, 10h14
    1
    0

    Na verdade o DAE para ser terceirizado deve primeiro passar pela aprovação da Camara de vereadores. O que foi feito não é terceirização do DAE, mas da contratação de uma empresa para prestação de serviços técnicos especializados de gerenciamento e operação de ações comerciais, pois a atual empresa NORTEC)que realiza parte deste serviço já venceu o contrato e perdeu a licitação com a concorrente Águas das Varzeas...

  • dejango | Quinta-Feira, 22 de Abril de 2010, 10h02
    0
    0

    Impreciona a frieza com que trata o bem público, fazem as coisas sem a participação da sociedade. Se for tercerizar o que não funciona na prefeitura, não vamos mais precisar de prefeitos. O Ministério Público que é um orgão que a sociedade acredita, deve verificar a legalidade dessa ação uma vez que não houve nenhuma transparencia. No ano passado foi dado um aumento nas contas de água, feito pelo o vice Zaeli, com o discurso que seria o suficiente para resolver o problema de água em vg. Não podemos mais acreditar nemhuma palavra vinda da prefeitura.

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...