Executivo

Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 18h:49 | Atualizado: 03/12/2019, 18h:56

NOTA DE REPÚDIO

Sindepo: transferência de delegados da Defaz não teve "fundamentação legal"

Rodinei Crescêncio

Maria Alice Amorim

A presidente do Sindepo Maria Alice Barros Martins Amorim, que criticou o afastamento de delegados da Defaz

A presidente do Sindepo, que representa os delegados de polícia de Mato Grosso, Maria Alice Barros Martins Amorim, afirmou que a remoção dos delegados Anderson Veiga e Lindomar Tofolli, que atuavam na Delegacia Fazendária (Defaz), se deu em ato administrativo "sem razões fáticas e fundamentação legal".

Na nota de repúdio na tarde de hoje (3), Maria Alice critica o fato de os delegados terem sido lotados na Diretoria Metropolitana. A presidente ressaltou que os servidores possuem "conduta ilibada, extremamente competentes e experientes no combate ao crime contra a ordem tributária e administração pública".

Ainda segundo Maria Alice, os delegados "nunca se submeteram a pressão externa no exercício de suas funções". O Sindepo também garantiu que, em conjunto com a Associação dos Delegados de Polícia de Mato Grosso, se manterão "vigilantes" em defesa dos delegados.

A defesa feita pelo sindicato é feita um dia antes de o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) protocolar na Assembleia um pedido de investigação quanto a suposto uso da máquina pública para prejudicá-lo politicamente. Segundo o emedebista, ele teve conhcimento de que os delegados teriam sido afastados, por não sederem pressão para incriminá-lo, a partir de boletim de ocorrência registrado por servidora do Hospital São Benedito, Elizabete Maria de Almeida, que afirmou ter visto o gestor em uma reunião na casa do vereador Juca do Guaraná (Avante), em que teria tratado sobre pagamento de propina em troca de votos pela cassação do vereador oposicionista Abílio Júnior (PSC).

Transferência "técnica" 

Ontem (2), o delegado geral Mário Dermeval também reagiu a declaração de Emanuel. Por meio de nota, negou que a remoção de Lindomar e Anderson tenha ligação com a denúncia que envolve o prefeito

A PJC esclareceu que as transferência são "atos legais e frequentes na insitituição", tendo sido necessários em razão da criação da Delegacia Especializada de Combate a Corrupção. A corporação ainda reforça, que a unidade foi criada, por meio de decreto, em outubro deste ano, um mês antes da denúncia contra Emanuel. 

No posicionamento, a PJC esclarece que a denúncia feita por uma servidora da Prefeitura de Cuiabá narra suposto ato de corrupção, citando o nome de Emanuel. Em posse do documento, medidas legais teriam sito tomadas para esclarecer a veracidade dos fatos. 

De acordo com Dermeval, o trâmite legal aplicado à pessoas com prerrogativa de foro, como no caso de Emanuel, consiste na necessidade de autorização de instância superior do Poder Judiciário para que a investigação possa prosseguir.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Jayme afirma ter 4 opções para VG

jayme campos 400 curtinha   Em meio ao debate otimista sobre pré-candidaturas do DEM nas cidades pólos, em reunião nesta segunda, no Palácio Paiaguás, Jayme Campos (foto) comentou que, em Várzea Grande, onde sua esposa Lucimar está concluindo o segundo mandato, há quatro nomes sob...

DEM agora tem 5 querendo prefeitura

fabio garcia 400 curtinha   Com o peso de quem comanda hoje em Mato Grosso os dois Poderes políticos, o Executivo e o Legislativo, com Mauro e Botelho, respectivamente, o DEM aposta na conquista não só da Prefeitura da Capital, mas também das outras nove maiores. Dirigentes do partido fizeram espécie de...

Presidente ora por harmonia no TCE

maluf 400 curtinha   Num Tribunal de Contas sob tensão, nada mais aconselhável do que um culto ecumênico para servidores e conselheiros, com participação de padre e pastor, em defesa da harmonia, união e amor no ambiente de trabalho. A ideia partiu do novo presidente Guilherme Maluf (foto), que reuniu...

PDT quer França, mas não pra suplente

allan kardec 400   Embora o deputado e secretário de Cultura do Estado, Allan Kardec (foto), presidente regional do PDT, tenha flertado com Roberto França, tentando atraí-lo para o partido e com expectativa de candidatura, não há nenhum convite para este ser um dos suplentes ao Senado na chapa de Pivetta. A ideia...

Uma candidatura jovem na chapa

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) assegurou neste domingo que não definiu ainda os dois suplentes de sua futura chapa ao Senado. Sobre Sachetti, observou que trata-se de um parceiro e amigo e que está pronto para ajudar no projeto, sem fazer imposição para assumir suplência, assim como o...

Rei da soja incentiva Fávaro ao Senado

erai maggi 400 curtinha   O ex-vice-governador Carlos Fávaro não mantém o silêncio à toa. Embora tenha sido o terceiro mais votado em 2018 - por pouco não fica com a vaga ocupada hoje pelo senador Jayme Campos -, Fávaro está enfrentando uma série de dificuldades para se viabilizar de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.