Executivo

Sexta-Feira, 07 de Janeiro de 2011, 18h:00 | Atualizado: 07/01/2011, 19h:52

Cuiabá

Sem recursos, Galindo deve ceder obras do PAC a Silval

   Depois da polêmica instaurada entre a Prefeitura de Cuiabá e o governo a respeito de quem deve "tocar" as obras do PAC na Capital, o prefeito Chico Galindo (PTB), admitiu que estuda repassar a responsabilidade sobre os empreendimentos ao Paiaguás. O petebista só cedeu, no entanto, porque o município não tem como bancar os R$ 15 milhões de acréscimo ao contrato original, que já defasado. "Seria mais fácil se o Estado pudesse apenas emitir um cheque nos repassando o dinheiro", afirmou.

   Galindo pondera, entretanto, que os debates relativos a essa questão ainda não terminaram. Esta semana ele, por exemplo, ele esteve reunido com o secretário estadual de Cidades, Nico Baracat, para avaliar se a transferência de responsabilidade será possível do ponto de vista legal. "Nós nem sabemos se isso pode ser feito", frisou. Apesar da resistência, o prefeito afirmou que ficará satisfeito em repassar as obras ao Estado se essa for a única forma de dar continuidade aos empreendimentos.

   Galindo ressaltou também que o chefe do Paiaguás, Silval Barbosa (PMDB), nunca reivindicou a execução dos projetos para si e qu, desde o início as discussões giravam em torno apenas de uma parceria. "O govenador nunca disse que quer o PAC. Eu nunca ouvi isso da boca dele", afirmou. A proposta foi feita para que a Capital não perca os recursos do governo federal, já que as obras estão paradas desde agosto de 2009, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação Pacenas.

   Conforme Galindo, seriam destinados 3 lotes ao governo, que se referem a uma estação de tratamento de água e outras duas de esgoto, além de uma estação elevada. Já os outros cinco lotes devem permanecer sob a responsabilidade do município. As licitações, inclusive, já foram concluídas e a prefeitura aguarda apenas a liberação do recurso pela Caixa Econômica Federal.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Fabiana | Sábado, 08 de Janeiro de 2011, 12h49
    0
    0

    Esse é o resultado da pessíma Administração do Chico Galindo. FORA CHICO GALINDO... Ninquém merece um prefeito como Você.

  • EDIR | Sábado, 08 de Janeiro de 2011, 12h31
    0
    0

    QUEM NAO TEM COMPETENCIA, NAO SE ESTABELECE(DITADO POPULAR),PORTANTO SR. PREFEITO AO INVÉS DE BUSCAR ALTERNATIVA PARA RESOLUÇÃO DO PROBLEMA, JOGUE A TOALHA, PASSE O ATESTADO, SÓ NAO DEIXE O POVO CUIABANO SOFRER POR INGENUIDADE AO PENSAR QUE VICE NÃO ASSUME

  • Tiago | Sexta-Feira, 07 de Janeiro de 2011, 19h05
    0
    0

    Esse prefeito e péssimo fora galindo

  • leonardo | Sexta-Feira, 07 de Janeiro de 2011, 18h38
    0
    0

    É PREFEITO ACHO Q ESTA NA HORA DO SR DEIXAR DE TER MARRA POLITICA E FAZER O SEU PAPEL DE GESTOR VAMOS TRABALHAR PELA NOSSA CIDADE;ESQUEÇA O Q PASSOU.

  • ITAMAR JEFFERSON | Sexta-Feira, 07 de Janeiro de 2011, 18h19
    0
    0

    JA QUE É A UNICA SAIDA, PARA NÃO DEIXAR MAIS O POVO SOFRER COM AS PARALIZAÇÃO DE OBRAS QUE O ESTADO ASUMA A RESPONSABELIDADE DO PAC TODO. POIS A PREFEITURA NÃO TEVE NEN DINHEIRO PARA FAZER AA FESTA DA VIRADA DO ANO QUE JA ERA TRADIÇÃO..EM NOSSA CAPITAL...MELHOR PREFEITO DE AS OBRAS TODAS PARA O ESTADO EXECUTAR POIS A PREFEITURA NÃO TEM CONDIÇÕES DE TOCAR OBRAS, AQUI NO BAIRRO ITAPAJÉ TEM OBRAS PARALIZADAS A MAIS DE 1 ANO E MEIO.. E TEM NAIS UMA DAS OBRAS JA ESTA COM QUASE 85% CONCLUIDO E AINDA NÃO FOI LICITADO,,,MINISTERIO PUBLICO AACORDA.

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.