Executivo

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2014, 18h:18 | Atualizado: 27/02/2014, 19h:12

Executivo

Sob manifesto, reunião do Conselho sobre a tarifa de ônibus é prorrogada

A reunião do Conselho municipal de Transporte de Cuiabá foi postergada, mais uma vez, em virtude de pedido de vistas da presidente da Associação dos Usuários de Transporte Público de Mato Grosso (Assut), Marleide Oliveira Carvalho. O encontro ocorreu nesta quinta (27), na secretaria municipal de Transportes Urbanos (SMTU), onde estudantes e membros da Central Única dos Trabalhadores (CUT) fizeram um manifesto contra o aumento da tarifa de ônibus. Uma nova reunião deverá ser agendada após o Carnaval, porém, ainda sem uma data definida.  

Os manifestantes chegaram a invadir a sala do Conselho para reivindicar a manutenção da tarifa, que hoje é de R$ 2,60. Acontece que Associação Mato-grossense de Transportes Urbanos (AMTU) quer um aumento de R$ 0,50, o que totaliza R$ 3,10. Esse acréscimo, segundo a categoria, se justifica para evitar um colapso no transporte público da Capital.

Toda essa polêmica advém do mandato de segurança impetrado pela AMTU e concedida pela Justiça, neste mês. Foi determinado que, num prazo de 10 dias, a Prefeitura de Cuiabá apresentasse um relatório sobre o setor, em que avalie a possibilidade de aumentar a tarifa vigente.

Antes disso, em dezembro do ano passado, após Auditoria Técnica das Planilhas da Tarifa do Transporte Coletivo da Capital, o Executivo reduziu a tarifa de R$ 2,85 para R$ 2,60. À época, representantes do Legislativo, Executivo e Judiciário detectaram divergências nos índices relacionados a combustível, rodagem, veículo/frota operante, benefícios salariais, passageiros transportados, custo de capital (depreciação / remuneração), tributos e taxa de outorga. 

Os empresários, por sua vez, alegam que a vigência da tarifa encerrou em 27 de dezembro, por isso, a administração municipal deve se manifestar sobre o novo reajuste. Hoje, 3 empresas atuam na Capital – Pantanal, Expresso Norte e Sul e Integração, transportando cerca de 5 milhões de passageiros.

Juiz concede liminar e manda Mauro fazer estudo sobre tarifa - veja aqui

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Rejane Pereira | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2014, 22h57
    0
    0

    QUERO DESTACAR A ATUAÇÃO DO VEREADOR DILEMÁRIO ALENCAR NA DEFESA DE MELHORIAS PARA O TRANSPORTE TRANSPORTE COLETIVO E DA SUA LUTA PARA QUE A PASSAGEM DE ÔNIBUS NÃO SEJA AUMENTADA EM 2014 COMO FORMA DE COMPENSAR OS USUÁRIOS DO ÔNIBUS POR TER PAGO EM 2013 UM TARIFA SUPERFATURADA.

Matéria(s) relacionada(s):

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

Vereadores, Tapurah, reajuste e férias

odair tapurah vereador curtinha 400   Em Tapurah, no Nortão, com menos de 15 mil habitantes, seus nove vereadores iniciam o 2020 com salário reajustado em 4,48%, seguindo a tabela do INPC. Mesmo ainda em férias, eles vão receber já na folha de janeiro R$ 5,8 mil cada. No caso do presidente Odair César Nunes...

Vereador, reunião e apoio a músicos

diego guimaraes curtinha 400   Músicos e representantes da Prefeitura de Cuiabá sentaram à mesa nesta quinta, na Câmara Municipal, para tentar resolver impasse sobre horário de funcionamento e volume do som nos estabelecimentos e também estudar ajustes na lei do Disk-Silêncio. O presidente da...

Antes, durante e depois de Bolsonaro

wilson kero-kero 400 curtinha   O vereador pela Capital, Wilson Kero-Kero (foto), que era do SD e se filiou ao PSL em 2015, muito antes da chegada do hoje presidente Bolsonaro, vai aproveitar a janela de março e pular para o Podemos. Isso não quer dizer que ele deixará de defender o governo do capitão. Assegura que...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.