Executivo

Sexta-Feira, 09 de Abril de 2010, 11h:48 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

EXECUTIVO

Sem recursos, Murilo anuncia privatização do DAE por 20 anos

   O prefeito de Várzea Grande Murilo Domingos (PR) aproveitou a posse dos novos secretários do DAE João Carlos Hauer, de Educação Wilton Coelho e de Comunicação Paulo Sá para anunciar que deve “privatizar” o DAE. Ele alega que a prefeitura não tem recursos suficientes para gerir e investir no sistema de abastecimento de água e esgoto, por isso, estuda assinar um contrato de concessão com uma empresa de saneamento por 20 anos. Assim, poderia assegurar investimentos de pelo menos R$ 100 milhões para a segunda maior cidade do Estado. “Nunca poderíamos investir tanto dinheiro na cidade. Já conheci o modelo implementado em Niterói (RJ) e estamos estudando fazer isso em Várzea Grande”, pontuou o prefeito.

  A falta de água e o esgoto a céu aberto de Várzea Grande são os principais motivos para o desgaste da imagem de Murilo, por isso, ele quer passar o “abacaxi” para uma empresa privada ou estatal que tenha maior poder de investimento. Assim, implementa um sistema parecido com o que a Sabesp, por exemplo, faz em diversas cidades de São Paulo. A companhia de saneamento é responsável pelo sistema por 20 anos e, em troca, apresenta um plano de investimentos a longo prazo, que contemplam até operação tapa-buracos. A dúvida neste caso tange quanto a algumas cláusulas do contrato. Essas empresas não devolvem a “estrutura” construída de graça. Quando o contrato vence, sustentam que a prefeitura deve comprar de volta as redes de água e esgoto e, com isso, em um ciclo sem fim, os contratos acabam sendo renovados. Neste caso, Murilo garante que as obras passam a fazer parte do patrimônio de Várzea Grande e que após 20 anos a prefeitura voltaria a gerir o sistema.

  Pondera que todo o modelo ainda está sendo analisado e que não há data para ser implementado. De qualquer forma, a tendência é que isso ocorra apenas após o término das obras do PAC. Isso porque uma das exigências para que os recursos federais venham é que o sistema seja municipal e não gerido por uma empresa. “Já tenho o nome de três empresas de outros Estados, mas tudo está sendo analisado”, pontua Murilo, que também não descartou uma parceria com a Sanecap. Isso será possível se a Prefeitura de Cuiabá viabilizar a aprovação de projetos que tornam a companhia uma S/A e que alteram o seu estatuto e a adéquam a Lei Nacional de Saneamento 11.145.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • carlos simões | Domingo, 11 de Abril de 2010, 00h07
    0
    0

    Não entendi Jessika o teu preconceito contra os borracheiros. Ao que consta, os borracheiros são tão, ou mais, dignos do que muito empresário por aí metido em falcatrua com políticos. Vc, Jéssika, com K, já ouviu alguma notícia de escandalo de corrupção envolvendo borracheiros. E mais, temos um empresário como prefeito e o Município só anda PRÁ TRÁS. Quem sabe um borracheiro. Tem um torneiro mecânico, de quem eu não gosto, mas reconheço que se deu bem hein!!!! Vc deveria era ter ficado feliz com o elogio. E o João Carlos Hauer que conheço e nutro respeito por ele, a rigor, é um borracheiro, pois, trabalha com borracha, o resto é preconceito teu!

  • carlos simões | Sábado, 10 de Abril de 2010, 23h56
    0
    0

    Como sem recursos? Fizeram uma licitação em março de 2010 de 33 milhões por cinco anos, ou seja, 550 mil por mês, e pasme Romilson, para assessoria, onde participou somente uma empresa. Faturam 1 milhão, com os outros 450 mil restantes tem que pagar tudo. Não entendi!!! Se não tem dinheiro porque o contrato de 33 milhões, pregão presencial 007/2009. Ah, entendi, o Missias é candidato, agora entendi tudo!!! Tem uma ação popular contra a licitação, onde o juiz não deu a liminar porque eles informaram que tinham dinheiro, agora é informar que não tem dinheiro, palavras do Murilo, prá o juiz suspender a licitação! Vou juntar tua matéria como prova!!!

  • Jessika | Sexta-Feira, 09 de Abril de 2010, 15h41
    0
    0

    Muito me admiro alguem falar assim mal dos outros para seu conheçimento esse mero borracheiro que vc seu Ronaldo diz e um excelente Empresario e sua empresa mto bem estruturada, quem sabe com empresario na presidencia o DAE anda, como exemplo quem não gostou da administração do nosso governador Blairo Maggi? Então dobre sua lingua...borracheiro não Empresário sim...e vc deve estar morrendo de inveja...

  • Rodrigo | Sexta-Feira, 09 de Abril de 2010, 14h22
    0
    0

    o que precisa ser pensado é que quem realmente decide a questão são 'os homens por traz da cortina' e que com certeza não aparecem na midia, que não por acaso, é parte fundamental desse jogo de manipulação e subjulgamento do publico. (POVO) A infiltração de sociedades secretas e outras nem tão secreta assim como a maçonaria, nas esferas do poder publico é fato. e todo eles se abraçam no final. o mundo é um palco!

  • RONALDO | Sexta-Feira, 09 de Abril de 2010, 14h16
    0
    0

    esse murilo e uma piada,¨ (a prefeitura não tem recursos suficientes para gerir e investir no sistema de abastecimento de água e esgoto) administrar um orgão tecnico como cabide de emprego, no qual seus pseudos diretores não tem nenhum conhecimento, um era radialista outro é borracheiro, não menosprezando as classes de ambos. mais ta na cara q não dá certo. esse Dae deve ter uns 350 funcionarios, não precisa de 150 para organizar uma empresa nesse porte e tamanho. vamos Varzea Grande acorda e vamos tirar esse bando que usurpou nossa cidade.

  • jorge | Sexta-Feira, 09 de Abril de 2010, 13h13
    0
    0

    desde que for licitado,e transparente será bom para VG.Desde que o MPE acompanhe o processo.

  • fabio | Sexta-Feira, 09 de Abril de 2010, 13h01
    0
    0

    olha o acertão ai gente, esse murilo domingos é um banana mesmo, nao consegue administrar uma cidade do tamanho de vg,imagina como nao deve ser a empresa dele. Esse prefeitinho é uma piada para v.g,só esta fazendo para seu beneficio e de seu irmão é brincadeira como o ministerio publico nao colocou as mãos nesses senhores.uma vergonha sem mais comentários...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

MAIS LIDAS