Executivo

Sexta-Feira, 26 de Março de 2010, 19h:37 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

REIVINDICAÇÃO

Servidores protestam no Paiaguás; Eder não descarta motivação política

Servidores protestam; Eder não descarta motivação política

Crédito: Julia Munhoz    Vestidos de vermelho e usando nariz de palhaço, mais de 200 servidores da área instrumental e auxiliares fizeram uma manifestação nesta sexta (26), pela tarde, no Palácio Paiaguás. Eles usaram carro de som para gritar palavras de protesto contra os secretários de Fazenda e Administração, Eder Moraes e Geraldo de Vitto, respectivamente, e exigir a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários. Ao RDNews, Eder contrapôs as críticas e frisou que a categoria rompeu o acordo firmado com o Executivo, em 2008, com todas as áreas do funcionalismo público.

   Segundo o secretário, o próprio representante do Sindicato dos Trabalhadores da Área Instrumental (Sinpaig) assinou o documento que estabelece reajuste de 30% até 2010, liberados em parcelas de 10% ao ano. “Como a inflação tem girado em torno de 4,4%, todos os servidores tiveram ganhos reais de 5,5% ao ano”. Ele frisa que foi definido, em comum acordo com todas as entidades representativas dos servidores estaduais, que as negociações por reajuste salarial seriam retomadas em 2011, quando vence o acordo em vigência. “Portanto, a greve tem caráter de ilegalidade por quebra de um acordo público, previsto para ser rediscutido em 2011, com todas as categorias. O que não achamos justo é atendermos apenas às exigências de uma em separado das demais”.

   Enquanto isso, o presidente do Sinpaig, Edmundo César, reclama que 1.067 servidores estão cansados de ter os direitos negados pelo governo. “Não somos palhaços, mas estamos sendo tratados como tais”, dispara o sindicalista. Diante desse discurso dos grevistas, Eder alerta para possíveis motivações políticas na paralisação. “O governo não trabalha com essa hipótese, mas há ingredientes que demonstram a possibilidade. Quem fizer discurso fácil, eleitoreiro e político sobre essa seara vai cometer um ato de irresponsabilidade com o próprio servidor”. Ele diz que as críticas tecidas a ele são injustas. “Alguns membros do movimento estavam alterados, mas o meu respeito por eles é cada vez maior”.

Eder Moraes   Conforme Eder, a implantação do PCCS apenas para a área instrumental provocaria impacto de R$ 35 milhões ao ano na folha de pagamento. Ao contrário do que foi divulgado por Edmundo, o secretário nega ter dito que o governo tem recursos em caixa para a reestruturação da categoria. “Eu simplesmente disse que esse valor não assustava o governo. Porém, na medida em que teríamos que contemplar todas as áreas do Estado, o impacto na folha subiria para R$ 350 milhões e hoje não podemos arcar com esse montante”.

   A greve coincide com o término da atual administração e o início do período eleitoral. Eder argumenta que o Executivo está fechando o exercício financeiro de 2010 e lembra que a criação de novas despesas exige previsão orçamentária. “Não podemos ser irresponsáveis de dar aumento e depois não poder pagar. Precisamos deixar garantido o exercício financeiro para o próximo gestor sob pena de desrespeitarmos a LDO, caso contrário o vice-governador (Silval Barbosa) pode ficar inelegível”. Se a exigências dos servidores da área instrumental forem estendidas aos da Saúde, haverá novo impacto de R$ 87 milhões apenas na folha desse segundo grupo, exemplifica Eder. “Não negociamos em separado com apenas uma categoria. As portas também não estão fechadas. Discutiremos isso, com todas as entidades representativas, em 2011”.

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • Maria de Fátima | Sábado, 27 de Março de 2010, 23h39
    0
    0

    Que palhaçada !!!! Quanta mentira, hein Senhor EDER !!! Na 4ª feira, dia 24 de março, o Sec. EDER pediu que toda a categoria da AREA INSTRUMENTAL DO GOVERNO estivesse na Fecomércio para trazer a proposta do Governo: sendo 10% agora em março de 2010 e o restante em janeiro de 2011. Esta era a proposta do Gov. Sr. Blairo Maggi, porém, passados 02 dias,no dia 26/03, EDER e DE VITTO disseram que não havia acordo nenhum, que a AREA INSTRUMENTAL não receberia nada, porque se autorizassem dar para uma classe, teria que dar para outra.... Entretanto, o Governo autorizou a incorporação da Verba indenizatória do GRUPO TAF da SEFAZ em seus salários a partir de março de 2010, deu aumento para os Gestores Governamentais em janeiro de 2010, aumento ao Detran, há pouco mais de 01 ano, aumento para a FEMA ... Porque somente a AREA INSTRUMENTAL do Governo não consegue um salário digno ? Nas urnas, vocês terão a resposta... Para Governador, Senador e outros cargos também. Somos mais de 1000 funcionários vezes 10 parentes, totalizam 10.000 votos em outubro.... Pensem nisto.

  • Fernanda Moraes | Sábado, 27 de Março de 2010, 20h56
    0
    0

    QUE FALSIDADE SR. ÉDER DE MORAES, ESTE MOVIMENTO É POR FALTA DE COMIDA NAS CASAS DOS SERVIDORES DA AREA INSTRUMENTAL DO GOVERNO. FAÇA UM LEVANTAMENTO PRA SABER QUANTOS SERVIDOS QUE ESTAO "ATOLADOS" EM CONSIGNAÇÕES. FEZ O PESSOAL DE PALHAÇO EM REUNIAO NA FECOMERCIO NA QUARTA-FEIRA, 24/03, PRA DEPOIS FALAR QUE ESSA PARALISAÇÃO TEM POLÍTICA? LAMENTO A LHE DIZER SR. ÉDER, QUE SINVAL EM ELEIÇÃO 2010 VAI AFUNDAR COM A RAPIDEZ DO TITANIC.

  • Mariana | Sábado, 27 de Março de 2010, 08h52
    0
    0

    Caro Romilson, Os servidores conversaram os 7 anos com o Governador Blairo Maggi, ou melhor, com seu todo poderoso Secretario Geraldão De Vitão, e com muita conversa, melzinho na boca dos servidores, no final do mandato de 7 anos de Blairo, os servidores se revoltaram. SERVIDORES DA AREA INSTRUMENTAL EM GREVE, SERVIDORES DA SAÚDE ESTARÃO EM GREVE NO INICIO DE ABRIL, PROFESSORES MOBILIZAM PARA ENTRAREM DE GREVE TAMBÉM, e Dia 23/04/10 – Paralisação que vai ficar na história no Estado de Mato Grosso das Polícias Civil, Militar, Bombeiros e Agentes Prisionais. INFELIZMENTE ESSA É A REALDADE DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO ESTADO DE MATO GROSSO, ONDE TODOS CONTRIBUIREM, DIALOGARAM, TIVERAM PACIENCIA MAS O GOVERNO MAGGICO NÃO RESPEITOU OS SERVIDORES. Chupa essa manga o novo Governador Silval!

  • carlos cuiabano | Sábado, 27 de Março de 2010, 07h17
    0
    0

    TAMBÉM A SAÚDE ENTRA EM GREVE, AGORA NÓS VOMOS VER ESSE POVINHO DA BOTINA. VEJA:A diretoria do SISMA-MT protocolou ontem, 25, às 17 horas, ofícios junto às esferas competentes de poder a fim de tornar legitimo o movimento grevista que poderá ser deflagrado a partir de segunda-feira, 29, cumprindo desta forma o prazo legal de 72 horas após comunicado as autoridades. Nesta sexta-feira, 26, o sindicato dará prosseguimento aos outros encaminhamentos necessários como publicação em jornal de grande circulação, TV, esclarecimentos a população da paralisação, caso venha a acontecer, entre outros. Na quarta-feira, dia 24, às 22 horas ficou decidido em assembléia geral o indicativo de greve que será deflagrada em nova assembléia geral dos servidores a ser realizada na segunda-feira, às 09 horas da manhã, no estacionamento da SES-MT, caso os servidores não sejam atendidos em suas reivindicações contidas na proposta de revisão do PCCS. “Mas, este será um posicionamento tomado coletivamente, pois, não pode ser um ato isolado”, informou Oscarlino Alves, diretor sindical do SISMA-MT/ MT. Aguardem novas informações. (65) 3661-5615

  • Jedae | Sábado, 27 de Março de 2010, 06h38
    0
    0

    Calma Eder, contigo o Mixtão chega na divisão X do grande campeonato do MT!

  • Marcos | Sábado, 27 de Março de 2010, 06h36
    0
    0

    Apenas acho que o Sival está dando um tiro no prprio Pé. Meu voto é do Silval, mas pelo que vejo náo iremos ganhar esta. Infelismente. Todas as nomeaçoes foram bem escolhidas, escetos o Geraldo deVito, e Eder Moraes, agora Silval, troca todos os adjuntos do estado, escute que está ouvindo o povo.

  • Flávio Pinho | Sábado, 27 de Março de 2010, 00h23
    0
    0

    ÉDER, O HOMEM FORTE DO SILVAL BARBOSA, KKK!!

  • maria | Sábado, 27 de Março de 2010, 00h01
    0
    0

    O governo nega aumento salarial JUSTO aos servidores efetivos que prestam serviço ao estado de forma brilhante e continuada, porém paga salários altíssimos à comissionados sem nenhuma qualificação profissional, estes jamais passariam em um concurso publico. Paga também valores exorbitante a empresas terceirizadas sem necessidade.

  • alexandre amaral | Sexta-Feira, 26 de Março de 2010, 22h32
    0
    0

    acho que os caros leitores acima estao engandos pois quem aqui em cuiaba mente e o pinoquio que voces sabem muito bem quem e,poremisso voces nao falam nem de todas as promessas ele nao cumpriu nenhuma pois lhe falta a verdade confio plenamente no senhor eder acho que ele e o melhor secretario que este estado ja teve , e claro que nao se pode agradar a todos mas pelo que sei a aqui quem prometeu que nem canditado seria foi o outro la da prefeitura ....

  • B.S. | Sexta-Feira, 26 de Março de 2010, 22h21
    0
    0

    Parabéns Eder de Moraes, o senhor realmente demonstrou que é um homem SEM NENHUMA PALAVRA!!! Seu mentiroso!!!

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), paga uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados. O salário de desembargador é de R$ 35,4 mil. Entre os chamados penduricalhos pagos pelo...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.